[Missão] Jogos da Vida

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Dabila Nami em Seg 21 Maio 2012, 02:14

Os querubins prepararam-se para ir para Hong Kong na china. Quando ja tinha as malas prontas seguiram nem autocarro que os levou ao aeroporto e dai seguiram num aviam para o Hong Kong. Quando la chegaram foram para uma mansão com cerca de 50 quartos; um elevador; uma sala de jogos; uma piscina enorme e sabe Deus mais o quê. É claro que não está acessível ao cidadão comum que custa à volta de 16 milhões de euros.


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-1.jpg



http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-17.jpg


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-16.jpg


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-8.jpg


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-14.jpg


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-18.jpg


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-4.jpg


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-19.jpg


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-15.jpg


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-13.jpg


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-12.jpg


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-11.jpg


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-10.jpg


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-9.jpg


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-7.jpg


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-6.jpg


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-5.jpg


http://www.dementia.pt/wp-content/uploads/Mans%C3%A3o-3.jpg



Perto da casa encontrava-se 1 mini-mercado, 1 restaurante chinês, 1 café e 1 lavandaria. Todos se instalaram na casa nova.  

Os agentes mais Vougan foram de aviam, chegaram por volta do meio dia e comeram na Pizzaria. Depois foram de carros para o apartamento, quando chegaram e no fim de se instalaram, tiveram uma reuniram a decidir os nomes de cada um, mas antes disso Vougan colocou a televisão mais baixa e disse:

- Bem esta na hora de saberem os últimos pormenores da missão! Bäkura blackout, agente número 16 será o irmão mais velho de Dabila Nami, agente número 6. Salendiz Wolf, agente número 13  será a irmã mais velha de Sophie Adams, agente número 15 e de Erika Teixeira, agente número 71. A Erika Teixeira, a Salendiz Wolf e a Sophie Adams serram primas do Bäkura blackout e da  Dabila Nami. - Vougan olhou para todos e então continuou - Eu serei o Tio da Erika Teixeira, da Salendiz Wolf e da Sophie Adams e serei o pai do Bäkura blackout e da  Dabila Nami. - Fez mais uma pausa -  A vossa mãe - disse Vougan apontado para Bäkura e Nami - Morreu num acidente de trabalho e os pais da Salendiz e irmãs morreram num viagem de barco, sendo eu a ficar com a vossa custodia. Seremos uma família inglesa, nos mudamos para cá porque eu arranjei trabalho aqui. Ah mais uma coisa, eu não sou muito de falas por isso nem tentem falar do que quer que seja que não tenha a haver com a missão. Podem começar a decidir os nomes e o nosso apelido, o meu nome será Ryan.


PARA VER A MANSÃO aqui esta o link:
http://www.dementia.pt/uma-mansao-para-uma-super-festa/


Última edição por Dabila Nami em Sex 27 Jul 2012, 01:51, editado 5 vez(es)

_________________




Agente: 006

Dabila Nami
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 1434
Reputação : 2
Idade : 22
Localização : confidencial

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Sophie Adams em Sex 27 Jul 2012, 01:19

Sophie ia pela primeira vez em missão. Estava bastante entusiasmada mas também um pouco receosa por não saber se esta seria bem sucedida. Estava a terminar de arrumar as suas coisas na mala quando Salendiz lhe bateu à porta para lhe dizer que já estava um autocarro à espera delas para partir para o aeroporto, de onde seguiriam viagem até Hong Kong, na China.

Quando chegaram ao seu destino ficaram instalados numa mansão luxuosa e requintada que se situava perto de um mini-mercado, de um restaurante chinês, de um café e de uma lavandaria.

Após todos se terem instalado nos seus respetivos quartos e arrumado os seus pertences já era meio dia, tendo eles, portanto ido almoçar numa pizzaria nos arredores.

Depois foram de carro para o apartamento, onde tiveram uma reunirão para decidir os nomes falsos que cada um adoptaria ao longo da decorrência da missão e na qual Vougan, o chefe da missão, lhes daria os últimos pormenores relativamente à mesma.

- Bem está na hora de saberem os últimos pormenores da missão! Bäkura blackout, agente número 16 será o irmão mais velho de Dabila Nami, agente número 6. Salendiz Wolf, agente número 13 será a irmã mais velha de Sophie Adams, agente número 15 e de Erika Teixeira, agente número 71. A Erika Teixeira, a Salendiz Wolf e a Sophie Adams serão primas do Bäkura blackout e da Dabila Nami. - Vougan olhou para todos e então continuou - Eu serei o Tio da Erika Teixeira, da Salendiz Wolf e da Sophie Adams e serei o pai do Bäkura blackout e da Dabila Nami. - Fez mais uma pausa - A vossa mãe - disse Vougan apontado para Bäkura e Nami - Morreu num acidente de trabalho e os pais da Salendiz e irmãs morreram num viagem de barco, sendo eu a ficar com a vossa custodia. Seremos uma família inglesa, mudámo-nos para cá porque eu arranjei trabalho aqui. Ah, mais uma coisa, eu não sou muito de falas por isso nem tentem falar do que quer que seja que não tenha a haver com a missão. Podem começar a decidir os nomes e o nosso apelido, o meu nome será Ryan.

-Está bem. Bem, eu gostaria de me chamar Leslie. A minha sugestão para o apelido da nossa família é Gilbert ou Bennet. -disse Sophie quando Vougan parou de falar.




Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Bäkura blackout em Sex 27 Jul 2012, 02:23

Depois de yurik ter morrido e eu ter desistido da minha 1 missão, neste momento nao estava muito confiante de mim, mas nami tb estaria na missão e nestes messes ela tinah sido o meu soporto... por isso decidi aceitar e ver como corria, se nao fosse bem sucedido eu sairia da cherub...
chega-mos ao nosso destino e ao ver aquela mansao enorme fiquei maravilhado e animei me um pouco...

Após todos se terem instalado nos seus respetivos quartos e arrumado os seus pertences já era meio dia, fomos portanto almoçar numa pizzaria nos arredores.

Depois fomos de carro para o mansão, onde tivemos uma reunirão para decidir os nomes falsos que cada um adoptaria ao longo da decorrência da missão e na qual Vougan, o chefe da missão, lhes daria os últimos pormenores relativamente à mesma.

- Bem está na hora de saberem os últimos pormenores da missão! Bäkura blackout, agente número 16 será o irmão mais velho de Dabila Nami, agente número 6. Salendiz Wolf, agente número 13 será a irmã mais velha de Sophie Adams, agente número 15 e de Erika Teixeira, agente número 71. A Erika Teixeira, a Salendiz Wolf e a Sophie Adams serão primas do Bäkura blackout e da Dabila Nami. - Vougan olhou para todos e então continuou - Eu serei o Tio da Erika Teixeira, da Salendiz Wolf e da Sophie Adams e serei o pai do Bäkura blackout e da Dabila Nami. - Fez mais uma pausa - A vossa mãe - disse Vougan apontado para Bäkura e Nami - Morreu num acidente de trabalho e os pais da Salendiz e irmãs morreram num viagem de barco, sendo eu a ficar com a vossa custodia. Seremos uma família inglesa, mudámo-nos para cá porque eu arranjei trabalho aqui. Ah, mais uma coisa, eu não sou muito de falas por isso nem tentem falar do que quer que seja que não tenha a haver com a missão. Podem começar a decidir os nomes e o nosso apelido, o meu nome será Ryan.

-Está bem. Bem, eu gostaria de me chamar Leslie. A minha sugestão para o apelido da nossa família é Gilbert ou Bennet. -disse Sophie quando Vougan parou de falar.

- Okay... o meu nome podera ser .... deixa-me ver... ja sei .... Gostaria de me chamar James.

Bäkura blackout
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 57
Reputação : 0
Idade : 20

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Dabila Nami em Sex 27 Jul 2012, 13:16

Mais uma vez me tinha chateado com Dave e tínhamos acabado. Parti sem sequer o ver, mesmo assim consegui despedir-me dos meus amigos. A Relação de Elle e com Rick estava cada vez melhor, pareciam duas pombinhas enamoradas. A Elle tinha-se ternado uma grande amiga minha já Rick ainda não me tinha perdoado nem ia. No fim de eu e os meus companheiros de viagem nos despedimos dos nossos amigos e colegas fomos andando. A viagem foi calma, dormi quase todo o tempo e quando não dormi via filmes ou ouvia musica, não estava para muitas falas mas mesmo assim ainda falei um pouco com os meus amigos.

Quando chegamos a mansão fiquei de boa aberta, literalmente. Era enorme, linda, e tinha um jardim enorme, era tão grande que para chegarmos a casa tinha ainda de andar cerca de 2km. Ao entrar vi que o estilo da mansão não era la muito moderno mas algumas coisa não eram muito feias. Como a casa tinha 50 quartos nos podíamos ficar no que quisemos e mudar quando quisemos. Foi para o quarto no primeira andar mais longe das escadas, para evitar baldes de agua e essas coisas. Arrumei as minhas coisa o mais rápido que pude e da melhor maneira. Os armários dos quartos também eram enormes e cada quarto tinha uma WC privada. Quando acabei de arrumar desci ja sabia que ia haver uma reunião, mas antes que ela acontece-se foi fazer algumas coisa para comermos. No fim de feitas coloquei-as na mesa e os outros começarão a descer, provavelmente tinha demorado o mesmo tempo que eu a arrumar as suas coisa mas não aguentaram ver onde os outros estavam ou de ter uma conversa mais divertida ou mesmo de ir ver algumas coisa da casa. Vougan tinha-me ajudado a trazer a comida, que não era nada de especial, que era só uns biscoitos e coisa do género.

Quando todos ja estavam sentados Vougan começou a falar:
- (...) Podem começar a decidir os nomes e o nosso apelido, o meu nome será Ryan.

"Bem vou ser a manilha mais nova de Bakura, acontecimento interessante, e prima das minhas amigas. Isto vai ser giro. Bem que nome hei-de escolher?"

- Está bem. Bem, eu gostaria de me chamar Leslie. A minha sugestão para o apelido da nossa família é Gilbert ou Bennet. - disse Sophie quando Vougan parou de falar.
- Okay... o meu nome podera ser .... deixa-me ver... ja sei .... Gostaria de me chamar James.

"Bem são bons nomes! O Que vou eu escolher? Talvez... sim pode ser"

- O meu pode ser Naomi. Quanto aos apelidos dados por Leslie acho que podíamos usar os dois - Disse, fis um pausa e então continuei - Um podia ser para as minha primas, sendo que tem uma mãe diferente e o outro para nos tio.
- Não e mau pensado! O que os outros dizem? Tem mais sugestões!? - Perguntou Vougan/Ryan - Podem continuar a dizer os vossos novos nomes.

_________________




Agente: 006

Dabila Nami
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 1434
Reputação : 2
Idade : 22
Localização : confidencial

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Erika Teixeira em Sex 27 Jul 2012, 14:59

Hoje começaria a minha missão, era a primeira que fazia e estava um pouco nervosa! Iamos para Hong Kong, não era lá muito perto mas até seria giro, nunca lá tinha estado.

Estava a acabar de preparar as minhas malas quando me avisaram que o autocarro já tinha chegado, desci rapidamente e meti-me dentro do mesmo. Estavam la as minhas parceiras de missão e amigas, a Dabila, a Sophie, Baruka, Salendiz, e o Vougan. Depois seguimos para o aeroporto onde mais tarde aterramos em Hong Kong.

Fomos todos direitos a uma enorme e luxuosa mansão, nunca tinha estado numa mansão assim era espetacular. Já era hora de almoço e por isso fomos até uma pizzaria para matar a fome.

Mais tarde havia uma reunião, onde Vougan explicou toda a nossa arvore geologica, eu iria ser irmã de Sophie e de Salendiz e prima de Baruka e de Dabila, e Vouga seria o meu tio, pai de Dabila e Baruka, e em seguida pediu para nós escolhermos os nossos nomes, pois o dele era Ryan. Sophie escolheu chamar-se Leslie, Baruka escolheu o nome de James e Dabila chamaria-se Naomi.

- Bem eu posso-me chamar... Amy! - disse eu. - E concordo com o que a... Naomi, disse em relação aos apelidos!



Erika Teixeira
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 280
Reputação : 0
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Salendiz Wolf em Sab 28 Jul 2012, 18:55

Era a primeira vez que Salendiz partia em missão, a ansiedade corria-lhe pelas veias. Como acréscimo a sua missão era com a Sophie e com a Dabila, duas grandes amigas. Para ela, as duas raparigas eram com suas irmãs e agora que Sophie e Dabila se iriam passar por família dela era como se fossem mesmo.
Depois de uma longa viagem e de um enorme discurso por parte do Vougan, os agentes começaram a escolher os nomes que utilizariam durante a missão. Vougan iria usar o nome Ryan, Sophie decidiu usar o nome Leslie, Baküra optou pelo nome James, Dabila quis chamar-se Naomi, Erika usou o nome Amy e por fim, Salendiz, utilizou o nome Eleanor. Estiveram bastante tempo sentados a conversar sobre a missão e também sobre assuntos mais lúdicos, era bom conhecerem-se melhor, visto que iriam fazer uma missão juntos.


Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Vougan Morte em Sab 28 Jul 2012, 22:00

Os querubins já tinham escolhido os seus nomes por isso Vougan disse:

- Bem o apelido Gilbert vai ser da Leslie, da Amy e da Eleanor. Enquanto o apelido Bennet vai ser meu, da Naomi e do James. Esses apelidos vêm do lado das vossas mães, não vão precisar de dizer o vosso nome completo mas se precisarem digam que é Wilda Gilbert ou Wilda Bennet. – Vougan fez uma pausa e então continuou - Agora digam-me o que já sabem acerca dos vossos alvos.

_________________

Vougan Morte
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 77
Reputação : 0

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Sophie Adams em Dom 29 Jul 2012, 01:34

Depois de decididos os nomes e apelidos de todos os querubins, Vougan perguntou-lhes o que sabiam acerca dos seus alvos na missão. Como ninguém disse nada Sophie começou a falar:

-Bem, o meu alvo é o Enlai Shih Tzu, filho de Deming Shih Tzu e Jiayi Shih Tzu e irmão de Meilin Shih Tzu e Boqin Shih Tzu. -dizendo isto, Soph fez uma breve pausa. -Sei que ele tem 17 anos, 1.75m, olhos verdes escuros e cabelo curto e preto. -continuou- Terei de fingir que tenho a mesma idade do que ele e tentar ser sua namorada. Se não me engano, ele gosta muito de surfar e de estar com os amigos e é extremamente mulherengo. -concluiu ela.


Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Erika Teixeira em Ter 31 Jul 2012, 09:57

Já estavam todos os nomes decididos e os apelidos, e o "Ryan" pediu que falasse-mos sobre os nossos alvos, no qual a "Leslie", começou, e depois de ela acabar comecei eu a falar sobre os meus alvos:

- Eu terei de fazer que tenho 15 anos, e ser amiga de Meilin Shih Tzu, que tem 15 anos, boa estrutura com uns quilos a mais, olhos verdes escuros e cabelo mais o menos pelos ombros em canudos e a sua cor e catanho escuro, e tem como hobby dar festas para as amigas e torturar uma colega da escola. Tambem terei de ser namorada de Boqin Shih Tzu, que tem 16 anos, boa estrutura para a sua idade, olhos verdes escuros, cabelo curto e a sua cor e castanho escuro praticamente preto, e tem como hobby fazer parkour e estar com os amigos! – disse eu tudo isto seguido, e depois parei para poder respirar, no qual finalizei – E são estes os meu alvos!

Tinha decorado aquilo tudo, pois nao queria me enganar nem na pessoa nem nos seus gostos, que são as coisas mais importantes para mim.


Erika Teixeira
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 280
Reputação : 0
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Dabila Nami em Ter 31 Jul 2012, 13:14

Pensava naquilo que tinha lido sobre os meus alvos e sabia que alguns pormenores eram importantes. Depois de alguns colegas falarem seguiu-se a minha vez, então comecei por dizer:

- Eu serei a Naomi me farei passar por 16 anos os meus alvos são o Feng Shih Tzu e a Juan Shih Tzu que são primos. O Feng Shih Tzu tem 17 anos, mede 1,80m, musculado, olhos verdes claros, cabelo com penteado moderno preto com madeixas loiras. Um dos seus hobbys favoritos é fazer boxe, costuma ir nas terças, quartas e quintas-feiras por volta das 18h30m até as 20h30m e participa em competições. Outro dos seus hobbys favoritos é ir aos bares a noite e sempre que lhe da na "telha", muitas das vezes vai com o seu irmão mais velho e outras vezes vai com os amigos sendo esse também um dos seus hobbys favoritos. Ele mesmo praticando Boxe tenta sempre não bater em ninguém a não ser nos treinos ou no Ring, é muito simpático, muito namoradeiro, um pouco convencido, pode-se considerar maluco com as loucuras que já fez e divertido. – Fiz uma pausa, olhei para o Vougan e continuei – A Juan Shih Tzu tem 16 anos, mede 1,60m, muito boa estrutura, olhos verdes claros, o cabelo até cintura liso de cor preto com madeixas azuis. Um dos seus hobbys favoritos é a ouvir todo o tipo de músicas e tem um MP4 de cor preto e rosa com cercas de 500 músicas e 200 videoclipes, as quais ouve quase o dia todo. Um dos seus outros Hobbys favoritos é ir aos inventos dos emos a qual quer parte do mundo, já que sabe inglês, francês e chines. Adora estar com as amigas e primos para conviver com ele. A sua personalidade é de uma pessoa que não fala muito, o que me dará problemas, e também tem tendência em meter-se em muitos problemas.

Depois segui-se a vez de outro querubim.


Última edição por Dabila Nami em Sab 27 Out 2012, 09:25, editado 3 vez(es)

_________________




Agente: 006

Dabila Nami
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 1434
Reputação : 2
Idade : 22
Localização : confidencial

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Salendiz Wolf em Qui 02 Ago 2012, 22:14

Depois de alguns dos querubins falarem sobre o seu alvo, chegou a vez de Salendiz, pelo menos foi o que entendeu quando toda a sala a fitou.

- Bem...parece que está na minha vez...hum... Sei que o meu alvo tem 18 anos, 1,62m, é magra, olhos verdes azulados, o cabelo curto de cor preta mas pinta-o de vermelho. O hobby favorito é ir ao shopping fazer as suas compras e fazer coisas doidas. - Fez uma breve pausa e sorriu - Haha é estranho ficar com ela, vamos parecer irmãs, as duas com cabelo vermelho, olhos verdes azulados, mesmo tamanho, a diferença é que sou formosa e ela é magra de mais. Vai ser giro.

Agora que tinha dito tudo sobre o seu alvo, chegou a vez de Baküra falar sobre o seu.

Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Bäkura blackout em Sab 04 Ago 2012, 01:12

bem ja todos tinham falado dos seus alvos enquanto isso eu tinha acabado de fumar o meu cigarro e agora era minha vez de falar sobre o meu alvo....

- bem o meu alvo é Delun Shih Tzu tem 18 anos 1,70m de altura é magrinho de olhos verdes escuros mas usa lentes de contacto para ficar com os olhos azuis, cabelo médio até ao pescoço liso e loiro. Seu hobby favorito é ir a um bar de gays onde é o barman e estar com os amigos, quando este esta apaixonado nao esquece por um minuto a pessoa e passa a confiar totalmente nela, num intanto e timido e bastante fechado a relaçoes... por isso vou ter um longo trabalho a roubar o coraçao ao pobre rapaz... bem e ele o irmao e os pais sao de inglaterra mas mudaram se para cá por razaoes familiares segundo as informaçoes que li ....okay e tudo Smile

Bäkura blackout
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 57
Reputação : 0
Idade : 20

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Vougan Morte em Dom 05 Ago 2012, 16:24

Vougan ouviu tudo com bastante atenção e quando todos acabaram começou por dizer disse:

- Muito bem! Por agora o vosso objetivo é familiarizarem-se por aqui, darem-se a conhecer aos vossos alvos. Segunda-feira começam as vossas aulas, tem sorte, pois vão poder estar todos juntos sendo que a escola é privada e dá aulas desde a cresse à universidade. - Fez uma pausa - A escola privada é enorme mas tenho certeza que já sabem para onde tem que se dirigir. Como hoje é sexta-feira podem aproveitar os três dias.

Vougan alevantou-se e começou a ir para o seu escritório mas ainda disse:

- Boa sorte!



Tópico off.:

A ordem de postar é:

Sophie Adams
Bäkura blackout
Dabila Nami
Erika Teixeira
Salendiz Wolf

Vougan Morte -> Posso postar a qualquer altura, não precisão esperar por mim.

Se alguém não posta na sua vez durante 24h passa para o pro cimo. Se por exemplo passar as suas 24h e o pro cimo ainda não tiver postado pode postar.

_________________

Vougan Morte
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 77
Reputação : 0

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Sophie Adams em Ter 07 Ago 2012, 01:37

Sophie ouviu tudo o que Vougan disse com atenção e ficou a observá-lo a levantar-se e dirigir-se para o escritório. Quando ele saiu, os restantes querubins ficaram a falar sobre como qual seria a melhor maneira de começarem a relacionar-se com os seus alvos.

Enquanto Sophie ouvia as ideias de todos pensava também em toda a informação que tinha sobre o seu alvo e a sua família e imaginava o seu primeiro "encontro" com Enlai na escola.

Estava entusiasmada por participar numa missão, mas também um pouco apreensiva pois não sabia se seria bem sucedida. Soph estava também encantada com a cidade e um pouco triste por ter de ir para a escola já na segunda-feira, mas sabia que tinha de ser, ela sabia que a CHERUB tinha um papel importantíssimo na proteção da Inglaterra e do mundo.

Depois de largas horas a conversarem sobre tudo, os querubins sentiram fome. Como estavam cansados da viagem e não estavam com disposição para cozinhar, foram todos trocar de roupa e jantaram no restaurante chinês que havia perto da mansão, excepto Bakura e Dabila, que foram até ao bar onde o alvo de Bakura trabalhava, pois o alvo de Dabila era irmão do alvo de Bakura.



Última edição por Sophie Adams em Ter 07 Ago 2012, 02:35, editado 1 vez(es)

Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Bäkura blackout em Ter 07 Ago 2012, 02:31

todos ouviram o que Vougan disse com atenção depois ele levantou-se e dirigo-se para o seu escritório. Quando ele saiu, os restantes querubins ficaram a falar sobre como qual seria a melhor maneira de começarem a relacionar-se com os seus alvos.

Enquanto todos debatiam ideias eu acabei o meu cigarro e disse:
- bem vou vestir me e tal... - começaram todos a olhar para mim meio espantados - entao se o meu alvo trabalha num bar e para la que eu vou.
Nami - Isso tem sentido é verdade... -nami parou de falar e sorriu para mim - bem visto que o meu alvo e irmao do teu deve de estar la no bar por isso vou em arranjar e vou ctg, assim mantenho-te sobre olho para te portares bem - e todos nos ri-mos.
Estava entusiasmada por participar numa missão outra vez, mas também ao mesmo tempo preocupado pois não sabia se seria bem sucedido e a minha 1 missão tinha sido uma grande porcaria.
Bem eu e nami sai-mos da sala e fomos nos vestir adequadamente para sair a um bar.

Bäkura blackout
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 57
Reputação : 0
Idade : 20

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Dabila Nami em Ter 07 Ago 2012, 18:58

Depois da conversa longa, eu e o Baku fomo-nos lavra e vestir. Eu vesti:



Foi para a sala ver Tv enquanto esperava o Baku, ele era pior que eu ou qualquer rapariga a arranjar-se. Enquanto esperava falava com Vougan através de sms, fala sobre a missão e que avia 50% de possibilidades de encontra o meu alvo ao pé do de Bakura e também falava sobre a vida amorosa dele só para o chatear.

Ao fim de algumas horas o senhor bakura sai do quarto e fomos andando para o bar, pelo caminho disse com um sorriso:

- Sabes eu sei que vais encontra um gajo todo bom... Mas sei la... Tipo podias demorar menos tempo a apaparicar-te!
- Eu tenho que ficar bonita para o meu homem! - Disse Bakura na brincadeira, eu sabia que ele estava nervoso.
- A serio, não digas isso... - Disse morrendo a rir - Pelas fotos eles são cá uns pães!
- Humhum.
- Espero que tenha sorte e o meu também la esteja!
- Vais ver que esta. - Disse bakura olhando para as horas do telemóvel - Pelo menos o meu tem 99% de hipóteses de la estar. Hoje faz um dos seus turnos.
- Sortudo! A quase que aposto que com a sorte que eu ando o meu nem la põem os pés hoje. - Disse aborrecida - Mas sempre é melhor dar la um saltinho, há muito tempo que me andas a chatear para ir contigo a um bar Gay.
- Claro que ando, vai ser divertido, vais ver.
- Toou para ver! - Disse com um sorriso - Devíamos ir comer alguma coisa, estou cheia de fome.
- Bem que tal irmos aquele café? Comemos umas sandes e tá bom. - Sugeriu o Bakura
- Sim pode ser! - Respondi.

Entramos no café e pedimos duas bifanas e duas coca-colas, nos sentamos numa mesa e comemos enquanto apreciávamos o café. O café parecia ser popular pela juventude, pelo menos parecia ser o local onde se encontrarão. Entravam e saiam muitos jovens, alguns deles reconhecíamos eram amigos ou companheiros de classe dos nossos alvos. Um dos quadros do café fez-me recrutar uma foto e um dos ficheiros que tinha lido, aquele era um dos locais onde a família Shih Tzu frequentava. Sendo um dos locais mais populares para os jovens, mas nos últimos meses a família Shih Tzu não ponha la os pés no ficheiro diziam o porque de ele não voltarem la. Isso a mim fazia-me suspeitar que deveria ter acontecido alguma coisa naquele café que não tinha sido divulgado, teria que arranjar tempo para la ir.

Começamos a ir para o bar assim que tínhamos acabado de comer e pagado a conta. Pelo caminho vimos pessoas "conhecidas", isso fazia-me sentir bem começava a achar que podia encontra o meu alvo. Podíamos ver o bar ao longe avia muita gente a sair e a entrar, era mais concorrido do que tinha pensado. Entramos e eu fui-me sentar num sofá que la avia perto da entrada, enquanto bakura foi directo ao seu alvo sem me dizer nada. Começava a achar que ele já estava a ficar obcecado pelo gajo, devia ser falta de sexo.

Comecei a ver quem estava no bar via muitos amigos do Delun mas nenhum do Feng. Avia mais raparigas do que pensei no bar e mesmo raparigas, pois também havia muitos travestis. Ao fim de algum tempo Bakura veio me trazer uma bebida mas pouco falou comigo foi logo ter com o seu alvo, estava a ser uma seca estar la. Quer dizer todos os rapazes bonitos eram Gays, eram um desperdício de carne, mas avia algumas raparigas que até eram bem bonitas. Vi um grupo animado a dançar era amigos do alvo do Bakura e avia um ou outro que eram amigos do meu alvo por isso foi ter com eles e disse:

- Posso dançar com vocês? Eu sou nova e bem... O meu colega de viagem decidiu andar a namorar e me deixar sozinha.
- És nova na cidade? - Disse um rapaz da minha altura que pelos registos o nome dele era Keung.
- Sim!
- Bem me parecia, nunca te tinha visto por estes lados. - Disse Keung com um sorriso.
- Imagino que o teu colega é aquele rapaz que esta a falar com o barmen! - Disse um rapaz gordo que se chamava Huojin.
- É mesmo ele! - Disse com um sorriso - É o idiota do meu irmão mais velho.
- A mim parece que o Delun esta a gostar dele. - Disse uma rapariga mais baixa que eu chamada de Howin.
- O quem? - Perguntei
- É o barmen, ele é amigo nosso. - Disse a Howin com um ligeiro sorriso.
- Ok! Bem sendo que o meu irmão esta a falar com um amigo vosso... Bem espero poder ser vossa amiga... Quero dizer eu não conheço ninguém. Não me apetece nada ficar sentada á espera do meu irmão. - Disse com um tom de aborrecimento.
- Acho que te posso compreender! - Disse Howin - Quando estas dois vão ter com os namorados, este bar torna-se uma autêntica seca.
- EI! - Disseram os dois rapazes
- Imagino! - Disse rindo e batendo 5 na mão dela. - É bom saber que a pessoal porreiro por estes lados.
- Não! É bom nos ter encontrado primeiro... - Disse Keung fazendo movimentos com as mãos enquanto continuava a dizer - antes de fazeres amizade com pessoal de ma onda.

Todos se rirem com as palhaçadas que o Keung começou a fazer e então eu disse rindo:

- Bem... Talvez ta na hora de dizer o meu nome!
- Tinha-me esquecido disso - disse Huojin - Como aqui o pessoal se conhece todo... O meu nome é Huojin, ele é o Keung, ela a Howin, o rapaz que ainda não abriu a boca é o Longwei e a rapariga que saio daqui quando chegas-te é a Dandan.
- Ok! O Meu nome é Naomi e aquele ali é o meu irmão James. - Disse apontando para Bakura.
- Bem agora que nos apresentamos borra e beber alguma coisa? - Howin - Estou com cede.
- Por mim pode ser! - Disse Keung - Vens Longwei?

Longwei respondeu que sim com a cabeça e todos fomos pedir alguma coisa para beber. Eu pedi uma cerveja com coca-cola, os outros pediram Vodka, Licores e uma Gin a qual dividiram por todos. Depois dançamos um pouco e fomo-nos sentar num dos sofás com mesa e eles começaram a contar-me as suas aventuras, como uma luta com um preto que os tinha ameaçado ou as vinganças que tinha feito por os seus amantes os terem traído. Passado algum tempo fui buscar mais uma bebida ja que a minha tinha acabado, o álcool estava a começar a afetar.

"Não devia ter bebido a Gin! Por muito pouco que tenha bebido."

No bar pedi uma cola e quando ia para mi vira fui contra alguém e entornei metade da coca-cola para cima dos dois.

- Desculpa! Não te vi. - Disse a voz de um rapaz.
- A culpa foi minha, devia ter visto de passava alguém. - Disse olhando para a cola, para mim e por fim para o molhado dele - Desculpa estás todo molhado.
- Não faz mal, tenho como arranjar roupa.
- Por favor pode-me dar um pano - disse para o empregado, virei-me para o rapaz e perguntei - Mas não é longe?
- Ah... Não muito. - Responde o rapaz
- Toma - disse o empregado.

Agarrei no Pano, virei-me para ele, comecei a limpar o molhado dele e disse:

- Desculpa, e não quero que apanhes uma constipação por minha culpa.
- Não me conheces e já estas preocupada? - Disse o Rapaz com um sorriso.
- O que tem de não te conhecer? Sinto culpa na mesma... Ok! - Disse olhando para ele, era o meu alvo e melhor do que nas fotos.

"Que sorte e azar!"

- Pois... Nem todos são assim! - Disse Feng
- Pois mas eu não sou todos! Sou só eu mesma. - Disse com um sorriso enquanto limpava - Bem acho que já esta bom.
- Não ainda falta aqui... - Disse Feng tirando-me o pano das mãos e começando a limpar-me.
- És sempre tão usado?
- Olha quem fala!
- Bem como eu disse, eu sou eu - disse Rindo.
- Bem... Como podes ver esta bem melhor.
- Sim é verdade. - Disse olhando para os locais molhados - Bem vais-me dizer o teu nome ou terei que o arrancar?
- O Meu nome é Feng - disse Feng rindo - Qual é o teu?
- Naomi é um prazer. - Disse com um sorriso - Espero que para a próxima que nos cruzarmos não seja com bebidas não mão.
- O prazer é meu e eu não me importava.
- Estás-te a atirar a uma rapariga que mal conheces... - Disse com um sorriso maroto.
- Esta no meu ser. - Disse ele - Lan dá-me mais uma cola, para esta rapariga eu pago.
- Uma cola...
- Tenho que te pagar de alguma forma por te ter entornado a tua bebida.
- Então podes ficar com a minha que eu fico com aquela. - Disse agarrando na bebida que a Lan me dava - Não quero que fique sem nada.
- Como queiras.
- Bem não quero ocupar mais o teu tempo os teus amigos devem estar a tua espera.
- Eles não se importam, queres ir dar uma volta?
- Estas a pedir a uma pessoa que mal conheces?
- Não é que mal conheço, já sei que te chamas Naomi e agora tenho uma oportunidade de conhecer uma rapariga bonita. - Disse Feng com um sorriso - Não se tem esta oportunidade todos os dias.
- Hum… como és um rapaz bonito voou aceitar a tua proposta. Vou só avisar o meu irmão.
- Eu o meu. Nos encontramos na saída?
- Ok.

Era uma boa oportunidade para me aproximar dele, alem disso estava solteiro e via-se que andava a tentar arranjar miúda, tinha que aproveitar. Foi ter com Bakura e disse ao ouvido:
- Encontrei-o, vou com ele, fica bem com o teu amorzinho.
- Vemo-nos em casa.
- Adeus - disse para o alvo do Bakura. - Ok mano.

Encaminhei-me para a mesa dos meus novos amigos enquanto bebia a cola e disse:
- Vou dar uma volta com um gato! Pensei que aqui eram só Gays mas pelos visto me enganei.
- Nós vimos - disse Longwei.

"Finalmente ele disse alguma coisa mas parece que não gostar muito do tema."

- Não lhe ligas - Disse Huojin - Ele teve um fraquinho pelo rapaz mas ele deu-lhe com os pés.
- Estou a ver! - Afirmei olhando para Longwei.
- Aproveita! - Disse Howin - Enquanto durar.
- Porque dizes isso? - Perguntei dirigindo o meu olha para ela.
- Ultimamente as raparigas não duram muito tempo com ele. - Disse ela rispidamente.
- Bem o que der deu, não posso fazer nada - disse encolhendo os ombros - Ainda não soou a Super Mulher.
- Isso e verdade e não lhe ligues só esta com ciúmes. - Disse Keung com um sorriso
- Ei! - Reclamou ela.
- Ele é um bom tipo só está num mau momento. - Disse Howin.
- Então, porque? - Preguntei
- Coisas de família - Respondeu Keung
- Não te devias, meter nesses assuntos. - Disse Longwei ameaçadoramente.
- Bem eu vou andando, acho que a pessoas que não me querem aqui. - Disse colocando o copo na mesa e começando a ir-me embora.
- Não lhe ligues ele só esta de mau humor - disse Huojin colocando a mão dele no meu ombro.
- Ele está assim todos os dias - Disse Howin.
- Bem eu não lhe fiz mal nenhum para me tratar desse modo - disse
- Ele trata todos assim. - Disse Keung - Esta no ser dele.
- Bem ele está desculpado - disse com um sorriso - Eu não goste de confusões.
- Como queiras - Disse Longwei indo para o bar.
- Bem até um dia. - Disse enquanto acenava e saia dali

Quando sai do bar o Feng já estava a minha espera encostado a um poste, aproximei-me e disse:

- Olá! Muito tempo a espera?
- Não acabei de chegar.
- Então onde vamos?
- Vamos para o campo.
- O campo?
- Sim vais haver uma competição de basquetebol e eu vou participar. - Disse Feng com um sorriso, depois com uma voz mais preocupada continuou - Não queres ir ver?
- Parece interessante, mas confesso que não era bem o que eu esperava. - Disse com o dedo no queixo.
- O que uma pessoa que mal conheço pensava que a ia levar? - Disse Feng rindo pois sabia que me estava a picar.
- Bem a pessoa que mal conheces estava a pensar que a estavas engatar mas pelos vistos engano-me - disse fazendo-me de desentendida - Pelos vistos se lixou.
- Quem disse que não estou?
- A mesma pessoa que disse que podes não estar! - Disse com um sorriso - Bem vamos lá?
- Anda é por aqui.
- O Chefe manda! - Disse rindo.

Começamos a ir para o tal campo, que não estava tão longe como pensei e ainda bem assim não me ia doer os pés de tanto andar. Feng ia ao meu lado e falava-me dos seus adversários e dos seus colegas de equipa, que eu já conhecia mas isso ele não sabia.


Última edição por Dabila Nami em Qua 08 Ago 2012, 13:56, editado 1 vez(es)

_________________




Agente: 006

Dabila Nami
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 1434
Reputação : 2
Idade : 22
Localização : confidencial

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Erika Teixeira em Qua 08 Ago 2012, 04:03

Bem era hora de jantar e eu mais a sophie e a Salendiz fomos a um restaurante chines enquanto a Dabila e o Baruka foram ao bar do alvo de Baruka!

Chegamos ao restaurante entramos e sentamo-nos numa mesa perto de um janela com vista para um jardim grande com arvores e ums escorregas para as crianças! Nesse momento em que eu apreciava o jardim apareceu o empregado que mesa com a ementa. Neste momento tinhamos de ter cuidado e começar a usar so os nomes de disfarce.

- Ja sabem o que vao pedir? - perguntei eu.
- Eu nao, isto e so nomes esquesitos! - disse Eleonor
- Mesmo! Mas eu escolho este o "Yang Zhou Chao Fan"- escolheu a Leslie
- Eu vou ficar por este o "Chun Juan", o nome e mais pequeno! - disse eu
- Bem entao eu escolho... este o "Song Shu Gui Yu" - finalizou a Eleonor

Pedimos os pratos e digamos que ate estavam mais o menos! E no enquanto comiamos e conversavamos olhei em frete e vi o meu alvo o Boqin, só podis ser ele pois tudo batia certo com a descrição. Parei um pouco para pensar no que fazer como meter conversa com ele, e levantei-me dizendo que ia a casa de banho, dirigime pelo corredor fora até chegar perto dele e como por sorte estava uma mulher na casa de banho eu teria de ficar a espera ali ao pe dele por isso era uma boa altura para meter conversa:

- E pena só haver uma casa de banho agora temos de estar a espera! - comecei eu
- Sim tambem acho! Bem ja agora sou o Boqin! - apresenta-se ele
- Eu sou a Amy!

Nesse momento a senhora que se encontrava na casa de banho saiu e eu tive de entra para nao dar nas vistas, mas quando ia a fechar a porta ele diz:

- Podiamos-nos conecer melhor, se quizesses!
- Claro! - disse eu sorrindo, estava tudo a correr bem.
- Amanha no parque central as seis que me dizes? - sugeriu ele.
- Por mim tudo bem! Fica assim combinado!


Última edição por Erika Teixeira em Qua 08 Ago 2012, 18:54, editado 1 vez(es)

Erika Teixeira
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 280
Reputação : 0
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Salendiz Wolf em Qua 08 Ago 2012, 14:25

Leslie, Eleonor e Amy, decidiram jantar num restaurante chinês perto de casa. Já era a segunda refeição chinêsa que os agentes comiam, desde a sua chegada. Depois da natureza ter chamado Amy, Salendiz e Sophie conversaram, enquanto esperavam pela amiga.

- Bem já só faltam os olhos em bico para sermos 100% chinesas! - brincou Eleonor
- Haha é verdade, comemos comida chinêsa, temos casa em Hong Kong...mas ainda não falamos chinês...
- Harg! pois é...Watachiwa otaioma? - Disse Eleonor
- Cwataka hoyaa! - respondeu Leslie rindo

As duas amigas e antigas companheiras de recruta estavam a divertir-se imenso, embora a comida não fosse a mais saborosa. Eleonor reparou que a Amy tinha faládo com um rapaz antes de entrar no wc, mas não prestou muita atenção, mais tarde, quando ela chegou, vinha sorridente e murmurou:

- Tenho um encontro com o meu alvo! Isto está a correr bem!
- Que sorte, encontraste-o logo aqui! Eu e a Leslie é que ainda nem vimos os nossos... - Disse Eleonor
- É verdade, temos de ter atenção para ver se os vemos, seria bom que os encontrásse-mos já a todos, menos trabalho tinha-mos na segunda! - Disse Leslie

Depois do jantar terminar, as raparigas levantaram-se e foram pagar a conta. O empregado do restaurante deu-nos a conta e disse:

- 这里是您的帐户,二十三个欧元!

As três raparigas ficaram a olhar para o rapaz, com cara de parvas. Não sabiam falar chinês, como é que iriam responder? Eleonor decidiu responder em Inglês, talvez o rapaz as percebesse dessa forma.

- Hey...we can't talk chinese, do you understand what am I saying?
- Haha era a brincar, percebi que não eram de cá e preguei-vos uma partida! - riu-se ele
- Ah for God sake! Pensei que eras mesmo chinês...ufa - suspirou Eleonor
- Bem, quanto é que temos de pagar? - Perguntou Leslie
- 23 euros - respondeu o rapaz
- Muito bem, aqui está, obrigada pelo almoço - Disse Amy enquanto estendia a mão para lhe dar o dinheiro.
- Obrigado eu - respondeu o rapaz

Foi assustadoramente engraçado. Eleonor decidiu que não sairá de casa sem um dicionário, mais vale prevenir do que remediar.

- Hey querem ir á Biblioteca requisitar dicionários?

Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Sophie Adams em Qua 08 Ago 2012, 19:18

Depois de terminada a refeição e paga a conta, as três raparigas saíram do restaurante, às gargalhadas e, de vez em quando tentavam repetir uma ou outra palavra em chinês.

Como era cedo e ainda não tinham vontade de regressar à mansão, Leslie propôs a Eleonor e Amy que fossem ao centro comercial. Elas concordaram e então, as três raparigas apanharam um táxi que as deixou à porta do mesmo.

Foram a várias lojas, onde ficaram imenso tempo e experimentaram várias peças de roupa e fizeram muitas compras.

Depois de terem visitado todas as lojas de roupa feminina e de cosméticos, decidiram ir a uma loja de desporto e surf. Leslie gostou muito dumas vans bordeaux, por isso pediu ao empregado que lhe trouxesse o seu número.

Ele regressou com o par de sapatos e estendeu-lhe a caixa:

-Obrigada. -disse Leslie.
-De nada, fofinha.

Leslie olhou para ele, já pronta para lhe dar uma resposta torta, quando reparou que o empregado era o seu alvo, Enlai. Tal como na descrição e nas fotos, aperentava ter 17 anos, e tinha mesmo, tinha cerca de 1.75m, olhos verdes escuros e cabelo curto e preto. Era extremamente atraente.

-És muito atrevido, tu. -respondeu-lhe ela sorrindo.
-Ah, nada disso. Mas tenho olhos na cara e sei apreciar uma rapariga bonita.
-Aiai, tou mesmo a ver que és um mulherengo. -disse ela, corando um pouco.
-Ahah, isso é porque elas não me resistem. Sou o Enlai, já agora.
-Sou a Leslie.
-Nunca te tinha visto por estes lados, és nova cá?
-Sim, acabei de me mudar. Os meus pais morreram há pouco tempo num acidente que ocorreu durante uma viagem de barco e eu e as minhas irmãs -disse olhando para Eleonor e Amy - ficámos a morar com o nosso tio que arranjou um trabalho cá, recentemente.
-Oh, lamento. Desculpa ter tocado no assunto. O que posso fazer para te recompensar, pequenina?
-Ah, não faz mal. -disse ela fingindo estar abalada.
-Que tal pagar-te um copo um dia destes?
-Combinado, Casanova. -disse ela, piscando-lhe o olho.
-Óptimo, então. Sempre queres os ténis, princesa? -disse ele sorrindo.
-Óbvio. Sou de ideias fixas. -disse ela, sorrindo também.

Leslie pagou os ténis e Enlai entregou-lhos juntamente com o talão que comprovava a compra e também um papel com o seu número de telemóvel.
Depois as raparigas saíram da loja, passaram por uma banca de gelados e sentaram-se nuns bancos perto de uma fonte no meio do centro comercial a comê-los.

-Que sortudas, só eu é que ainda não encontrei o meu alvo. -disse Eleonor, cabisbaixa.
-Oh, foi uma coincidência. Além disso tens tempo para o conhecer, tontinha. Quem sabe não o vês ainda hoje... -respondeu Leslie.
-Duvido. -disse ela.
-Deixa-te de agoiros. -disse Amy.

Quando as amigas terminaram de comer o seu gelado, apanharam de novo um táxi que as deixou na mansão.




Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Dabila Nami em Qui 16 Ago 2012, 17:14

Feng deixo-me no banco e começou a jogar com os seu amigos. Como não queria ficar só a ver, perguntei:

- Ninguém tem um par de sapatinhas a mais, pois não?
- Para que as queres? - perguntou um dos amigos
- Para que achas? - Disse outro amigo dando-lhe um ligeiro estalo na cabeça.
- Queres jogar? Sabes? - Perguntou Feng com um sorriso.
- Sim quero! - disse com um sorriso - Digamos que não sou uma profissional mas também não sou uma amadora!
- Isso que dizer que sabes jogar? - perguntou um dos adversários
- Um pouco.
- Fixe! Tenho um par a mais mas estão um pouco para o suados. - disse outro da equipa adversaria - Tive a usa-los para o trino. Se quiseres podes-te juntar a equipa, faltava-nos um membro.
- Eu reparei. Sim eu aceito as sapatinha e prometo que darei o melhor que poder dar. - disse alevantando-me - Mas não posso garantir a vitoria.
- Nunca ninguém garante! - disse um dos meus companheiros de equipa.

O rapaz deu-me as sapatinha e eu calcei-as, elas arem grandes mas com um pouco de esforço conseguiria utiliza-las. Pedi maias para encher a sapatinha, e funcionou, com as maias a mais podia andar um pouco melhor. O grupo fez um plano de ataque, decidiu quem defendia quem e em que cada posição cada um ficaria. Pouco tempo depois estávamos a jogar, estando todos marcados e eu estava com a bola enquanto Feng tentava-me bloquear. Começava a ser giro tentar passa-lo, era uma luta intensa de olhares e risos com a bola. A minha equipa perdeu mas por 1 só ponto, tinha sido bastante reunido e todos os da minha equipa tinha marcado, tal como a equipa adversaria. Fiquei a falar com as duas equipas durante muito tempo, e voltei a calçar os meus saltos. Os amigos do Feng eram muito simpáticos e bem malucos, tinha-me contado com cada historia mas nada que fosse importante para a missão. No final despediram-se e cada um foi para sua casa ficando novamente sozinha com o Feng.

- Sozinhos de novo. - disse olhando para ele enquanto estava sentada na relva.
- Achas mau?
- Nunca disse isso! - Respondi com um sorriso - mas posso ter insinuado. Achas que foi muito directa?
- Estas a brincar. - Disse ele empurrando a minha cabeça com uma mão levemente.
- Sim. - disse com um sorriso - Agora o meu raptor pensa-me levar para onde?
- Prender-te em algum lugar onde só eu te possa ver ou tocar - respondeu com um riso maléfico.
- Mas com comida e bebida?
- Claro.
- Tem mais alguma coisa incluída?
- Conforme!
- O que?
- Com o que queres!
- Hum... o que quero... bem... neste momento... conhecer pessoas e ter muito, muitos amigos. - disse alevantando os braços - Não quero sentir-me sozinha, de novo.
- Porque dizes isso?
- Já é a segunda vez que mudo de lar e é muito difícil habituar-nos a fazer amigos para depois deixa-los.
- Eu compreendo, quando vim para aqui sentia-me como um cão abandonado e sem dono, num lugar desconhecido.
- É mais ou menos como me sinto mas agora parece que tenho um amigo.
- Que parece que quer mais que isso!
- hum... Bem, eu não me importo muito - disse rindo
- Isso quer dizer que posso ter hipóteses?
- Quem sabe - disse com um sorriso e começando a ir-me embora.
- Onde vais?
- Estou a tentar fugir do meu raptor - Respondi rindo
- Ei porque?
- Bem porque ele me raptou e porque o seu fiel irmão deve estar a seu espera - disse rindo.
- Então aqui o rapaz vai leva-la em segurança até ele.
- Pare-se me bem.

Começamos a andar e ficamos em silencio até que eu perguntei:

- Amanha voltarei a verte?
- Se o quiseres sim.
- Claro que quero!
- Ainda bem.
- Então onde nos vemos?
- Queres-te encontrar comigo no bar as 23h?
- Sim, ai estarei. Agora que penso melhor és gay?
- Não!
- Então porque estavas naquele bar?
- O meu mano trabalha la.
- Como é que eu vou ter a certeza que estas a falar a verdade?
- Bem, porque um gay não estaria desejoso se fazer isto. - disse ele aproximando-se e beijando-me ardentemente enquanto puxava o meu corpo para mais perto do dele.

Os meus sentidos rodopiavam perante a inesperado contacto dos seu lábios deixo-me sem folgo. Tinha o provocado eu sabia mas não esperava que ele atacasse mesmo, não estava a espera e muito menos com aquela intensidade.

"Ele sabe beijar!"


Última edição por Dabila Nami em Sab 27 Out 2012, 09:41, editado 3 vez(es)

_________________




Agente: 006

Dabila Nami
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 1434
Reputação : 2
Idade : 22
Localização : confidencial

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Erika Teixeira em Qui 16 Ago 2012, 22:41

Depois de irmos a um centro comercial e comer-mos um gelado cada uma que por acaso soube-me muito bem, fomos para a mansao, estava estafada e cheia de sono por isso fomos todas para os nossos quartos mas eu mesmo cheia de sono nao conseguia dormir por causa do encontro de amanha com o meu alvo!

Deitei-me na minha cama mas nao conseguia pregar olho por isso pensei em ir beber um copo de agua ou um sumo para fazer horas para conseguir dormir! Desci até a cozinha e fui buscar um copo de sumo de laranja natural fresquinho, e nesse instante vi a Leslie:

- Entao que fazes por aqui? - perguntei eu.
- Nada de especial, só nao estava com muito sono e decidi vir beber algo e comer umas bolachas. Queres? - respondeu ela.
- Já que perguntas, claro que quero! - afirmei eu, nesse momento aparece a Eleonor.
- Ouvi barulho e decidi vir ver quem era! Bolachas e sumo... Mmm tambem quero! - disse ela sorrindo.
- Toma um copo de sumo e tira umas bolachas! - ofereci eu.
- Entao não vao dormir?! - perguntou Eleonor
- Isso pergunta-mos nós? - Dissemos eu e a Leslie.
- Por acaso este suminho ja me esta a dar a modos que o sono... - repondeu olhando para o sumo.
- Somos duas! - disse eu
- Bem vamos dormir entao... Xau as duas! - respondeu Leslie.
- Xau! - dissemos nós (Eleonor e Amy)

No dia seguinte acordei por volta das 10h, vesti-me e fui tomar o pequeno almoço, depois sai de casa para ir dar uma volta já que a escola começava depois de amanha, tinha de aproveitar hoje para acabar de ver a cidade e dar umas voltinhas. Fiz tempo até as 18h pois nessa altura iria me encontrar com Boqin.

O tempo passou num isntante e já eram 18h, fui até ao parque central e sentei-me lá num banco em frente a um lago á espera do meu alvo. De repente ouço uma voz:

- Ola... Amy certo?
- Olá, sim certo! - comprimentei eu o Boqin.
- Esperas-te muito? Desculpa estava ali a praticar um bocado parkor!
- A sério praticas, adoro ver isso, e gostava de saber fazer mas é muito complicado! - digo eu
- Se quiseres um posso te ensinar umas coisas basicas! Combinamos um dia ou assim! - convida Boqin.
- Sim quero adorava!
- Entao fala-me mais de ti es de onde! - pergunta ele.
- Eu sou inglesa, mas mudei-me para cá mais o meu tio pois ele arranjou ca emprego. – respondi sorrindo.
- Não tens pais? Desculpa a pergunta!
- Não faz mal, eles morreram já a algum tempo numa viagem de barco! Mas é melhor mudar de assunto!
- Sim também acho! Olha esta ali um gelado, queres!´
- Sim, mas eu tenho aqui dinheiro…
- Faço questão de pagar! Por favor, deixa lá Queria te dar alguma coisa!
- Pronto já que insiste, eu aceito mas para a próxima sou eu! – digo sorrindo
- Estas me a convidar para uma próxima?
- Porque não! - Digo eu

Dirigimo-no para a gelataria e pedi-mos um gelado para cada um, passea-mos um bocado, quando olha para as horas e digo:
- Bem tenho de ir esta a ficar tarde!
- Já? - diz ele indignado
- Sim tem de ser! Adeus… - digo eu dando-lhe um beijo na cara.
Nesse momento puxa-me e espeta-me um beijo na boca, fico sem saber o que fazer, estava tudo a correr tao bem!
- Bem até a próxima! Xau! – diz ele sorrindo


Última edição por Erika Teixeira em Qui 23 Ago 2012, 20:31, editado 1 vez(es)

Erika Teixeira
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 280
Reputação : 0
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Salendiz Wolf em Seg 20 Ago 2012, 17:06

Depois de Amy ter saído, Eleonor, Naomi, Leslie e James foram tomar o pequeno almoço.

- Hey! Alguém quer ir dar uma voltinha ao centro comercial? Talvez alguém encontre alguém se é que o alguém entende quem é o alguém... - Disse Eleonor
- Sal...sabes que te adoro...mas não podes estar boa da cabeça! - Disse Leslie
- Harg...ninguém percebe as minhas metáforas! Vem comigo ao centro comercial, pode ser que encontres o teu moço...o...
- Enlai?
- Esse mesmo! Estás a ver como consegues? - Disse Eleonor
- Consigo oquê? Sal, andaste a comer gomas? - Perguntou Leslie
- Não!
- Sal!!
- Pronto...comi gomas...Mas vem comigo!
- Aff! Está bem...
- Yay! Vai-te vestir!
- Fui o único que não percebi nada do que se passou ou tu também não percebeste, Nami? - Perguntou James.
- É que nem sei... - Respondeu Naomi

Depois de chegarem ao centro comercial, Leslie e Eleonor foram direitas ás lojas.

- Olha, vamos aquela loja que tem um vestido vermelho na montra! - Pediu Leslie
- Está bem, depois escolho eu.

Estiveram cerca de uma hora para ver toda a loja e experimentar tudo o que gostavam, Leslie saiu da loja com 4 sacos de roupa.

- Boa, vou riscar esta da minha lista. Vamos á loja com o spongebob chinês na montra! - Disse Eleonor.

Enquanto estavam na loja de disfarces, Eleonor experimentou um chapéu do Patrick.

- Hey Leslie, eu vivo numa pedra e tenho um QI de 0,0001% - Disse enquanto andava para trás.

Eleonor foi contra uma rapariga com um aspecto muito semelhante ao seu. As duas raparigas levantaram-se e ficaram a olhar uma para a outra, estupefactas.

- Leslie...Levas-me ao hospital? Comi gomas a mais e agora estou a ver uma rapariga igual a mim!
- Eleonor, é mesmo uma rapariga igual a ti!
- Desculpa, não fui contra ti de propósito! - Disse Eleonor
- Ah não faz mal! Está sempre a acontecer!
- A sério?! - Perguntou Eleonor.
- Não! Hahahahaha assustei-te! Sou assustadora, o que posso fazer! - Riu Yanyu
- Hey!
- Haha estava a brincar, sou a Yanyu - Disse Yanyu.
- Sou a Eleonor, prazer em conhecer-te.
- Eu sou a Leslie, prazer!
- Vocês não são de cá, pois não? - Perguntou Yanyu.
- Não, mudámo-nos recentemente para cá, com os nossos tios. - Respondeu Eleonor
- Fixe!
- Eu vou á loja de desporto, xau!
- Hasthma Leslô!
- Xau - Disse Yanyu.
- Eleonor, queres fazer uma coisa radical?!
- Não sei...
- Boa! Anda daí!
- Aaaa...Okay...


Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Sophie Adams em Ter 21 Ago 2012, 02:30

Depois de Amy ter saído, Eleonor, Naomi, Leslie e James foram tomar o pequeno almoço e Eleonor propôs que fossem novamente ao shopping. Leslie aceitou a proposta pois teria hipóteses de encontrar o seu alvo novamente.

Quando chegaram ao shopping, Leslie e Eleonor foram direitas às lojas.

Estiveram cerca de uma hora para ver toda a loja e experimentar tudo o que gostavam, Leslie saiu da loja com 4 sacos de roupa.


- Hey Leslie, eu vivo numa pedra e tenho um QI de 0,0001% - Disse Ellie enquanto andava para trás com um chapéu do Patrick. -depois de sair de uma loja de disfarces.

Eleonor foi contra uma rapariga com um aspecto muito semelhante ao seu. As duas raparigas levantaram-se e ficaram a olhar uma para a outra, estupefactas.

- Leslie...Levas-me ao hospital? Comi gomas a mais e agora estou a ver uma rapariga igual a mim!
- Eleonor, é mesmo uma rapariga igual a ti!
- Desculpa, não fui contra ti de propósito! - Disse Eleonor
- Ah não faz mal! Está sempre a acontecer!
- A sério?! - Perguntou Eleonor.
- Não! Hahahahaha assustei-te! Sou assustadora, o que posso fazer! - Riu Yanyu
- Hey!
- Haha estava a brincar, sou a Yanyu - Disse Yanyu.
- Sou a Eleonor, prazer em conhecer-te.
- Eu sou a Leslie, prazer!
- Vocês não são de cá, pois não? - Perguntou Yanyu.
- Não, mudámo-nos recentemente para cá, com os nossos tios. - Respondeu Eleonor
- Fixe!
- Eu vou à loja de desporto, xau!
- Hasthma Leslô!
- Xau - Disse Yanyu.
- Eleonor, queres fazer uma coisa radical?!
- Não sei...
- Boa! Anda daí!
- Aaaa...Okay...

Leslie dirigiu-se novamente à loja de desporto da última vez, mas não encontrou Enlai. Como não lhe apetecia ver mais lojas e não sabia onde se tinha metido Ellie, resolveu passar pelo McDonalds.

Quando estava a terminar o seu sundae, ouviu uma voz familiar sussurrar-lhe ao ouvido:

-Salut chérie! Qu'est-ce que vous faites ici?

Leslie reconhecia aquela voz mas não conseguia associá-la a ninguém. Virou a cabeça e reconheceu os olhos verde-escuros e o cabelo preto do rapaz que estava à sua frente. Era Enlai.

-Epah. Não sabia que além de um engatatão incurável, eras poliglota. -disse-lhe ela mostrando-lhe a língua.
-Ahah, nem pensar. Safo-me no inglês e no francês e só falo chinês porque sou de cá. -disse ele sorrindo.
-Hmm está bem.
-Mas porque anda uma menina tão bonita aqui sozinha, à mercê de qualquer malandro mal-intencionado?
-Hmm, queres dizer, assim como tu? -disse ela soltando uma risadinha.
-Eu? Nada disso! Consigo só tenho boas intenções.
-Ai sim? E quais são elas?
-São estas aqui. -disse Enlai levantando-se da sua cadeira e carregando Leslie ao colo.
-Hey! Enlai! Põe-me no chão, idiota! Que pensas que estás a fazer?
-Tem calma, pequena. Estás prestes a descobrir o que vou fazer.
-Eu quero saber já! -disse ela, tentando libertar-se dos musculados braços de Enlai.
-Aiai, que impaciente! Tem calma, bebé. Não te enerves. Ainda tens um ataque cardíaco.
-Ahah que engraçadinho. A sério, diz lá pra onde vamos. E... aah... pousa-me no chão se não te importares.
-Okay. -disse ele soltando-a e pousando-a no chão. -Já está, satisfeita?
-Não completamente.

Enlai ignorou as palavras de Leslie. Depois contornou-a e vendou-lhe os olhos. Voltou a carregá-la até ao elevador e depois sentou-a no banco do pendura do seu lindo BmwX3.

Depois de conduzir durante, sensivelmente, uma hora e quinze minutos, estacionou o carro. Retirou Leslie do seu lugar e segurou a sua mão, conduzindo-a até à areia. Leslie suspeitou logo do lugar em que estava.
Em seguida, retirou-lhe a venda e sorriu.

Tal como Leslie suspeitara, encontravam-se na praia. Era linda. A areia era branca e a água muito azul e límpida.

-Ohh... É linda Enlai. -disse Leslie, sorrindo.
-Melhor teres cuidado não vá ela querer competir com a tua beleza, princesa.
-Deixa de ser tonto.
-Ohh eu não sou tonto.
-Pronto, és doido.
-Só se for por ti...

Leslie ficou super embaraçada e sentiu as suas bochechas aumentarem drasticamente de temperatura.

-Ahah consegui deixar a menina resposta-na-ponta-da-língua sem reação. Sou muito bom mesmo.
-E convencido também, seu gordo.
-Tás a chamar quem de gordo?
-Hmm... àquele arbusto ali. Tá um bocado redondinho ele, não está? Meio anafadito.
-Realmente agora que reparo...
-Claro que te estou a chamar de gordo a ti, idiota! -disse Leslie atirando água à cara de Enlai.
-Estás com vontade de brincar, tu... -disse ele atirando-se para a água e puxando o pé dela enquanto se encontrava por baixo da mesma. Ela escorregou e ficou de joelhos no meio das ondas, completamente molhada.
-Isto não fica assim, sua peste! -disse ela correndo em direção a ele e atingindo-o várias vezes com água.

Ali ficaram durante horas e horas a fio, a atirar água e areia um ao outro, tendo ficado num estado deplorável. Deitaram-se na areia e Enlai, sorrateiramente, segurou a mão de Leslie. Depois virou-se para ela e disse-lhe, com um olhar meigo:

-Adorei a tarde, miúda. Temos de repetir.
-Eu também, Casanova. Hmm... sim, na boa, quando quiseres. Mas já está a ficar tarde e não quero preocupar os meus tios... Acho melhor irmos andando.
-Oh, está-se tão bem aqui. Não vás. Não me deixes, por favor! Vou ficar tão só e abandonado! -disse ele fingindo uma expressão sofredora.
-Deixa de ser estúpido. Temos tempo de sobra para voltar a estar juntos.
-Oh pequena mas eu quero estar contigo agora. Telefona lá aos teus tiozinhos a avisar que vais chegar só depois do jantar...
-Ah, pronto, está bem... Que chato, tu!

Leslie telefonou a Vougan a avisar que chegaria mais tarde pois encontrava-se na companhia do seu alvo.
Quando terminou a chamada, olhou para Enlai.

-Estou cheia de fome, vamos comer?
-Sim, ia dizer-te o mesmo agora.

Entraram os dois no carro e pararam numa pizzaria. Quando acabaram de comer, foram até a um parque ali próximo, onde ficaram a conversar animadamente e a conhecer-se melhor. Tal como Leslie já sabia, Enlai adorava os seus amigos e o surf. Era lindo, muito engraçado e simpático.

-Bem Enlai, a companhia e o ambiente estão fantásticos mas agora tenho mesmo de ir... Já é tarde.
-Oh... Está bem, eu deixo-te em casa.

Enlai deixou Leslie à porta de casa.

-Adeus, Casanova. Adorei a surpresa, obrigada.
-De nada, fofinha. Sempre às ordens. Tchau, fica bem.

Ele virou as costas e Leslie preparava-se para entrar em casa quando, de repente ele a vira ao contrário, a encosta à porta e lhe dá um beijo apaixonado.

-Sonha comigo, princesa. -disse ele, piscando-lhe o olho.

Dito isto, Enlai regressou ao seu carro e foi-se embora. Leslie ficou estupefacta mas ao mesmo tempo satisfeita pelo rumo que a missão estava a tomar.

Abriu a porta e dirigiu-se ao seu quarto, fazendo o mínimo barulho possível para não acordar os outros querubins. Quando se deitou na sua cama confortável, adormeceu quase imediatamente.






Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Erika Teixeira em Qua 05 Set 2012, 19:28

A missao estava a correr bem. O primeiro dia de aulas era amanhã, estava nervosa. será que ia conhecer Meilin (o meu outro alvo).
Fiquei a noite a pensar nisto e no dia seguinte tomei banho, vesti-me e preparei as coisas, sai da mansãojuntamente com Eleonor e com Leslie, Apanhamos o autocarro e chegamos à escola já em cima da hora e derigimos logo para a sala de aula.
Bati à porta e veio um colega abrir, a professora mandou entrar e fazer a minha apresentação:
- Olá a todos, sou nova aqui e chamo-me Amy e tenho 15 anos!
- Não és de cá então vies-te de onde se puder-mos saber!
- Sou inglesa, vim para este pais derivado à morte dos meus pais durante uma viagem de barco e agora eu mais as minhas irmãs vivemos juntamente com as minhas primas e o meu tio que conseguio arranjar emprego por cá.
- Muito bem Amy, então bem vinda á turma! Eu sou a professora Xylin! Podes-te sentar aqui ao lado da Meilin!
Sentei-me e com sorte tinha-me sentado mesmo ao lando do meu alvo, tentei meter conversa:
- Ola!
- Ola... Uma colega nova para eu inquetar! - disse ela rindo.
- Gostas assim tanto de inquetar alguem? - pergunto eu
- adoro, nem imaginas o quanto! Ainda por cima vais estar ao meu lado todas as aulas, não podia ser melhor!
Fazer amizade com Meilin foi mais complicado, mas com o tempo eu tinha de conseguir!
As minhas irmas tambem estavam nas suas respetivas aulas.

Erika Teixeira
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 280
Reputação : 0
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Dabila Nami em Sab 27 Out 2012, 10:41

- Bem isso foi inesperado! - Afirmei um pouco atrapalhada e tonta.
- Foste tu que provocas-te! - Disse ele rindo.
- E tu continuaste! - Disse dando um empurram ao de leve com um sorriso. - Nos vemos amanha! Agora tenho um mano para ir buscar.
- Tas mesmo a pensar em interrompe-los? - Perguntou Feng com um sorriso e apontando para um canto.
- Bem... eu... Não!
- Foi o que eu pensei. - Disse ele rindo e agarrou a minha mão para chamar a minha atenção novamente para ele. - Então onde é a tua casa?
- Algures na terra e a tua? - Disse com um sorriso.
- Perto de estradas.
- As minha também! Temos tanta coisa em comum.
- Anda lá, onde é?
- É numa das mansões. - sussurrei.
- Então e perto da minha.
- Também vives numa? - Perguntei espantada.
- Sim.

Feng levou-me a casa e falamos de muita coisa sobre o caminho. Assim que entrei a casa contei ao tio e minha queridas primas o que eu tinha conseguido aquela noite e o que achas que o meu irmão tinha conseguido. As minha primas contam-me o que lhe tinha acontecido a elas. Antes de ir me deitar mandei um sms ao Bakura a dizer-lhe que ja tinha regressado a casa. No dia seguinte tentei encontra o meu outro alvo, mas não consegui por isso só me preparei para o encontro com Feng. Quando o vi estava com alguns amigos do basquetebol e outros que não conhecia, sem me importar me juntei a ele e comprimente-os. A noite foi passada a jogarmos jogos como matraquilhos, corridas de carros, etc. Feng e eu andávamos sempre a picar um ao outro, enquanto a rapaziada brincava e mandava bocas. Quando cheguei a casa fui direita para o quarto e mal cai na cama adormeci.

Na segunda feira foi com o Bakura para a escola, sendo que as minhas primas estavam atrasadas. Tinha acordado cedo por não conseguia dormir mais, tomei e preparei o pequeno almoço, depois fui para o banho e então vesti-me. Ao entramos na escola vimos que esta era enorme, principalmente sendo privada e para tão poucos alunos.

- Sebes para onde temos que ir? - Perguntei.
- Mana não faço a menor ideia! - Respondeu meu mano.
- Também te perdes só de olhar - Disse com um sorriso.
- Sim!
- Acho que as minha aulas são para ali! - Disse apontando para um grupo de pessoas, então continuei com um sussurro - Vejo os meus colegas de turma.
- Agora que falas nisso, a mim é para ali.
- Tinha que ser zonas opostas.
- Tas com medo.
- Não, toou com receio de me meter numa alhada. - Disse com um sorriso. - Seja o que Deus quiser.
- Boa sorte para mim também. - Disse Bakura um pouco chateado.
- Não sei porque dizes isso, na outra noite estavas-te a dar muito bem com ele. - Disse com um sorriso maroto - Até onde chegaram?
- Naomi!
- Até ja - Disse deitando a língua de fora.

Aproximei-me do grupo de pessoas que eram da minha turma e perguntei:
- Desculpem, mas vocês sabem onde vão ter aulas o 10ºB?
- Sim. - Respondeu um rapaz que se chamava Guowei. - És nova por aqui.
- Sim. Estão onde é?
- Nos somos do 10ºA. - Disse uma raparia - O meu nome é Luli e tu como te chamas?
- O meu nome e Naomi. - Disse com um sorriso - Pensava que não ia encontra ninguém do 10ºB tão facilmente.
- Anda eu mostro-te a escola. - Disse Luli com um sorriso - Não e muito difícil de nos localizarmos.

Luli mostro-me parte da escola e depois levou-me para a aula. As primeiras 2 aulas não calhavam com nenhum dos meus alvos, por isso só dei o meu melhor para fazer alguns amigos e prestar atenção nas aulas. Nos intervalos passava a vida a procura da sala seguinte, mesmo com a ajuda de alguns da minha turma me perdia. Quando estava a caminha da terceira aula fui contra Feng e disse enquanto apanhava as coisa no chão:
- Devias ver por onde andas pá!
- Pois e eu devia ter-te perguntando em que escola ias! - Disse ele com um sorriso e me ajudando a apanhar as coisa.
- Porque raios eu deveria dizer.... - Parei a fala quando o vi. - Desculpa, não te vi.
- Estas muito chateada. - Disse ele ajudando a levantar-me - O que se passa?
- Digamos, que ja me perdi um monte de vezes aqui. - Confessei.
- Isso vai-te acontecer os primeiros dias mas depois habituas-te.
- Se tu o dizes.
- Onde é que a minha subordinada ia?
- A tua subordinada ia para as aulas, já que é isso que eu acho que se faz numa escola - Respondi com um sorriso.
- Pois... Vais para que aula?
- Inglês do 10º.
- Que sorte.
- Como assim que sorte? - Perguntei um pouco desconfiada.
- Vais ter aulas comigo! - Disse com um grande sorriso e me guiando.

_________________




Agente: 006

Dabila Nami
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 1434
Reputação : 2
Idade : 22
Localização : confidencial

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Sophie Adams em Sex 02 Nov 2012, 23:01

No dia seguinte tomei banho, vesti-me e preparei as coisas para a escola. Como estávamos atrasadas, eu, Amy e Eleonor só tivemos tempo de pegar numa maçã e correr para o autocarro que nos deixaria em frente à escola.

Chegámos lá em cima da hora e dirigimo-nos cada uma para a sua sala de aula. Quando lá cheguei bati à porta. Abriu-a uma senhora atarracada, com um nariz pontiagudo, cabelo grisalho apanhado num carrapito, e, como é óbvio, olhos "rasgados".

-Bom dia, menina. Como se chama? - disse a professora.
-Leslie Gilbert, senhora. - respondi.
-É a nova aluna, não é? - perguntou ela.
-Sim. - afirmei.
-Entre e sente-se onde quiser. Já devia ter chegado há muito tempo. - disse a professora de Matemática, num tom áspero. - Alunos, esta é a Leslie Gilbert, uma nova aluna na escola.

Ouviram-se alguns assobios e comentários dos alunos e Leslie sentiu que corara.
Apressou-se a sentar-se numa carteira na fila do fundo da sala e observou a multidão, à procura de Enlai. Olhou em todas as direções e não avistou o cabelo negro brilhante do rapaz nem a pulseira de couro que usava sempre. Desistiu, desanimada e começou a rabiscar um papel para se distrair, até que levantou a cabeça do mesmo quando ouviu alguém bater à porta.

Lá vinha ele. Pediu desculpas pela demora na casa de banho, alegando que esta estava com uma fila enorme, que tinha sido o motivo do seu regresso retardado. A professora resmungou uma ou outra palavra e ordenou-lhe que se sentasse e os alunos desataram às gargalhadas. E lá foi ele, com o seu sorriso maroto, enquanto a docente repunha a ordem na sala de aula. Mas algo o distraiu. Reparou em Leslie. Fez um sorriso rasgado e passado alguns segundos, ela sentiu o telemóvel a vibrar no bolso.

"Posso saber o que faz uma princesa numa espelunca como esta? (; "
"O mesmo que o menino xP"
"Ah, então veio passear . xD"
"Ahah, óbvio. xd"
"Saímos hoje, boneca? *-*"
"Depende.. Pra onde me queres levar? xD"
"Para Marte, pode ser? (a)"
"Acho que preferia Neptuno :c"
"Tontinha xD Agora a sério, vamos à discoteca logo à noite?"
"Está bem, moço."
"Vou-te buscar às 23h00 (:"
"Tábom. Até logo. Beijinhos."
"Eish, a despachar-me xD Tábom, té logo então menina. Beijos."

Depois disso, a campainha soou e todos os alunos foram para o intervalo. Leslie foi ter com Amy e Eleonor ao pátio, num canto pacífico, onde todas contaram os seus progressos na missão. Estavam todas entusiasmadas e contentes, mas ansiavam pela hora em que finalmente poderiam entrar na casa dos alvos e proceder à colocação das escutas e câmaras nas mesmas, de modo a recolher provas contra eles.

Depois de conversarem bastante, foram até ao bar da escola, onde compraram uns pequenos snacks. Depois, regressaram às suas aulas.

Leslie demorou a encontrar o caminho. Pediu desculpas pelo atraso ao que o barrigudo e bigodudo professor de Biologia acenou com a cabeça. Leslie sentou-se de novo na fila de trás. Tentou prestar atenção mas não conseguiu por isso falou com os colegas que se encontravam ao seu lado. A menina sentada no seu lado direito, Yuki, era muito bonitinha e simpática, mas a do seu lado esquerdo, Annyka tinha um ar desmazelado e era extremamente mal-educada.

Leslie apresentou-se às duas, mas foi com Yuki que sentiu mais empatia. Rapidamente de tornaram amigas e começaram a falar sobre os colegas da turma, a escola em geral e sobre si próprias. Quando a aula terminou, já tinham trocado os números de telemóvel e combinado ir à festa de máscaras de Kyra, o melhor amigo de Enlai, que seria no fim de semana.

A campainha soou de novo e desta vez Leslie dirigiu-se à cantina, retirou um tabuleiro, talheres, um copo, um guardanapo e esperou pela sua porção de comida. Depois, sentou-se numa mesa sozinha, à espera de Amy e Eleonor.

Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Erika Teixeira em Sab 10 Nov 2012, 00:59

Todas nós já tinha-mos tido a primeira aula, e conhecido os outros alvos digamos assim. Depois da segunda aula que no meu caso foi Historia (algo que nao me agrada). Era hora do almoço, vamos lá ver o que servem aqui, dirigime para o refeitorio e coloquei-me na fila, não via nenhuma das minhas supostas irmãs (Leslie e Eleonor), de seguida peguei num tabuleiro e nuns talheres, continuei a andar e quando fui a ver estava com um prato de comer á minha frente, mas uma comida com um aspeto não se diga horrivel ou simplesmente repugnante, era uma especie de peixe com arroz cru e depois um molho, até tinha medo de provar, continuei a caminhar, pegeui num copo e ia para me deslocar para uma mesa quando vejo a Leslie numa mesa sozinha, e vou para ao pé dela.

Pouso o tabuleiro, puxo uma cadeira e sento-me. Ela estava como um garfo na mão a mexer o comer, este ainda estava a ficar com um aspeto pior que o que estava, de certeza que ela ainda nem tinha reparado que eu ali estava.
- Halo, terra chama Leslie! - digo eu abanando a miha mão em frente á cara dela.
- O que? Disses-te alguma coisa?! - diz ela de repente.
- retirando a parte de dizer "terra chama Leslie", não, não disse mais nada... - digo sorrindo
- Desculpa, estava aqui a pensar... enquanto esperava por vocês! - diz ela, depois chega-se ao meu ouvido sussurrando - A tua missão esta a correr bem?!
- Sim retirando a parte da minha querida Meilin ser um piorio, e a aula de historia com ela sempre a macacrar-me tambem ser um piorio, sim esta a correr otimamente bem... - digo sussurando e dando um sorriso.

Depois continuamos a conversa enquanto tenta-mos nao olhar para o adoravel comer. Saímos do refeitorio e vamos ter com Eleonor, conversamos um bocado e assim.
A Meilin passa ao pé de nós e direge-se para mim:
- Oh, raparigazita... já que es da minha turma, tenho de te aturar todas as aulas mas até me ajudas nos testes e nos trabalhos de casa estás convidada para a a minha festa, amanha a tarde em minha casa, se quiseres aparece... - Entrega-me o convite e continua a andar.
Eu dirijo-me para Eleonor e Leslie:
- Viram! É a minha oportu... - nesse momento toca a campainha e lá íamos nós para mais uma aula - nidade!

Chego á aula de Fisica, e sento-me novamente ao lado da Meilin.
- Obrigada pelo convite de á bocado!
- Não tens que agradecer, agora ve-lá ó pezinho de salsa como e que vais vestida e vê se te comportas como eu, uma pessoa importante... - A Meilin é interrompida pelo professor.
- As meninas querem conversar é? - diz ele irritado, como uma cara mais parecia que tinha visto um fantasma, ou se não viu o seu reflecto no espelho e assustou-se.
- Desculpe professor fui eu! - disse eu
- Então vamos lá ver se está com mais atenção! - diz ele.
- Obrigada, aí pela defesa... - diz Meilin
- De nada! - digo sorrindo
- Tu até es fixe! Se quiseres passar por minha casa hoje depois das aulas para eu te ajudar com a rooupa para a minha festa, podes passar!
- A sério?! - digo eu um pouco surpresa com a proposta
- Sim... Amanha tens de estar em condiçoes para aparecer em minha casa!

Agora sim a missão estava a correr ás mil maravilhas...

Erika Teixeira
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 280
Reputação : 0
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Salendiz Wolf em Dom 31 Mar 2013, 16:45

Salendiz foi arrastada pela Yanyu até ao corredor das casas de banho, perto de uma loja que ja tinha visitado com a Leslie.

- Pronto já me podes largar! - Gritou SalendiZ.
- Shiu! Fala mais baixo, se alguém de ouve pensa que te estou a raptar... - Sussurrou Yanyu
- Olha...é o que estás a fazer...
- Não estou nada, olha consegues subir até aquela câmara de vigilância e tapá-la?
- Eu tenho o mesmo tamanho que tu... E porque raio hei de faze-lo?
- Então sobe para cima de alguma coisa, sei lá. Desenrasca-te, vou ali roubar maquilhagem. Não fujas!
- Haaan?

Salendiz esperou que Yanyu voltasse antes de fazer o que quer que fosse. Quando a rapariga voltou ficou espantada ao ver que Salendiz nada tinha feito á câmara.

- Mas tu não a tapaste? - Perguntou Yanyu
- Olha não me explicaste nada. - Respondeu Salendiz
- Eu disse que ia roubar maquilhagem! Agora já devem ter visto a minha cara.
- E agora?
- Agora deixa-me fazer desenhos na parede, tapa a câmara com qualquer coisa, tenta chegar lá.
- Isto não é radical...é estúpido...
- Ai é? Então não tapes, faço assim mesmo. Pode ser que aches radical fugir da polícia.
- Eu não vou fazer nada, não tenho de fugir.
- És cumplice.
- Se eu sair já daqui não!
- Eles já te viram, és tão culpada quanto eu.
- Então vou-me embora já! - Salendiz virou costas e começou a andar.
- Então escrevo aqui o teu nome. - Yanyu escreveu na parede "Eleonor esteve aqui"
- És um bocado parva...há montes de pessoas com esse nome.
- Aqui não! - riu-se Yanyu
- Olha, apaga isso! - gritou Salendiz
- Obriga-me!

Salendiz tirou a mala e atirou-a contra Yanyu, mas esta baixou-se e a mala acabou por ir contra um rapaz que estava a sair da casa de banho, este escorregou e caiu.

- Oh meu deus! - Gritou Salendiz - Estás bem? - Perguntou Salendiz enquanto ia ao encontro do rapaz.
- Yah...porque é que me mandaste a mala? - perguntou ele
- Não era para ti, desculpa.
- Então era para quem? Não está mais ninguém aqui...
- Está sim, a minha ami... - Salendiz não reparou que Yanyu já não estava ali
- Quem?
- Estava aqui uma rapariga! Eu juro!
- Eu não vi ninguém... foste tu que riscaste a parede?
- Não, foi ela que fez isso!
- Yah... a tal rapariga...
- Mas ela estava aqui! Tem cabelo vermelho, é do meu tamanho e é magrinha. Ea estava mesmo aqui. Foi ela que riscou a parede. Além disso eu sou a Eleonor, porque raio havia eu de escrever o meu nome na parede!?
- Não sei porque o farias, mas fizeste. E essa rapariga que descreveste não és tu?
- Não, não sou eu! E não o fiz!
- Como queiras, só sei que não vi mais ninguém aqui...
- Não me vais denunciar pois não?
- Não sou de denunciar pessoas.
- Oh obrigada...
- Como queiras...

O rapaz saiu do corredor murmurando algo.
Salendiz ficou sem saber o que fazer durante uns momentos. Passados alguns segundos ouviu a voz do rapaz, que levou com a mala, a gritar com uns homens. Salendiz escondeu-se na casa de banho dos rapazes e abriu ligeiramente a porta pare ver o que se passava.
Os quatro homens estavam a agarrá-lo, enquanto ele esperneava e gritava.

- Eu já disse que não fui eu, sim estava aqui mas fui só á casa de banho e passei pelo corredor para sair. - Gritou ele
- Nas gravações estava um indivíduo de cabelo curto e outro de cabelo comprido. Não vejo mais ninguém aqui. - Gritou um dos seguranças.
- Mas não fui eu! Juro!

Salendiz não queria que o rapaz fosse castigado por algo que não fez, mas ela também não o tinha feito, não era justo ser castigada. De repente, sai da casa de banho de grita:

- Larguem-no. Não foi ele que riscou a parede. Eu sei porque eu vi quem foi.
- Tu és a rapariga que aparece nas câmaras! Apanhem-na!
- Olha, vamos lá ter calma pow! Sim, apareci, não, não fui eu que risquei a parede.
- Mas viste e não denunciaste, és cumplice.
- Se o senhor tivesse sido ameaçado com uma faca e obrigado a ficar calado e quieto...
- Algemem-na e levem-na para a sala. A ele também.

Salendiz e o rapaz foram levados até á sala dos seguranças. Esperaram cerca de 30 minutos até serem ouvidos, individualmente e depois em conjunto.

- Muito bem, pelo que disseram só se conheceram hoje e naquele corredor. Certo? - perguntou o segurança.
- Sim. -responderam os dois.
- Tu atiraste-lhe uma mala, certo?
- Sim.
- Porque?
- Não queria acertar nele, mas sim na rapariga que riscou a parede.
- Descreve-a.
- Cabelo castanho escuro e curto. Magra, cerca de 1,60 e roupa escura.
- E este rapaz não teve nada a ver com esta marginalidade?
- Não.
- Levem-nos para fora e procurem a rapariga.
- Ruiva! Estamos de olho em ti, se sabemos de alguma coisa em que estejas envolvida, metemos-te na cadeia a cumprir serviço comunitário.
- Está bem.

Os dois saíram da sala.

- Obrigado por me teres safado.
- Não era justo seres culpado de algo que não fizeste.
- Não tinhas dito que ela tinha cabelo vermelho?
- Sim, mas é mais ou menos uma amiga, não podia denunciá-la.
- Hum tasse. O meu nome é Leo, já agora.
- Eleonor, mas já sabes.
- Sim. Não és de cá pois não?
- Não, mudei-me há pouco tempo.
- Pois, eu também, não conheço ninguém aqui...
- Nem eu, só a risca paredes.
- Ahah e não parece ser grande coisa.
- É um bocado louca, mas consigo lidar com isso...espero.
- Qual é a cena que tens com ela?
- Aaah...os meus tios querem que seja amiga dela, é nossa vizinha. Não tem muitos amigos.
- Hum...tasse. Queres combinar alguma coisa um dia destes?
- Sim, acho que sim. Posso levar a minha irmã?
- Claro...
- Okay.

Os dois trocaram números de telefone e despediram-se. (Leo era moreno e tinha olhos castanhos)

(...)

Era o primeiro dia de aulas, Salendiz não estava propriamente feliz por isso, mas tinha de ser. Ia ficar na turma da Yanyu.
Estava uns minutos atrasada, entrou na sala e uma mulher apressou-se a ir ter com ela e apresentá-la á turma.

- Deves ser a Eleonor! Muito prazer! O meu nome é Airong Xay!
- Igualmente! - sorriu
- Espero que te sintas á vontade, senta-te onde quiseres, pequena!
- Obrigada.

Salendiz olhou á volta e só viu uma mesa livre.

- Acho que me vou sentar naquela! - a turma riu-se
- Que malandra. - Riu também a professora.

Ficou ao lado de uma rapariga chamada Ling Xiayu, que achou muito simpática e engraçada, e de um rapaz chamado Wang Jinrei, que também era simpático, mas parvo.
Reparou que Yanyu estava sentada atrás dela e esta, de vez em quando, lhe tocava no ombro e ria.
Quando chegou a hora de almoço foi ter com Yanyu.

- Porque é que fugiste? Sabes que fui apanhada mais o outro rapaz! - Gritou Salendiz
- Ahah bem feito, querias atirar-me a mala! - gozou Yanyu
- Pois, tu escreveste o meu nome na parede! Parva...
- Vá, vamos esquecer isso, queres ir comer?
- Não tenho fome, comi há pouco tempo. Mas se quiseres vou contigo.
- Deixa, vai lá ter com a Ling.
- Não gostas dela?
- Ela é fixe, mas é inteligente de mais, sabe tudo e não deixa ninguém responder...se alguém diz alguma coisa errada goza, mas quando é ela não gosta.
- Oh coitada...
- Vá, vou comer, xau.
- Xau...

Salendiz sentiu alguém tocar-lhe no ombro, era Leo. Estavam na mesma escola e na mesma turma, mas Salendiz não o tinha vsto na sala.

- Oi. - Disse ele.
- Olá. - respondeu salendiz
- Estamos na mesma turma ahah.
- A sério? Não te vi na sala...
- So te vi porque chegaste tarde. E esse cabelo dá nas vistas!
- Pois dá um bocado, sim ahah
- Queres ir comer qualquer coisa?
- Não tenho fome, comi há pouco tempo, mas posso ir contigo.
- Tasse. Olha aquela miuda...
- Sim, foi ela que riscou a parede...
- Ia perguntar se era a tua irmã ahah
- Não, a minha irmã tem cabelo castanho.
- Ah ok, vamos?
- Hum hum

Leo e Salendiz foram em direção ao refeitório. Estava cheio de gente e a fila para ir buscar comida era infinita.

- Vai procurar mesa, eu fico aqui. Ok?
- Sim, ate já.

Salendiz encontrou Amy e Leslie sentadas numa mesa, provavelmente á espera dela.
Foi ter com elas e sentou-se.

- Olá! - gritou Salendiz
- Até que em fim! - gritou Leslie - Nunca mais chegávas!
- Sim, onde te meteste? - riu Amy
- Estive a falar com a Yanyu e com um rapaz. Ele pode vir comer connosco?
- Claro! - responderam as duas.
- Okay, ele foi buscar a comida.

Leo demorou cerca de 10 minutos até conseguir tirar a sua comida. Quando consegui foi ter com elas.

- Hey! - disse ele.
- Olá - disseram Leslie e Amy
- Lislie é o Leo, Leo é a Leslie, Amy é o Leo, Leo é a Amy.





Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Sophie Adams em Seg 01 Abr 2013, 19:45

Passado alguns minutos Amy, Eleonor e Leo, um amigo dela, juntaram-se a Leslie. Quase não tocaram na comida, que estava horrivelmente cozinhada e tinha péssimo aspeto. As raparigas não falaram sobre a missão, devido à presença de Leo, tendo apenas comentado as aulas e feito algumas perguntas a Leo. A certa altura, Leslie perguntou-lhes:

-Vão à festa de máscaras?
-Festa de máscaras? De quem? - perguntou Eleonor.
-Do Kyra. - respondeu.
-E quem é esse? - riu-se Amy.
-É o melhor amigo do Enlai. - resmungou Leslie.
-Hmm, e quando é a festa? - perguntou Leo.
-No fim de semana. Que dizem?
-Por mim, tudo bem. - sorriu Eleonor. - Posso convidar a Yanyu?
-Claro. Convidem quem quiserem.
-Nesse caso convido a Meilin também. - disse Amy.
-E tu, Leo, vais ?
-Pode ser.
-Perfeito então. Depois combinamos encontrar-nos nalgum sítio para irmos todos juntos.

Dito isto, a campainha tocou e cada um dos alunos se dirigiu para a sua aula. Leslie ia ter Filosofia, uma disciplina que a entediava. Sentou-se, mais uma vez, ao fundo da sala e pôs-se a rabiscar o caderno. Sentiu um toque brusco no ombro e virou-se para trás para ver o que era.

-Hey, acorda, a professora está a falar contigo. - protestou Yazuka, uma colega de Leslie.

-Desculpe stora. Pode repetir a pergunta? - despertou ela.

A mulher balbuciou qualquer coisa que Leslie não entendeu, mas teve vergonha de lhe pedir que repetisse portanto respondeu:

-Hmm... não sei, lamento.
-Ainda agora falámos sobre isso, Menina Gilbert. Só mostra que não está minimamente interessada. Faça o favor de sair.
-Okay. - disse Leslie, amuada, pegando nas suas coisas e dirigindo-se até à porta.

Ouviu-se ecoar uma voz grave, que interrompeu o silêncio sepulcral que se fazia na sala naquele momento:

-Ela não fez nada, apenas estava um pouco distraída. Se a mandou sair, mande-me sair também, já que eu também estava distraído.

Era Enlai. Leslie olhou para ele com um olhar sério e fez que não com a cabeça. Ele ignorou-a. A professora estava calada.

-Vá, mande-me para a rua também. - insistiu ele.
-Vá para onde quiser, a escolha é sua. Mas saiba já que lhe marco falta.

Ele levantou-se do seu lugar sem hesitar e empurrou-a levemente para fora da sala, fechando bruscamente a porta quando saiu depois dela.

-Estás parvo? Volta já para dentro da sala e pede desculpas à velha. Talvez ela não te marque falta. - disse Leslie, chateada.
-Nem penses. Ela mandou-te para a rua à toa. Toda a gente estava distraída e ela só implicou contigo. Não podia deixar-te aqui fora sozinha!
-És um tonto, podes prejudicar-te por minha causa...
-Se é por ti, vale a pena. - disse Enlai esboçando um sorriso.
-Obrigada. - disse Leslie, abraçando-o.
-De nada pequerrucha. - sorriu ele, abraçando-a também. - Vamos passear. - sugeriu.
-Okay. Onde queres ir? - perguntou Leslie.
-Não sei. E tu?
-Bora ao cinema.
-Excelente ideia. - disse ele.

Foram de mota. Escolheram um filme de ação. Era um pouco violento, deixando Leslie enojada.

-Fraquinha, estás quase a vomitar-te toda. - disse Enlai às gargalhadas.
-Isto é nojento, Enlai!
-Não olhes para o ecrã então, tontinha. - propôs ele, puxando-a para junto de si.
-Pois não olho não. - respondeu ela encostando a cabeça ao ombro dele e fechando os olhos, permanecendo calada uns instantes.
-Queres ir comigo à festa do Ky, no fim de semana?
-Eu já vou à festa com as minhas irmãs...
-Oh, tudo bem então. - amuou ele.
-Mas podemos estar juntos à mesma... se quiseres.
-Fixe então. - disse ele, fazendo-lhe festas no cabelo.
-Fala-me da tua família. - pediu Leslie.
-Hmm, que queres saber?
-Tens irmãos?
-Sim. Um irmão e uma irmã. A Meilin e o Boqin.
-Hmm. Dás-te bem com eles?
-Nem por isso, ahah. Discutimos muito.
-Pois, é normal. A maioria dos irmãos é assim.
-Vives só com eles?
-Não. Vivo também com o meu pai e a minha mãe. E tu?
-Com os meus tios, primos e irmãs.
-Ah, é verdade... Os teus pais...
-...morreram, sim.
-Desculpa tocar no assunto... - disse ele, abraçando-a com mais força.
-Não faz mal...
-E... tu, dás-te bem com as tuas irmãs?
-Pode-se dizer que sim.
-E como se chamam?
-Eleonor e Amy.
-Bonitos nomes. Tal como o teu.
-Obrigada. - sorriu.

Entretanto o filme acabou e Leslie e Enlai saíram da sala de cinema e foram para o shopping. Comeram um gelado e foram a várias lojas experimentar roupa e calçado, tendo acabado o dia carregados de sacos. Tinham comprado as roupas e máscaras para a festa de Kyra e oferecido pulseiras um ao outro. Estavam ambos com um cheiro horrível pois tinham andado a encher-se um ao outro de perfumes diferentes. Riam-se imenso, andando aos tropeções com os sacos.
Quando passaram perto de uma fonte, Leslie atirou água à cara de Enlai, correndo para longe dele para não sofrer com a vingança dele. Quando ele a apanhou, agarrou-a e encostou a sua bochecha à dela, molhando-a.

-Ai, sai daqui, estás gelado!
-E a culpa é de quem, menina Leslie?
-Hmm, não sei. - ria-se ela às gargalhadas.
-Sua peste. Olha o que me fizeste! - protestou Enlai.
-Deixa lá, ficas sexy assim. - disse ela, deitando-lhe a língua de fora.
-Ai é? Que bom saber! - sorriu ele, beijando-a.

(...)

-Linda. Gosto muito de estar contigo.
-Eu também. - afirmou ela, corando.
-Então fica comigo...
-Mas eu estou contigo.
-Assim tipo... para sempre.
Ela ficou quieta e calada.
-Namora comigo, Leslie.
-Hmm, não achas que é muito precipitado? Mal nos conhecemos...
-Se não queres, tudo bem. Tchau. - disse ele, simultaneamente triste e zangado, virando costas.
-Oh... espera, Enlai!
-Não. Deixa-me em paz.
-Eu... eu aceito.
Ele virou-se para trás com os olhos a brilhar e disse:
-A sério?
-Sim.
Abraçaram-se com força e Enlai deu um beijo a Leslie.
-Amo-te Leslie.
-Eu também te amo, Enlai.
-Um dia destes quero que vás comigo a minha casa. Quero apresentar-te à minha família.
-Está bem. - concordou ela, super alegre, com esperanças de fazer progressos na missão com a ida a casa dele.

Enlai e Leslie foram-se embora do shopping, tendo o rapaz deixado a namorada em casa.

-Até amanhã, minha linda. Porta-te bem.
-Adeus meu doce.

Mal se despediu de Enlai e ele se foi embora, Leslie correu para dentro de casa à procura de toda a gente para lhes contar dos progressos. Mas não estava ninguém. A casa estava completamente silenciosa. Leslie subiu, vestiu uma roupa mais confortável e ligou a televisão, ficando a assistir a um talk-show de celebridades chinesas, enquanto aguardava ansiosamente a chegada dos seus amigos.




Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Salendiz Wolf em Qui 11 Abr 2013, 01:00

Depois do almoço, Salendiz e Leo regressaram ás aulas. Não que ela tenha aprendido alguma coisa, mas esteve lá fisicamente.
Salendiz e Leo passaram as aulas a fazer caretas um ao outro, assim como Yanyu fingia ter espasmos em todas as partes do corpo para fazer Salendiz rir e ser chamada á atenção.

- És uma estúpida da porcaria, Yanyu! - sussurrou Salendiz - Já estou farta de ouvir por tua causa.
- Olha, quem ri és tu! - protestou Yanyu baixinho
- Tu metes-te com essas coisas, olha agora também vou ter espasmos porque me apetece!
- Ahahah
- A tua sorte é que estamos em aula, se não levavas uma berlaitada nas ventas. Com força!
- Dá lá!
- Vais ver se não te dou lá fora, vá agora cala-te, quero dormir.
- Depois a stora apanha-te.
- Eu durmo de olhos abertos...

Aulas, intervalo, mais aulas, mais intervalos...foi assim durante umas horas, mas quando, finalmente, a campainha da escola tocou, Salendiz levantou o rabo da cadeira e correu até á rua.

- Finalmente! - Gritou
- Sal, queres ir comer? - Perguntou Yanyu
- Não sei... acho que vou para casa...
- Oh vá lá!
- Não Yanyu, não quero
- És uma seca, xau!
- Aff, espera!
- Não, agora não espero!
- Okay, vou comer com a Xiayu e o Leo!
- Ouvi o meu nome? - Perguntou um individuo do sexto masculino.
- Ah Leo. - disse Salendiz
- Sim, no fim de semana vens comigo? - perguntou ele
- Onde?
- Há festa...
- Ah sim, pode ser.
- Boa, queres ir dar uma volta?
- Não, desculpa. Tenho de ir para casa, as minhas irmãs devem estar á minha espera.
- Ok, então depois falamos.
- Sim, adeus.

Demorou pouco tempo a chegar a casa. Não era longe da escola e além disso queria falar com a Sophie acerca da Yanyu.
Assim que abriu a porta, Sophie coorreu na direcção dela.

- Sal! Não sabes o que aconteceu!
- Ui...o que é que lá vem...
- Eu e o Enlai... somos namorados!
- Okay, espera... Oquê?! Como? Quando?
- Foi hoje, foi tão bom! Sinto que estou a conseguir cumprir a minha parte da missão e que os meus esforços dão resultado.
- Isso é bom para a missão, eu sei. Mas e para ti? E se te apaixonas mesmo...ou espera... já estás!
- Não comeces.
- Começo sim, nunca mais o vais ver quando isto acabar...Isso vai ser muito mau Sophie... tens de manter isso profissional...
- Eu sei disso, não sou parva.
- Eu sei que não és, mas preocupa-me...não quero que sofras.
- Obrigada, mas eu sei bem como isto é.
- Ainda bem. Olha, eu pelo contrário estou na mesma... A Yanyu é fixe, mas... não é o meu género de amiga...é muito parva e chateia-me. Ela convida-me para coisas e assim, mas eu nunca consigo ir...
- Tens de fazer um esforço!
- Eu sei, mas tenta passar 15 minutos com ela! Não dá mesmo!
- Ignora-a e finge que a ouves, não sei.
- Oh não resulta, ela nunca se cala.
- Então fala também, vocês são iguais... mesmo iguais!
- Não não!
- Sim sim, são as duas loucas!
- Que mentira
- Como queiras, vamos comer?
- Sim, o que é que há?
- Bacalhau e pizza.
- Seja pizza!

Depois de comerem as duas esperaram pelos restantes membros da missão e Sophie contou-lhes os seus progressos.



Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Missão] Jogos da Vida

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 22:05


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum