Recruta nº 12

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Recruta nº 12

Mensagem  Virginia Hall em Sab 30 Jun 2012, 16:50

Eram 6 horas da manhã, e os primeiros raios de sol aínda não tinham chegado ao campus da CHERUB. O instrutor Pike estava ansioso por poder infernizar a vida a Aiolia, Sara Precatado, Erika Teixeira, David Alves, Mra22, Eleonor Matthews, Ana Sofia e Margaret Lopes, que, como sempre acontecia no primeiro dia de recruta, estavam atrasados.

_________________

Virginia Hall
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 328
Reputação : 3
Idade : 21
Localização : Localização Secreta

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/2500  (0/2500)
Experiência de Missão:
0/2500  (0/2500)
Capacidade Física:
0/2500  (0/2500)

Ver perfil do usuário http://afilhadeathena.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Erika Teixeira em Sab 30 Jun 2012, 19:16

Tinha sabido que hoje começava a minha recruta mais alguns colegas meus.
Tinha posto o relogio a despertar para bem cedo mas como estava tao cansada deixei-me dormir.
Quando acordei ja estava atrasada, fui ao quarto de banho e tomei um duche rapido, vesti-me, preparei as coisas e sai porta fora do meu qurto.
Carreguei no botao do elevador, mas como este estava a demorar decidi ir pelas escadas.


Erika Teixeira
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 280
Reputação : 0
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Convidad em Sab 30 Jun 2012, 20:16

Finalmente tinha chegado o 1º dia da minha recruta. Uma sensação de ansiedade e adrenalina percorria o meu corpo, mas estava com tanto medo que hesitei quando o despertador tocou. Não queria de todo levantar-me para enfrentar os instrutores de treino, nem estava preparada o suficiente para a exigência dos 100 dias incrivelmente difíceis que se seguiam.
Preparei-me o melhor que consegui, lavei-me muito bem, porque sabia que durante a recruta, poucos os minutos seriam para manter-me limpa. Revi todas as frases de encorajamento dos querubins que já tinham passado por este preciso momento, revi todos os conselhos que podiam ser preciosos. Fiquei uns minutos a andar de um lado do quarto apenas a tentar tirar todos os pensamentos. Agora precisava de pensar na recruta, pois só na recruta. A recruta! Olhei para o relógio e notei que já estava bem atrasada! Como poderia ter passado tão rápido? Pensar demais, preciso de ir para o campo de treino! Abri a porta apressadamente e corri o mais rápido possível para os elevadores. Lamentei o facto de estar num dos andares mais altos do edifício do campus. No momento em que as portas do elevador se abriram corri tanto como nunca tinha corrido e cheguei lá ainda só tinha chegado a Erika portanto conclui que como TODOS tinhamos chegados atrasados esta recruta ia ser mais difícil do que o normal.
- Desculpe pelo atraso... - disse eu ainda a ofegar.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Aiolia em Sab 30 Jun 2012, 21:47

O quarto quentinho era o melhor sítio para estar aquela hora da manhã. Lá fora estava um vento que amedrontava Aiolia, sentado agora à beira da cama a esfregar os olhos. Tinha acabado de acordar. Pora o despertador para as 5:30. Levantou-se da cama e dirigiu-se para a casa de banho do quarto.
Depois de 20 minutos a despachar-se e a verificar se tudo estava no sítio, saiu do edifício de dormitórios e percorreu o terreno arenoso até ao local combinado.
Bateu à porta.
- Bom dia a todos. Penso que cheguei a horas. - Disse Aiolia ao entrar.

Aiolia
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 56
Reputação : 0

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Erika Teixeira em Dom 01 Jul 2012, 12:52

Eu tinha sido a primeira a chegar e o resto do pessoal ia chegando aos poucos. Já tinha chegado a Eleonor e Aiolia. Ainda faltava gente e eu ainda mais nervosa e ansiosa estava, 100 dias nao era brincadeira.
Pensava o que e que iriamos fazer, se seria muito dificil ou nem por isso.



Última edição por Erika Teixeira em Dom 01 Jul 2012, 23:07, editado 2 vez(es)

Erika Teixeira
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 280
Reputação : 0
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Sarah Precas em Dom 01 Jul 2012, 13:07

O meu primeiro dia de recruta era hoje. Não sabia o que esperar, tinha posto o despertador para as 5horas, mas só acordei ás 6 com a ansiedade e o cansaço. Lavei-me o mais rápido mas o melhor possível, pois sabia que nos próximos 100 dias não iria ter muito tempo nem condições para fazer a minha higiene. Vesti o uniforme da CHERUB, e meti uma peça de fruta na boca, enquanto corria pelas escadas abaixo para chegar ao local de treino o mais rápido que conseguia.
- Desculpe o.... - foi interrompida pelo grito do instrutor.
- Já em sentido ao pé dos seus colegas, sua miserável.

Sarah Precas
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 127
Reputação : 0
Idade : 18
Localização : Campus da CHERUB

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Convidad em Dom 01 Jul 2012, 18:17

- Onde estão o resto dos miseráveis? - gritou o instrutor Pike. - Estão a abusar da sorte aqueles pirralhos. Para aqueles que estão aqui. - Começou a andar do início da pequena fila ao outro lado. - Eu não queria ser mal educado portanto não começamos a recruta até as excelências cheguem, mas já que eles estão demasiado ocupados agora, vocês os quatro vão fazer voltas até os outros chegarem. - O sorriso malicioso na sua cara assustava tanto. Compreendo o facto de ser o seu trabalho, "torturar" e assustar crianças, mas até parecia que adorava.
No início da corrida como ainda estamos poucos juntamo-nos e corremos juntos durante umas voltas, mas o tempo passava e alguns de nós tinham maior resistência do que outros.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Sarah Precas em Dom 01 Jul 2012, 19:15

Eu antes de vir para a CHERUB, praticava desporto e por isso tinha grande resistencia, mas custava-me fazer aquelas voltas todas logo de manhã, enquanto outros tantos recrutas estavam na caminha a dormir, era indecente. Olhei para os meus colegas também a correr e cada vez ficávamos mais chateados devido os outros recrutas. O instrutor Pike devia estar felicíssimo pois eu achava que ele gostava de torturar os querubins. Passámos uma hora e meia a correr à volta do campo, até...
- Flexões já! Não se preocupem queridos, os outros querubins vão sofrer tanto ou pior que vocês por me porem irritado logo de manhã!!!- gritou o instrutor Pike.
Atirámo-nos para o chão e começámos as flexões. Afim de meia-hora já tremia e não conseguia mais. O instrutor Pike já tinha atirado água gelada para as costas de alguns recrutas e não queria que me acontecesse também mas não aguentaria muito mais no mesmo esforço. Iam ser os 100 dias mais dificeis da minha vida

Sarah Precas
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 127
Reputação : 0
Idade : 18
Localização : Campus da CHERUB

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Erika Teixeira em Dom 01 Jul 2012, 23:21

Estavamos todos a fazer as devidas flexões que o instrutor tinha mandado, mas para ser sincera estavamos no primeiro dia e ja me estava a passar com as ordens todas. Mas tinha de me aguentar mais os meus colegas se queria mesmo fazer a a recruta em condiçoes.
Estava a ficar estafada com todas as flexoes.
- Podem parar! - disse o instrutor.
Pensei que era o fim por menos por agora quando logo em seguida ouço.
- Como os vossos amigos ainda nao chegaram, podem fazer uns tantos abdominais. E rápido...
Perdi logo as minimas expectativas de descanso.

Erika Teixeira
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 280
Reputação : 0
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Sarah Precas em Dom 01 Jul 2012, 23:33

Quando passámos para os abdominais, eu só queria sair dali, correr para os dormitórios e atirar um balde de água gelada aos outros quatro recrutas que ainda não tinham chegado. Aquilo já estava a passar dos limites. Estávamos a fazer exercícios à mais de duas horas e eles deviam estar por baixo dos lençóis a sonhar com princesas e príncipes. Iam sofrer tanto quando os visse. Entretanto tinha era de me concentrar na recruta para poder passar e não voltar a repeti-la pois se aquilo já era mau outra dose seria horrível. Normalmente eu fazia dez abdominais por pessoa enquanto não tinha entrado para a CHERUB, mas isso era uma tortura. Fazíamos séries de cem abdominais por pessoa e se não aguentássemos, levávamos com agua de pressão da mangueira na cara que parecia que nos ia arrancar a pele e ainda tínhamos de voltar a repetir as series. Tínhamos as t-shirts todas molhadas e suadas. Já estava mais que farta do instrutor Pike a olhar para nós como se fosse uma mãe babada a ver os seus filhos brincarem pela primeira vez.

Sarah Precas
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 127
Reputação : 0
Idade : 18
Localização : Campus da CHERUB

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Erika Teixeira em Dom 01 Jul 2012, 23:50

Precisava de sair dali, e se o resto dos meus colegas não chgassem entretanto nao sabia o que fazer.
Pensei em pedir para ir a casa de banho ou para os ir chamar:
- Desculpe interronper mas posso ir a cas de banho? - pedi eu.
- Claro que nao se quisesse ir iria antes mas agora nao! - disse o instrutor furioso.
-Pensei em pedir então para os ir chamar mas antes que ele ficasse furioso é melhor estar calada. Entao comentei em voz baixa para os meus colegas.
- Já estou cansada disto e os outros nunca mais chegam!

Erika Teixeira
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 280
Reputação : 0
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Sarah Precas em Dom 01 Jul 2012, 23:59

- Não sei o que é que lhes deu- respondeu Aiolia.
- Quando os vir nem sem o que é que lhos faço. Estou estafada. Não sei como vou aguentar os ouros dias.- disse Eleonor.
- Basta, isto é horrivel.- disse.
Ouvimos um berro.
- O que é que estão os meus lindos meninos a comentar? Não querem partilhar? Ouvi para aí que estão fartos, cansados? Eu também estou farto de esperar, de aturar pirralhos como vocês, e vêem-me queixar? Mas não se preocupem lindos, TODOS DE PÉ. Já!
Pensei, mais não, por favor...

Sarah Precas
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 127
Reputação : 0
Idade : 18
Localização : Campus da CHERUB

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Erika Teixeira em Seg 02 Jul 2012, 11:38

Eu já quase nem me podia levantar, doía-me as pernas, os braços ou seja o corpo todo e até os ouvidos por causas dos gritos do instrutor Pike.
- Não ouviram á primeira quero todos de pé, e não demorem muito tempo estou a ficar sem paciencia. - gritou ele
Mas quando me estou a levantar olho para tras e vejo uma pessoa:
- Espera instrutor acho que já vem aí mais alguem. - digo eu
- Sim vem ali uma pessoa pode ser algum dos nossos colegas!! - afirmou Eleonor
Mas quanto essa pessoa mais se aproxima mais nós resparamos que afinal e só um funcionario do campus, os que apanhavam o lixo, e pronto estava tudo estragado novamente.
- Ai é um colega vosso so se forem apanhar o lixo, e só por causa disso mais vinte voltas ao campo, enquanto aguardam pelos vossos amiguinhos.
- Outra vez, voltas ao campo? - perguntou Sara.
- Sim e só por causa disso como estou a ver que eles demoram são trinta!!!
Já não sei o que mais ele nos podia mandar fazer, isto era de loucos e os nossos colegas nunca mais chegavam...

Erika Teixeira
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 280
Reputação : 0
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Sarah Precas em Seg 02 Jul 2012, 16:37

Depois de fazermos as 30 voltas ao campo pela segunda vez, o que demorava por volta de meia hora pois o capo era enorme, estávamos todos estafados, a precisar de água e de um banho quente. Já eram 9.30h e os outros recrutas ainda não tinham dado sinal de vida. O instrutor começava a ficar impaciente e nós com tanto exercício logo pela manhã, precisávamos de comer algo, mas o pequeno almoço já lá ia, pois como ainda não estávamos todos no campo, o instrutor tinha deitado os pequenos almoços todos para o lixo mesmo à nossa frente.
- Que horror, eu acho que ele quer que nós desfaleceremos aqui à sua frente.- suspirei e os outros acenaram com a cabeça em sinal de concordância.
Para o almoço, ainda faltavam quatro horas e eu esperava que os outros tivessem a descendência de acordar e vir para cá o mais rápido possível, ou era certo que não comíamos o almoço.

Sarah Precas
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 127
Reputação : 0
Idade : 18
Localização : Campus da CHERUB

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Virginia Hall em Seg 02 Jul 2012, 19:13

Depois de um mês no campus da CHERUB, os nossos recrutas pensavam que a vida deles não podia piorar. Mas estavam enganados! Durante a 30ª noite de recruta, eles foram sedados, colocados num bote salva-vidas, e largados no meio do Oceano Pacífico. Com eles havia apenas um saco de plástico selado, contendo uma faca, um lápis, uma caixa, cordas, uma chave, uma guitarra, um telemovel, um bloco de folhas e um jarro. Na folha da frente do bloco estava a seguinte mensagem:

"Caros recrutas: isto é tudo o que têm para poderem sobreviver durante a próxima semana. Se quiserem desistir, é só pegar no telemóvel e marcar o nº que vocês sabem, e será imediatamente enviado um helicóptero para vos vir buscar, mas serão expulsos da recruta. Boa sorte, e mantenham-se vivos.

_________________

Virginia Hall
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 328
Reputação : 3
Idade : 21
Localização : Localização Secreta

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/2500  (0/2500)
Experiência de Missão:
0/2500  (0/2500)
Capacidade Física:
0/2500  (0/2500)

Ver perfil do usuário http://afilhadeathena.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Convidad em Seg 02 Jul 2012, 21:49

Após vários dias com a mesma rotina: acordar, tomar um duche gelado, tomar um pequeno almoço ridiculamente minúsculo, treino físico de flexões, abdominais, voltas, circuitos... , aulas de sobrevivência, espionagem, línguas estranjeiras e uso de armas, novamente o percurso de exercício fisico, almoço frio, mais exercício ou aulas e de volta à camarata.
Estar num sítio totalmente diferente era por um lado assustador mas também emocionante. Tinham-nos apenas dito para onde ia-mos. Tudo o que tinhamos de instruções era uma nota minúscula que tinha escrito:
"Caros recrutas: isto é tudo o que têm para poderem sobreviver durante a próxima semana. Se quiserem desistir, é só pegar no telemóvel e marcar o nº que vocês sabem, e será imediatamente enviado um helicóptero para vos vir buscar, mas serão expulsos da recruta. Boa sorte, e mantenham-se vivos."
Abri-mos o saco plástico e vimos que tudo o que tinhamos para uma semana era uma faca, um lápis, uma caixa, cordas, uma chave, uma guitarra, um telemovel, um bloco de folhas e um jarro.
- Ok, eu percebo as cordas, a faca, o telemóvel e até o bloco de folhas, mas uma guitarra, a sério? - afirmei.
- Podia haver uma coisa mais ao acaso do que uma guitarra? - disse Erika.
- Talvez seja para tocarmos uma musiquinha de adormecer a um tubarão que saltar e se quiser aproveitar do barco. - disse Sara entre risos.
Rimo-nos todos.
- Alguém sabe tocar guitarra ao menos? - perguntou Aiolia.
- Eu sei dar uns toques... - respondi
- Ok, então querem continuar com o plano de adormecer o tubarão ou podemos ser mais sérios agora? - disse Erika
- Por mim começamos a fazer planos a sério, mas olhem guardem a ideia do tubarão, só pro caso de algum aparecer. - respondeu Sara.
- Ok, então que tal começarmos por ver o que podemos deitar fora e o que guardar? - sugeriu Aiolia.
- Pode ser. - respondi. - Ah, e é melhor andarmos todos juntos ou em dois grupos, como somos 8. Todos temos os nossos pontos fracos e ter mais do que uma pessoa a ajudar-nos era bom.
- Tudo bem. - disse Sara
- Eu concordo. - disse Erika
- Por mim também. - disse por fim, Aiolia
- Ok, então começamos por deitar fora o jarro. Podemos e devemos guardar a faca, as cordas e o telemóvel, apesar de achas que ninguém daqui queira desistir. - disse Erika
- O bloco de folhas serve como papel higiénico, portanto outro para guardar. - disse eu.
- Eu não tou a ver utilidade para o lápis, a caixa e a chave. - disse Sara.
- A caixa deitamos fora e o lápis também, mas não sei sobre a chave, pode ser algo importante não? - disse Aiolia.
- Importante? Para quê? - disse Erika.
- Cada chave só serve para uma fechadura, se a puseram aqui ou 1º. É para uma coisa que que vamos encontrar mais tarde e serve para abrir, que pode ter mantimentos ou comida ou 2º Foi para gozar connosco. - respondeu Aiolia.
- Eu aposto na segunda, mas também é minúscula e não pesa nada, porque não levar? - afirmei. - Já o lápis é mesmo só pro gozo e não me parece que vamos escrever qualquer coisa.


Última edição por Eleonor Matthews em Ter 03 Jul 2012, 13:13, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Erika Teixeira em Seg 02 Jul 2012, 23:45

Agora de um oceano, e talvez com tubaroes a nossa volta, tinhamos alguns utensilios para nos aguentarmos durante uma semana, mas o problema e que tinhamos poucos alimentos. E estava a ficar de noite e o frio estava para vir.
- Aí que ffrrriiiooo! - Disse eu num tremer de frio.
- Tambem acho, vou ver o que tenho na mochila! - disse Sara.
- Em vez do raio do lápis podiam nos ter dado um aquecedor a bateria para durante a noite! - Disse Aiolia.
- Sim e depois ainda começava o bote de salva vidas a derreter ou arder! - diz Eleonor.
- Sim e em vez de irmos dar musica aos tubaroes iamos mas é servir de alimento! - diz Sara.
- Mas será que á mesmo tubaroes?! Estam-me a começar a assustar... - afirmei eu com uma cara um pouco assustada.
- Não me digas que tens medo! - diz Eleonor no gozo.
- Não achas! Eu com medo! Dava-lhes logo uma tareia... Ui, ui... - disse eu mas claro com um pouco de ironia.
A primeira noite estava-se a passar razoavelmente bem, com frio e tal mas estava-se a passar!



Última edição por Erika Teixeira em Qui 05 Jul 2012, 18:14, editado 1 vez(es)

Erika Teixeira
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 280
Reputação : 0
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Convidad em Qua 04 Jul 2012, 21:42

Os dias passavam, a semana já estava a acabar. A nossa semana no desconhecido não estava a passar tão bem quão esperado, mas não é de esperar que se fique bem quando apenas nos dão um saco de plástico, com uma faca, um lápis, uma caixa, cordas, uma chave, uma guitarra, um telemovel, um bloco de folhas e um jarro, para sobreviver uma semana num bote salva-vidas no meio do nada.
Passar uma semana num bote rodeado de apenas água não é o momento mais emocionante das nossas vidas, mas pelo menos tinhamo-nos uns aos outros e apesar de ser a recruta, como não estavamos com instrutores era a "melhor" semana. No 3º dia fartamo-nos daquele ambiente e ainda tentamos navegar até a uma possível ilha que pudesse existir ali perto mas navagar em direção a nada é impossível, sem um mapa ou um actual localização sequer. Depois disso desistimos e deixamo-mos levar pelas correntes marítimas.
Iamos já no último dia da nossa "aventura" tropical e apesar de ter poder ter corrido melhor, nem foi assim tão tão mau como um "bom" dia de recruta, com possivelmente um banho quente.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Sarah Precas em Qui 05 Jul 2012, 00:58

Quando um grupo de recrutas adolescentes passam uma semana num bote salva vidas no meio do nada sem ver nada sem ser água e com únicos obgjetos um saco de plástico com alguns matérias de sobrevivência e outras coisas, não é muito agradável pois não há nada para fazer. Tudo o que se pode fazer e olhar para as nuvens, comer, dormir, e pouco mais. Passamos os dias sem nada para fazer, mas em todas as aventuras existem novos conhecimentos que aprendemos e cenas engraçadas e diferentes. Todos no bote tínhamos funções que trocávamos de duas em duas horas: duas pessoas com olho no bote para ver se não chocava contra nada e as outras duas ou olhavam para as nuvens, ou preparavam a comida. Isto aconteceu-nos mas no penúltimo dia a comida das nossas mochilas começou a escassear e precisávamos de comer para ter energia e nutrientes para podermos sobreviver a dois dias. Estava eu e a Erika de olho no bote e o Aiolia e a Eleonor a descansar pois já não tínhamos comida e ia começar a escurecer daqui a três, quatro horas. De repente o barco começa a abanar todo e ficamos aterrorizados pois não sabíamos o que era e ainda continuávamos no meio do nada.
- Pode ser um tubarão, ainda temos a viola e a ideia da Sara ainda pode servir para nos salvar as vidas. – disse Erika para desanoviar o ambiente que estava terrivelmente tenso.
- Não me apetecia andar à traulitada com um tubarão mesmo que isso nos salvasse a vida. – respondi enquanto ria.
Todos se riram.
- Um tubarão não deve ser pois a agua não e quante e não é muito comum os tubaroes andarem por aguas frias, mas um peixe grande já podia ser. - disse Eleonor. – Podíamos tentá-lo pescar, mas alguém daqui sabe pescar?
- Eu não, mas também não deve ser muito difícil e se e um peixe grande e preciso todas as forças por isso fazemos todos.- Respondeu Aiolia,- Como é que fazemos a cana de pesca?
- Então, pegamos na corda e atamo-la a algo rijo, depois na ponta prendemos um gancho que eu tenho na mochila e colocamos uns restos da nossa comida que estão no fundo do bote.- disse enquanto ia buscar o gancho no fundo da mochila e a Erika ia buscar a corda e prende-la a algo duro.
-Depois atirávamos à água e esperávamos que o peixe agarrasse o isco. Talvez funcione e é a nossa esperança de ter comida- continuou Aiolia.
Enquanto construíamos a nossa “cana de pesca”, os solavancos continuavam e era difícil de prendermos as coisas a corda. Por fim lá conseguimos e atirámos a corda para o fundo da agua com esperanças que resultasse. Esperámos uns longo minutos até que a corda começasse a abanar. Todos juntos puxámos a corda que era muito pesada por ser muito grossa e estar muito no fundo o que causava ainda mais peso, quando avistamos o fim da corda, continuamos a puxar ainda com mais força pois pensávamos que o peixe grande ainda abana-se mais quando estava fora de água. Só que estávamos enganados. Eu, a Erika, a Eleonor e o Aiolia caímos uns em cima dos outros com uma pirâmide e um peixe pequenino com outro agarrado na cauda caíram por cima de nós. Começámos todos a rir da situação e por termos conseguido pescar alguma coisa. Mas quando olhámos para o peixe ficámos desapontados pois em vez de um peixe grande como um peixe gato pescámos duas douradas gordas.
- Que desilusão. Nós a pensar que pescámos um peixe grande… -suspirou Erika. – E pescámos duas douradas.
- Pelo menos são gordas – disse Aioila. –Podemos comer uma ao jantar e a outra amanha.
Começámos a preparar o jantar, enquanto se sentavam, fui buscar água com o jarro e desinfetei-a com um produto efervescente que Eleonor tinha na mochila para podermos beber enquanto comíamos a dourada.
- Que nojooo, nem sei como é que consigo comer isto. –disse Erika, enquanto dava outra dentada na dourada crua.
- É preferível comermos isto do que morrermos à fome. -comentei enquanto dava uma trinca na dourada. – Bebe água que ajuda.
Depois do jantar imprevisível, arrumámos o bote e acomodámo-nos para dormirmos.

Sarah Precas
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 127
Reputação : 0
Idade : 18
Localização : Campus da CHERUB

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Aiolia em Qui 05 Jul 2012, 13:39

Até ali a recruta tinha sido complicada, mas agora os querubins deparavam-se com a sua pior situação até ao momento. Estavam amedrontados e ansiosos, pois não sabiam o que poderia resultar dali. Perdidos no Oceano Pacífico, num bote, e com apenas alguns instrumentos de sobrevivência, era como os querubins se encontravam agora.
Estavam cansados quando decidiram dormir, depois de um jantar imprevisível. Era melhor ficar alguém acordado para o caso de acontecer ou aparecer algo estranho. Mas estavam todos cansados por não se terem alimentado devidamente, por falta de alimento, na última semana e o frio fazia-se sentir intensivamente. Não resistiram e acabaram todos por dormir.
Quando o sol estava sobre as cabeças dos querubins, era a altura quando o mar estava mais calmo. Então, tentavam tomar uma direcção definida, com a possibilidade de avistarem terra. Porém, as correntes marítimas eram fortes, e era impossível os querubins se desviarem da rota que estavam a levar.
Acordaram sobressaltados, já de manhã, quando o bote embateu e estremeceu. Os instrutores de recruta tinham pré-definido a rota e sabiam perfeitamente que os recrutas não a poderiam mudar. Foram parar a uma praia, de areia fina e branca. Ao longe, inúmeras árvores altas abanavam ao sabor do vento. E, por cima das árvores, estava uma bandeira, que indicava o local de chegada.

Aiolia
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 56
Reputação : 0

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Sarah Precas em Qui 05 Jul 2012, 16:40

Quando acordámos de manhã, batemos em algo e sobresaltamo-nos, mas afinal não era nada de mal mas pelo contrário. Como os instrutores tinham defenido a rota que haveriamos de seguir e que não tinhamos força suficiente para mudá-la, fomos parar a uma praia de areia fina com inumeras arvores altas onde estava a bandeira que representava a zona de chegada. Saltámos do bote e tirámos as nossas mochilas com as nossas coisas. Começámos a andar em direção á bandeira. Cada passo que davamos era uma tortura pois já não andavamos como deve ser há uma semana e quse todos os musculos estavam presos. Passamos por grandes montes e Aiolia de repente pos um pé em falso e ia caindo numa ribanceira.
-Ahhhhhhhh-gritou Aiolia
-Cuidado- disse Eleonor enquanto o tentava agarrar.
Depois de alguns esforços Eleonor conseguiu puxar Aiolia para terra firme.
- Obrigado- agradeceu Aiolia.
- De nada, mas desta vez olha para o chão- sorriu Eleonor.
- Olhem! A bandeira está atrás da ribanceira temos de a atravessar. Alguma ideia? - disse Erika.
- Não sei.- respondi. -Mas se nos mandáram para aqui e a bandeira está daquele lado haveremos de conseguir passar, mas não estou a ver nada

Sarah Precas
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 127
Reputação : 0
Idade : 18
Localização : Campus da CHERUB

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Erika Teixeira em Qui 05 Jul 2012, 18:44

- Ainda temos as cordas certo? - perguntou Eleonor.
- Sim temos, mas porque? - disse Aiolia.
- Já estou a ver a ideia...- diz Erika olhando para Eleonor. - Mas temos um problema!
- Podem parar de falar em codigo e dizerem-me qual é o plano. - afirma Sara.
Eleonor começa a pensar no que Erika diz e apercebe-se que realmente á um problema.
- Já estou a ver qual é o problema! Como é que prendemos a corda lá em cima certo?
- Exatamete. - afirma Erika.
Sara já tinha percebido qual era o plano, pois queriam prender a corda á arvore para depois conseguirem subir. Mas era muito complicado, começamos todas a pensar quando a Aiolia diz:
- Para ser mais facil porque não voltamos a ver o que temos no saco!
Erika dirige-se para o saco e começa a tirar os objetos.
- Temos uma guitarra...
- Duvido que sirva! - diz Sara num sorriso.
- Entao, temos uma faca! - diz Erika.
- Até pode servir mas se fizer-mos uma flexa é mais facil. - sugere Eleonor
- Sim, era muito mais facil tentar trepar mas a arvore é muito direita e larga, não dá! - diz Sara
- Em relação á flexa encontrei aqui um pauzito - diz Aiolia dobrando um pau fino e flexivel que encontrara - parece ser flexivel, por isso deve dar!
- Agora só falta o elastico! Por acaso ninguem tem aí um elastico qualquer? - pergunta Eleonor
- Eu tenho aqui um nas minhas calças do fato de treino que eu trouce, deve servir! - diz Erika.
Depois começamos a fazer a flexa e tiramos a sorte quem é que iria lançar a "flexa" (faca).

Erika Teixeira
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 280
Reputação : 0
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Aiolia em Qui 05 Jul 2012, 20:19

Aiolia tirou a flexa da mão de Erika e rodou-a no chão. Quando parou, apontava para Sara.
- Tem calma, foca o alvo e atira-a com precisão e força suficiente. - Aconselhou Eleonor, antes de Sara pegar na flexa e se pôr em posição.
Afastou os pés, meteu o pé direito para trás, inclinou-se para trás e, num movimento brusco, lançou a flexa que sobrevoou o ar em direcção à árvore muito direita e larga.
- Excelente! - Exclamou Aiolia, quando Sara acertou em cheio no alvo.

Aiolia
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 56
Reputação : 0

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Erika Teixeira em Qui 05 Jul 2012, 21:10

Estava tudo a correr bastante bem, sara tinha acertado em cheio, agora so faltava começar-mos a subir até a arvore para puder chegar á banheira, mas tinhamos que subir muito devagar pois a faca podia escapar ou sair disparada e aleijar alguem.
A primeira foi a Sara já que tinha mandado a flexa demos-lhe a honra de ser a primeira, e correu tudo bem chegou lá cima num instante.
- Já cá estou, vou martelar a faca mais para dentro para o caso de ela queres sair enquanto alguem está a subir, vou arrancar este pequeno ramo que está quase a sair! - grita Sara para nós ouvir-mos enquanto acaba de arrancar o ramo e começa a martelar. - Já está pode vir a próxima.
A seguir foi a Eleonor, e tambem correu tudo bem, e assim seguidamente.

Erika Teixeira
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 280
Reputação : 0
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Mra22 em Qui 05 Jul 2012, 21:21

A seguir foi a Eleonor, e tambem correu tudo bem, e assim seguidamente.
Vimos uma ilha grande e lá ao fundo estava uma outra bandeira igual há anterior.
-Deve ser ali para nos encontrar mo nos com os instrutores.- disse Aiola
-Já esta a escurecer o que me dizem de dormir agora e amanha continuamos?-disse Mra22

Mra22
T-Shirt Azul
T-Shirt Azul

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 369
Reputação : 0
Idade : 18
Localização : Los Angeles

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Aiolia em Qui 05 Jul 2012, 21:50

Afinal, aquele não era o local de chegada. Ao chegar às bandeiras era possível avistar outras ao longe. Era uma sequência onde, certamente, a último seria onde os instrutores se encontrariam.
- Fantástico. - Disse Aiolia, ironicamente, ao levantar o olhar e avistar mais uma bandeira.
- Isto vai ser como numa maratona. - Protestou Sara, apoiada com as mãos nos seus joelhos.
- Não percamos tempo! - Disse Mra22.
A bandeira seguinte estava no topo de uma árvore grande. Não parecia estar muito longe dali, mas era difícil ver a que distância estava devido aos vários altos e baixos que o relevo apresentava.
A relva estava húmida e o ambiente quente deixava os querubins cheios de calor. Aiolia tirou o casaco, que tinha vestido para o proteger do frio no bote, e atou-o à cintura.
- Por aqui. - Disse Erika, a abrir caminho por umas silvas quase do tamanho dos querubins.
Tinham agora de percorrer um caminho cheio de altos e baixos e com vários armadilhas. Sara quase caia ao tropeçar num cordão preso a duas árvores. Porém, apoiou-se no ombro de Erika e consegui manter-se de pé.
A falta de alimento e a escassez de água era uma constante preocupação. Havia árvores de fruto, mas apenas alguns se poderiam comer. Mas eram também muito escassos e não enchiam o estômago dos querubins. Ao virarem para um caminho sem vegetação, já perto da bandeira, avistaram alguns bebedouros em cima de uma pedra de mármore grande.
- Água! - Gritou Eleonor, assim que viu os vários bebedouros pretos.
- Estou cheio de sede! - Disse Mra22.
- Água aqui ? Parece-me muito estranho. Para além do mais, já deve estar quente. - Disse Aiolia.
- Deve ser mais uma armadilha. - Assentiu Erika.
Os querubins estavam algo confusos, mas estavam cheios de sede e poderiam não resistir à tentação.

Aiolia
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 56
Reputação : 0

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Convidad em Qui 05 Jul 2012, 22:25

Tudo estava a correr bem e pensamos que finalmente tinha acabado aqui a nossa aventura. Estavamos enganados. Grande desilusão a nossa quando avistamos uma fila de bandeiras com uma distante notável entre elas. Isto era apenas o início.
O ar tropical desta ilha era insuportavelmente caloroso e estava a deixar-nos malucos. Cheios de sede, esfomeados de morte e estafados, os recrutas continuavam o seu caminho, desesperados. Uma dose de esperança encheu-se na mente dos jovens quando vimos bebedouros. Bebedouros! Deixamo-nos levar por um segundo mas depois alguém disso o esperado.
- Deve ser mais uma armadilha. - Assentiu Erika.
Mas nem me importei com isso, nem os outros. Estavamos com mais sede do que medo de poder ser uma armadilha feita pelo instrutores que podia até estar envenenada. Isto veio-me à cabeça. Desesperei por um momento, mas depois reparei que a água estava limpa demais para ter alguma coisa nela, limpa demais para estar ali "ao acaso".
- Ei, pessoal. Existe, por acaso, algum veneno, ou assim, incolor que seja solúvel na água? - disse eu, tirando a boca do bebedouro.
- Não sei. Acho que não falamos nisso nas aulas, porquê? - disse Sara, ainda sem perceber a lógica.
A Erika e o Aiolia fizeram o mesmo que eu. Sim, eles tinham percebido.
- Eu acho que não, Ellie. Espero bem que não. - disse Aiolia.
- O que se passa? - disse Mra22. Depois percebeu e afastou-se do bebedouro. - Espera não pode ser certo?
- Pode sim. - respondeu Erika.
- O que estão vocês a dizer? - disse Sara. - Espera! Espera, ah! Oh boa. - espantou-se ela, estava a seguir a ideia. - O que vocês estão praí a dizer é que os instrutores podem ter posto aqui os bebedouros, de propósito e envenenado a água com um veneno qualquer incolor e solúvel na água, para nos ter posto à prova?
- Também tinha que não ter cheiro. - afirmou Mra22.
- Mas antes de estarmos aqui a fazer esta cena toda, por acaso existe este veneno? - perguntou Aiolia.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Sarah Precas em Sex 06 Jul 2012, 01:18

- Sabem, eu acho muito estranho haverem aqui bebedourod mas também não acredito que os instrutores tenham invenenado a agua.- disse olhando fixamente para o bebedouros. - Eu acho que o instrutor Pike não se ia importar.
- Sim, ele adora torturar-nos. Não arranjo lógica para aquilo mas pronto. - comentou Aiolia.
- Bem, agora não podemos fazer nada em relação á agua, já todos bebemos e tirámos a sede por isso é melhor começarmos a andar para não perdermos tempo, que não me está nda a apetecer dormir na selva. - disse Erika
Todos concordaram e começámos a andar. Os nossos musculos já não estavam tão presos mas continuavam a doer e o calor insuportável fazia com que nós andassemos cada vez mais devagar.
Sem mapa, sem bussula, sem nada era muito pouco provavel encontrarmos as bandeiras á pimeira vista e por isso, de vez em quando um rcrutasubia um bocado duma arvore para ver se era mais para a direita, ou mais para a esquerda. Já estavamos a andar á duas horas desde que saimos para a praia e o calor começava a apertar. Ás vezes paravamos para por protetor e repelente que tinhamos nas mochilas pois não sabiamos onde estávamos e os mosquitos que estvamos no ar podiam provocar doenças, mas nós tentávamos não pensar no assunto.
Quando estávamos mesmo quase a chegar á segunda bandeira...

Sarah Precas
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 127
Reputação : 0
Idade : 18
Localização : Campus da CHERUB

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Mra22 em Sex 06 Jul 2012, 07:59

Finalmente, a bandeira estava a nossa frente mas tinha um rio que parecia ter mais ou menos 3 metros de largura. A corrente era muito forte que ia dar a uma cascata.
-Só nos faltava esta! -disse Aiola.
-O que e que nós ainda temos? -perguntou Mra22
-Ainda temos o arco e flecha, a guitarra...- sara interrompeu Erika.
-Se nós tivéssemos outra faca espetava mos a faca no numa árvore de cá e do outro lado do rio.
-Só se nós tirar-mos as corda a guitarra e atarmos a corda há árvore...-disse Mra22

Mra22
T-Shirt Azul
T-Shirt Azul

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 369
Reputação : 0
Idade : 18
Localização : Los Angeles

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Erika Teixeira em Sex 06 Jul 2012, 21:02

- Sim não é má ideia... - disse Erika.
- Sim mas temos um problema! - afirma Sara.
- Qual é o problema? - pergunta Aiolia.
- As cordas da guitarra são muito dificeis de atar umas ás outras e como é que prendemos as cordas á arvore? - explica Sara.
- Tive uma ideia, aproveitando a ideia do Mra22! - diz Eleonor com um sorriso.
- Diz!!! - disse Erika
- As cordas não dao para atar uma a outra, mas, a árvore não é muito grossa, por isso pomos a corda a volta da árvore e começamos a trepar. - diz Eleonor enquanto exemplifica. - Quem quer ser a primeira?!
- Tu! - Dizemos todas, menos Eleonor como é claro.

Erika Teixeira
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 280
Reputação : 0
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Sarah Precas em Sex 06 Jul 2012, 23:18

Eleonor atirou a corda e trepou-a sem dificuldades.
- Subam, podem vir, isto aqui é seguro.-gritou para se ouvir entre o vento.
Um de cada vez começámos a subir à árvore e passámos o rio pela corda que Eleonor tinha prendido.
Aquilo era muito alto e começava a ficar com vertigens, mas a nossa vontade de chegar á bandeira era maior e superava tudo, pois faltavam poucos dias para acabarem os 100 dias mais difíceis das nossas vidas. Passámos todos para o outro lado do riacho e encontrámos a segunda bandeira.
- Olhem, onde é que estão as coisas? Não devia estar aqui alguma coisa. tipo uma indicação ou uma mensagem?

Sarah Precas
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 127
Reputação : 0
Idade : 18
Localização : Campus da CHERUB

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Erika Teixeira em Sab 07 Jul 2012, 22:48

- Sim tambem acho! - diz Mra22.
- Não me digam que tambem não e esta a bandeira é que ja estou farta de bandeira! - diz Erika
- Alguem tem uns binóculos? Podiamos tentar ver se á mais alguma bandeira ou algo assim. - sugere Sara.
Começamos a ver se alguem tinha uns bióculos, mas por azar ninguem tinha por isso não havia nada a fazer.
- Não eu não tenho! Alguem tem? - pergunta Aiolia.
- Não! - respondemos todos.
Ficamos a olhar uns para os outros a pensar no que fazer, mas as ideias estavam a faltar e a fome a vir.
- E agora o que podemos fazer? Esta-me a dar a fome... - diz Eleonor.

Erika Teixeira
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 280
Reputação : 0
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Sarah Precas em Sab 07 Jul 2012, 23:31

- Pelo caminho podemos apanhar fruta que conhecemos para tirar a fome. - disse
- Mas para que lado é o caminho?- perguntou Erika
- Quando estava na outra bandeira vi qu eficavam mesmo uma a seguir á outra por isso deve ser sempre para a mesma direção.- disse Aiolia.
- Ok, vamos-nos por a caminho.- disse Mra22´

Sarah Precas
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 127
Reputação : 0
Idade : 18
Localização : Campus da CHERUB

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Convidad em Dom 08 Jul 2012, 18:16

- Quando estava na outra bandeira vi que eficavam mesmo uma a seguir à outra por isso deve ser sempre para a mesma direção.- disse Aiolia.
- Ok, vamos-nos por a caminho.- disse Mra22
Cada passo que dávamos era uma tortura. Subiamos um colina enorme num terreno horrível. Estavamos estafados e esfomeados e desesperados para chegar à próxima bandeira. Nos nossos pensamentos mais profundos desejavamos chegar à bandeira e encontrar um banquete à nossa espera, e os instrutores sorridentes e dar-nos os parabéns e a entregar-nos as t-shirts cinzentas. A ideia era tão ridícula e irreal que apetecia-me partir a rir e arrancar os cabelos todos da cabeça ao mesmo tempo, frustada por ter de continuar. A motivação conduzia os nossos corpos para mais um passo, o medo fazia-nos não desitir. Nenhum de nós queria repetir a recruta, nenhum de nós queria voltar a fazer isto, ou até pior.
O sol atingiu o ponto mais forte do dia, estava mais calor do que qualquer segundo que qualquer de nós tinha passado. O vento forte também não ajudava nada, e tinhamos que caminhar com a cara de lado para tentar apanhar o menos possível de terra que queria entrar nos olhos e na boca, que estava seca. A distância entre as bandeiras não parecia ser assim tanta, pelo que Aiolia disse que tinha visto no topo da àrvore. Eramos capaz de fazer essa distância em 30 minutos a passo, mas não nestas condições.
Demorou muito mais do que previsto, mas finalmente tinhamos chegamos ao outro lado da colina. Desapontados olhamos para a paisagem em frente dos nossos olhos.
- Pessoal, não vejo nenhuma bandeira. - disse Sara.
Um grande plano de areia estendia-se onde até à uns segundos devia ser terra.
- Eu juro que tinha visto uma bandeira aqui! - exclamou Aiolia.
- Alguma coisa não bate bem aqui. - disse Mra22.
- Eu também acho. Existem alí arbustos. Parece tudo falso.- disse Erika.
Entretanto uma coisa tinha despertado a minha atenção. Uma caixa de madeira encontrava-se a alguma distância no meio dos arbustos.
- Pessoal, olhem! - disse eu apontando para os arbustos.
Corremos todos até lá. Mra22 puxou a caixa até nós.
- Está fechada, tem uma fechadura - disse ele.
- Isso resolve-se! - disse Sara. - Alguém tem uma gazua?
Todos responderam que não. Então Aiolia pegou numa pedra e tentou abrir.
- Podemos partir a fechadura. - disse ele. Depois embateu a pedra com força na fechadura, mas sem sorte. - Não dá, demasiado forte.
- Não há mais nada que possa conseguir abrir? - perguntei eu.
- Tudo o que temos é o que está no saco. - disse Erika. - Vê lá o que está aí dentro.
Abrimos o saco e tentamos procurar alguma coisa útil. Foi aí que lembrei-me. Claro, a chave! Tinham-nos dado uma chave. No início parecia absurdo, mas agora já não.
- Vê lá se isto abre. - disse eu atirando a chave para Mra22.
Mra22 colocou a chave na fechadura e ouviu-se um clic.
- Abriu! - disse Mra22 sorrindo.
Puxamos a tampa da caixa para cima. Tudo o que havia lá eram uns papéis quaiquer. Tiramo-los para fora. Sara pegou logo num e tentou ler o que estava lá escrito.
- Isto está em código morse. - disse desapontada atirando os papéis para o chão.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Virginia Hall em Dom 08 Jul 2012, 20:20

Recruta terminada. Dirijam-se ao gabinete do Diretor para saberem as vossas classificações.

_________________

Virginia Hall
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 328
Reputação : 3
Idade : 21
Localização : Localização Secreta

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/2500  (0/2500)
Experiência de Missão:
0/2500  (0/2500)
Capacidade Física:
0/2500  (0/2500)

Ver perfil do usuário http://afilhadeathena.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 12

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 08:12


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum