Recruta nº15

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Recruta nº15

Mensagem  Jade Diamond em Qui 16 Ago 2012, 10:21

Depois de todos terminarem s seus desafios e chegarem ao ponto de encontro, os instrutores chegaram e levaram-nos de regresso para o Campus.
Quando chegaram ao Campus foram ao Centro de recruta. Lá, teriam dois meses de treinos de extrema dificuldade.
Na primeira manhã tiveram de fazer flexões, abdominais, uma corrida de dez minutos à volta da pista de corrida, entre outros.
Depois do apressado almoço, voltaram a fazer exercícios e estiveram perto de uma hora a correr em torno do Campus da Cherub.
Na mesma tarde fizeram uma prova de sobrevivência em que teriam de andar durante várias hora, apenas com duas barras energéticas e uma garrafa de água.
O jantar foi pouco demorado e assim que acabou, os recrutas foram imediatamente dormir, sabiam que no dia seguinte teriam de acordar cedo.
Nos dias seguintes os exercícios não variaram muito. Mas num certo dia, em vez da habitual corrida em torno do campo, Kazakov aproximou-se dos recrutas dizendo:

- Hoje tenho uma surpresa para vocês – disse Kazakov com uma sorriso maldoso – vocês hoje não vão fazer os exercícios normais, sabem o que vao fazer?
- Não senhor – responderam todos em coro.
- Ainda bem – disse Smoke a rir – Porque é surpresa.
- Peguem naquelas mochilas e venham atras de nós.- disse Kazakov.

Os recrutas seguiram os dois instrutores, carregando ás costas, as mochilas que lhes foram entregues.
Caminharam durante horas e quando finalmente chegaram, depararam-se com um enorme campo em ruínas.


- Seus Vermes isto que têm a vossa frente vai ser o vosso treino durante as proximas 6 horas!
Kasakov abriu uma caixa que continha várias espingardas AK-47.
- Estas espingardas Ak-47 foram alteradas para dispararem projécteis de borracha.- Explicou Smoke.
- Vão organizar 2 equipas e começar este jogo.Só mais uma coisa dentro das vossas malas têm coletes especiais que absorvem as balas e óculos de protecção.
- Vão haver 2 equipas com querubins e 1 equipa com funcionários do Campus e t-shirts pretas.-disse Kasakov.
- As vossas 2 equipas vão começar num certo ponto e vão ter que seguir um mapa até chegarem à meta, e a equipa de funcionários vai ter que vos empedir de chegar lá -continuou ele.
- Os funcionários vão estar equipados com estas espingardas AK-47, e vocês vão estar equipados simplesmente com os coletes e os óculos!- disse Smoke.
- Bem têm 6 horas para chegar à meta mas, a ultima equipa a la chegar vai dormir ao relento o resto da semana.- disse Kasakov com o seu sotaque russo acentuado sempre que diz algo em tom maldoso.
- Bem, tenho uma dúvida. - Disse Jade.
- E qual é? - Perguntou Kazakov.
- Queria saber se as equipas são formadas por nós ou por vocês. - Respondeu Jade.
- As equipas vão ser formadas por vós. Dessa maneira ficam com quem gostam. Espera aí, se vão escolher quem gostam, mais vale ser eu e a Smoke a fazer as equipas. - Disse dando uma leve risada.

Os instrutores estavam um ao lado do outro, chamando os recrutas para trás deles. Assim as duas equipas seriam formadas.(Não sei como ficam as equipas. Conto com todos os recrutas menos o Aragão, ou só com quem tem postado? vou por todos os recrutas, depois digam o que acham) Danielle Horan, Acheron, Bia Adams e Jake Darkling numa equipa, Matt Adams, D. Blueman, Kakashi Hatake e Jade Diamond na outra.
As duas equipas vestiram-se com o equipamento que se encontrava na mochila e prepararam-se para começar.
Kazakov apontou uma arma ao céu e disparou, Smoke fez o mesmo. O exercício tinha começado, as duas equipas equipas correram. A equipa de Jade já sabia mais ou menos as linhas do percurso, era ela quem levava o mapa. De quando em vez gritava á equipa para virar á esquerda ou á direita, caso o mapa o indicasse. Até à altura, nenhuma membro da equipa de funcionários tinha aparecido para os impedir de chegar á meta. Talvez estivessem escondidos a segui-los, ou talvez não os tivessem encontrado ainda. Passados uns minutos, Kakashi ouvi um barulho estranho e ordenou à equipa que se escondesse atrás de uma casa em ruínas, apenas com duas paredes de pé. A equipa obedeceu, esperavam não ser encontrados, seria muito mau dormir ao relento. O que quer que fosse estava a aproximar-se rapidamente. Dentro da casa de duas paredes estava muito escuro, havia imensas árvores a fazer sombra. Como Jade tem o cabelo preto, decidiu tapar a cara com o mesmo e levantar-se para ver o que os estava a incomodar. Ao levantar-se largou uma leve gargalhada.

- Era um esquilo pah! - Disse Jade baixinho. - Levantem-se, não há perigo.

Continuaram o caminho, desta vez, era Kakashi quem levava o mapa. A equipa estava, até ao momento, a fazer o caminho correctamente. Decidiram acelerar, mas mesmo a andar com mair velocidade não poderiam fazer barulho, não queriam correr o risco de ser descobertos.

Jade Diamond
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 9
Reputação : 0

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº15

Mensagem  Acheron em Qui 16 Ago 2012, 15:14

Voltamos para o estabelecimento da recruta, finalmente!
Com camas.
Mais quentes que o chão.
Tenho uma ligeira impressão que vou passar algumas noite ao relento.

Os dias passavam-se a fazer exercícios sem parar para descansar. As aulas eram um ponto de descanso, mas tínhamos de estar atentos para podermos aprender. As aulas de estratégia, luta e armas são as minhas favoritas.
Por chegar em ultimo aos exercícios ou não ter feito algo nas aulas levava castigos como dormir ao relento só com a roupa interior, não ter jantar, levar com jatos de aguas frios, ter que fazer mais 50 vezes o percurso e era quando não era 100 vezes ou mais.
Muitas vezes acordávamos com o Kazakov ou o Smoke aos gritos, outras vezes com baldes cheios de gelo ou de água gelada, ainda ouve vezes que acordamos com cobras a nossa volta, para não falar que raramente comíamos o pequeno almoço.
Muitos dos exercícios de correr era a base de atravessar pântanos, lama, rios com agua ou sem ela, florestas sem caminhos ou com poucos caminhos, pedras e pedregulhos, para baixo e para cima.

Não vou desistir por mais que me torturem!
Não vou desistir!
É que nem pensem.

O cansado era mutuo, todos os meus colegas estavam cansados mas tal como eu não desistiam. Lutavam para chegar ao final.
Num dia ouve um exercício de grupos em que eu ficava com a Danielle Horan, a Bia Adams e o Jake Darkling, enquanto a Matt Adams, a D. Blueman, o Kakashi Hatake e a Jade Diamond eram da outra equipa. Os dois grupos tinha que lutar para chegar ao outro lado.
Os grupos vestiram os coletes e colocaram os óculos, depois cada um seguiu o seu caminho.
Bia Adams era quem levava o mapa e nos indicava o caminho sendo ela que ia a frente, atrás dela e virado para o lado direito e o Jake Darkling, a Danielle Horan ia logo a seguir virada para o lado escrevo e eu ia atrás vigiando o que podia vir ou aparecer atrás de nos. Andávamos tentando fazer o menos barulho possível e perto das paredes ou redes.

Um enorme campo em ruínas!
Isto esta cada vez mais interessante.
Por onde é que vamos ser atacados?
Tenho a certeza que já nos viram.
Pelo menos enquanto treinava vi câmaras, por todo o lado.
Eles devem saber cada passo que damos e não damos.

Paramos ao pé de um edifício em ruínas, enquanto a Danielle Horan espreitava pelas janelas, eu e o Jake Darkling analisávamos o que nos rodeava, a Bia Adams analisava melhor o mapa.
Estava a espreitar a ponta do edifício quando por milímetro que não levava com a pistola na cara.

- Fujam! - Grirtei enquanto tentava dar um muro ao proprietário da arma.

Este desviou-se e deu-me um murro no estômago com bastante força, o que me fez ficar de joelhos. Ele ia para começar a disparar contra os meus colegas mas eu imporei a arma para cima enquanto dava um morro no cotovelo, o que fez com que ele perdesse força na mão que agarrava a arma. Sabia que não teria muitas hipóteses contra ele, um t-shirt preta, que estava muito mais bem treinado que eu e que devia ter colegas perto mas enquanto as hipóteses não fossem de 0%, podia vencer ou pelo menos dar tempo suficiente para os outros encontrarem um lugar seguro.

- Agora somos só nos os dois! - Disse eu enquanto cuspia o sangue da boca.
- Não por muito tempo. - disse o t-shirt preta com um sorriso - Vocês podem fugir mas não se podem esconder por muito tempo.
- Se fugirmos o tempo suficiente chegaremos ao nosso distinto. - Disse com um sorriso amargo.
- Duvido que cheguem la em condições.
- Não a nada como tentar.

O t-shirt preta começou o seu ataque, eu só me defendia e os ataques que fazia eram raros os que assertavam. Dava para ver que ele tinha muita experiência, em muito níveis.

Estou morto!
Como vou escapar?
Pensa.
Os amigos dele não devem estar longe, e os meus já tiverem tempo de "desaparecerem".
Pouco tempo mas o suficiente.
Agora só tinha escapar.
Como?
Espera, acho que já sei.

Ele estava a vencer a luta, mas digamos que não seria só eu a ficar magoado. Com a luta a decorei ia-me afastando para trás até chegar a janela. Quando estava suficiente próximo, comecei a correr apara a sua direcção e entrei pela janela a dento, sem olhar para trás continuei a correr. Enquanto corria ouvi um som que devia ter sido o t-shirt preta a entra pela janela também correndo atrás de mim. Quando dei por mim estava no que devia ter sido um balneário.

Agora é que estou feito!
Não deve haver outra saída.
Espera.
Deve ter uma saída de emergência.
Espero bem que tenha uma.

Não ouvia o t-shirt preta a correr, não ouvi qualquer som, enquanto eu tinha parado nos balneatório o que era muito estranho. Comecei a andar devagarinho a ver se via a porta de saída de emergência.

Por muito que o tivesse tentando despista-lo era estranho ter conseguido.

Ao fim de algumas olhadelas vi a porta por onde queria sair. Encostei-me ao lado da porta na parede, tentando ver e ouvir o mais que podia. Não se ouvia nada, havia tanto silencio que só parecia que lago estava errado. Não se via nada de estranho do lado de fora, mas mesmo assim continuava a observar. Abaixei-me foi então que vi algo que era estranho, era uma ponta de um ferro que estava do outro lado da porta.

O que é aqui?
Será algum tubo para proteger um só fio?
Não, aquilo é a ponta de uma Ak-47.
Ok, estou feito.
Tenho quase a certeza que sou como um rato dentro de uma armadilha.

Comecei a ver se haveria outras formas de escapar mas mesmo estando num edifício em ruínas, não avia como subir para os buracos e mesmo que desse eu não caberia lá. Só tinha duas formas de sair daquele balneário pela porta de emergência ou pela porta de onde tinha entrado e ambas estavam vigiadas. Andava de um lado para o outro vendo se tinha alguma coisa que me pudesse ajudar, nada a não ser coisas venhas e sem qualquer utilidade.

Porque é que eles não entra?
Assim acabavam logo com isto!
O que os faz estar fora?
Qual é o problema deles?
É só para me torturarem?
Dizerem que eu sou fraco e não posso sair!
Que eles podem entrar quando bem lhe apetecer?
Porque?
Do que esperam?
De reforços?
Só para um!

Enquanto entrava quase em desespero vi um ferro. Agarrei nele, podia me ser útil. Voltei para a parede ao lado da porta de emergência e sentei-me enquanto voltava a observar e a ouvir. Desta vez o ferro já não se via, mas continuava-se a não ouvir nada. Tente ouvir mais atentamente e parecia ouvir a respiração de alguém.

Agora ou nunca!

Agarrei no ferro com força e desejando para que a pessoa que estivestes do outro lado ainda se encontra-se no mesmo local. Sai ao mesmo tempo que tentava dar com o ferro na pessoa, por sorte ela estava no mesmo lugar e acertei-lhe com o ferro na arama, ela tento fazer-me uma rasteira mas eu dei-lhe um pontapé no estômago e comecei a correr para o pinhal. Enquanto corria ouvi tiros, parecia que viam de todas as direcções e um acertou-me no ombro esquerdo.

Não foi de longe a melhor ideia que tive mas pelo menos escapei.
Por agora.
Onde devem estar os outros?
Como os vou encontrar?

Tentei-me localizar.
Antes de termos partido todos viram o mapa, tínhamos planeado separamos-nos para ser mais fácil irmos para a meta e assim podíamos espalhar mais os nossos inimigos. Tinha-me separado do grupo antes do previsto mas ia conforme o planeado, pelo menos da minha parte.
Estava a alguns km do ponto de encontro, se me lembrava vem do mapa. Os Balneários e o pinhal tinha-me ajudado imenso a localizar-me.
Comecei a andar para o ponto de encontro, lentamente e vigiando tudo ao meu redor. Muitas das vezes escondia-me atrás de árvores ou edifícios quando via um ou outro inimigos.
Cheguei ao ponto de encontro e poucas horas, a Danielle Horan ja estava a vigiar.

- Olá
- Oi, então foi difícil de escapar?
- Se disse-se que não estaria a mentir! - disse pondo-me a vigiar - e tu?
- A mesma coisa.
- Espero que ou outro não demorem.
- Devem estar a chegar! Espero eu... - disse ela com um pouco de receio.

Passado pouco tempo apareceu a Bia Adams e o Jake Darkling que nos contaram como lhes tinha corrido. Descansamos um pouco e posemos-nos a andar. Faltava menos de 1,5km para o final, e todos achamos que ia ser a parte mais difícil de passar.
Colocamos a caminho a tentos a tudo e a todos, escondendo-nos em cada árvore que passávamos. Tivemos demasiada sorte por tínhamos passado a centímetros de varias armadilhas, o que era estranho eram não estarem a ser vigiadas.
Quando vimos que 600 metros não havia onde se esconder-mos, entendemos o porque de não estarem a ser vigiadas. A menos de 400 metros estava um grande grupo de T-Shirt Brancas e T-Shirt Pretas armados até aos dentes a espera dos dois grupos de recrutas.

- Não temos hipóteses! - Disse eu sem poder acreditar no que via.
- Aquilo que queremos esta do outro lado. - Disse Bia
- Podíamos ir a volta! - Sugeriu Jake
- Não temos tempo. - Disse Danielle - Temos que ir em frente.
- Não devemos morrer, podemos é ficar muito magoados. - Disse eu olhando para eles.
- Então vamos. - Disse Bia
- Vamos em direcção a morte certa! - Disse com um sorriso
- Nem mais meu! - Disse Jake
- Do que estamos a espera? - Perguntou Danielle
- Da coragem.


Respiramos fundo e começamos a correr, eles começaram a disparar sem piedade. Enquanto coiramos vimos buracos no chão por onde íamos, não eram fundos mas dava para descansarmos e planearmos melhor as coisas. Continuamos a correr e a entra para as tocas, parecíamos coelhos a saltitar de um lado para o outro. Passamos pelo meio do grupo que nos disparava, e conseguimos chagar ao fim mas estávamos cheios de nódoas negras. Doía-nos o corpo todo e estávamos deitados no chão sem sem nos podermos mexer.
Ao descansar comecei a ver o que estava a nossa volta, um campo aberto com pinhal a volta e com os T-Shirt Brancas e os T-Shirt Pretas em formação num circulo, a volta do ponto de chegada.

Isso explica Haver poucos inimigos pelo caminho!
Este exercito e só mesmo para nos lixar.
Nem quero ver o que vem a seguir a isto!
Estou morto!
Não vou desistir!

Acheron
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 48
Reputação : 0

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Recruta Nº 15

Mensagem  Kakashi Hatake em Qui 16 Ago 2012, 17:06

Depois do nosso "susto" que afinal era um esquilo seguimos caminho.
- Já falta pouco daqui a uns 10 minutos a andar devemos chegar a meta.- disse eu.
- Sim já falta relativamente pouco tempo por isso vamos correr!- disse Jade.
Está corrida era bastante fácil para nós que corríamos mais de 10 minutos seguidos sem nos cansar-nos.
Quando faltavam 200 metros para chegar à meta fomos surpreendidos por 2 funcionários.
- Preparem-se para a luta eles são 2 mas nós somos 4!- gritei eu.
Foi aí que a luta começou.
Enquanto eu e a Jade tratávamos de um dos funcionários o Matt e o D. tratavam de outro.
Os funcionários acertaram-nos com balas mas nós estávamos em vantagem numérica por isso não foi muito difícil vence-los.
- Agarrem nas armas e levem-nas para o caso de aparecer mais alguém a intrometer-se no nosso caminho!- sugeriu Jade.´
- Sim, os funcionários não têm protecções por isso se acertar-mos algumas balas neles de certeza que iram ficar no chão cheios de dores!
Quando chegamos perto da meta avista-mos um circulo de funcionários e t-shirts vermelhas que nos impediam de a passar.
Então eu aí tive uma ideia, e disse:
-Temos duas armas e protecções mesmo que eles nos acertem não vai doer muito mas a eles irá doer imenso.Por isso o que sugiro é que o Matt e o D. causem uma distracção como atirar pedras enquanto eu e a Jade vamos disparar para eles.
E assim foi tudo corria bem até quando eles estavam a atirar pedras um dos funcionários conseguiu acertar na única parte onde eles não tinham protecções as pernas.
Assim que eu e a Jade começamos a disparar os funcionários pareciam peças de dominó a cair.
Nós fomos ter com o Matt e o D. e carregamo-os aos ombros até à meta.
Ainda não tinham passado 10 segundos quando a outra equipa apareceu. Mas já era tarde de mais para eles.
- Bolas!!- resmungou Acheron.
- Também tivemos sorte se nos atrasasse-mos mais um pouco vocês teriam ganho!-disse eu.
*
Mal chegámos ao Campus fomos Jantar e depois dormir nas nossas caminhas mas pelo contrario a equipa da Bia e do Acheron teve que dormir ao relento.
Os dias foram se passando iguais aos outros a única diferença era que durante uma semana havia pessoas a dormir ao relento e o treino também começava a ser mais intensivo.
Até que se passaram os 2 meses e estávamos no ultimo dia da recruta.
Era de madrugada como sempre os instrutores acordaram-nos aos berros e...

Kakashi Hatake
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 28
Reputação : 0
Idade : 16
Localização : Conteudo Confidencial

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Recruta nº15

Mensagem  Bia Adams em Qui 16 Ago 2012, 20:01

Era de madrugada como sempre os instrutores acordaram-nos aos berros e Somke gritou:
- TOCA A LEVANTAR SEUS VERMES NOJENTOS.
- Temos muito que fazer hoje no vosso ultimo dia da recruta - continuou Kazakov. - E temos uma surpresa de ultima hora para vocês.
- Temos uma longa caminhada de 70 quilometros pela frente o que acham? - continuou Somke com uma ar maldoso - têm de terminar a vossa recruta em beleza.
Todos acordaram e tomaram um pequeno almoço melhor do que o habitual e pegaram as mochilas e Somke deu um mapa a Jade.
Eu e a Danielle fomos institivamente analisar o mapa com Jada e os rapazes viam o que as mochilas continha.
Começamos a andar e eu disse:
- Falem pouco porque temos de andar muito e assim poupamos um pouco de energia.
E entao lá seguimos caminho pelas indicações que Jade e Acheron davam. Os primeiros quilometros foram faceis até que derrepente...

Bia Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 1215
Reputação : 1
Idade : 18
Localização : Campus da Cherub

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº15

Mensagem  Virginia Hall em Sex 17 Ago 2012, 14:31

Recruta terminada! Dirijam-se ao Gabinete do Diretor para saberem os vossos resultados!

_________________

Virginia Hall
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 328
Reputação : 3
Idade : 21
Localização : Localização Secreta

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/2500  (0/2500)
Experiência de Missão:
0/2500  (0/2500)
Capacidade Física:
0/2500  (0/2500)

Ver perfil do usuário http://afilhadeathena.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº15

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 00:27


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum