Recruta nº 30

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Recruta nº 30

Mensagem  Vince Morte em Seg 14 Mar 2016, 15:48

A noite já ia alta quando os instrutores Vince Morte e Blaine Anderson deram a sua missão por cumprida. Gonçalo Figueiredo, Miguel Saldanha, Lídia Strauss e Marta Costa dormiam agora profundamente no fundo do vulcão Mauna Kea, também ele adormecido há 4500 anos. Ao lado deles havia 4 kits de escalada completo (com tendas suspensas incluídas), ração de combate para 3 dias e um kit básico de primeiros socorros. A mensagem era bem clara.
Com isto, os dois instrutores ainda teriam tempo para umas férias curtas no Hawai. Afinal, 10 kilómetros não era algo que se escalasse num dia.

Vince Morte
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 39
Reputação : 3
Localização : Algures numa cama perto de si

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Recruta nº 30

Mensagem  Mary Jefferson em Seg 14 Mar 2016, 22:10

Recruta...
A palavra que mais me infernizava a cabeça nas últimas semanas. Prometi aos meus amigos na CHERUB, que da próxima que me vissem, estaria de T-shirt cinzenta vestida.
Acordei com uma ligeira dor de cabeça e percebi que estava dentro de um vulcão!
Ao meu lado lado dormiam mais três recrutas. A MINHA IRMÃ ESTAVA LÁ! Mas isso agorra não importava...
Vi que ao meu lado, estavam um kit de escalada com uma boa tenda, ração de combate, e um kit de primeiros socorros.
Aquilo era bem óbvio, tinha que escalar o vulcão.
Começei a subir... mas imediatamente caí com um grande estrondo. Acho que tinha partido um pé !
Depois de algumas tentativas, encontrei uma saliência perfeita para descansar e tratar do pé.


Última edição por Marta Costa em Ter 15 Mar 2016, 09:59, editado 1 vez(es)

Mary Jefferson
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 14
Reputação : 3
Idade : 15
Localização : Secreta

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 30

Mensagem  Miguel Saldanha em Seg 14 Mar 2016, 22:29

Desde há alguns meses tenho pensado:
Recruta, o que me lembra esta palavra; talvez um estado em que temos de provar num período de tempo que estamos aptos para desempenhar determinada função. Como temos de provar a nossa aptidão poderemos considerar que é um período difícil. Ou então a emoção do momento leva-nos a crer que é difícil enquanto na verdade é bem mais fácil.
Comecei por apenas abrir um olho, era um sitio escuro e em que se via uma réstia de luz lá vem em cima, quase se podia dizer literalmente "uma luz ao fundo do túnel". Apesar do chão ser desconfortável não tinha pressa nenhuma em me levantar, lá me decidi.
Há volta vi os meus companheiros de recruta. Decidi não os acordar apesar de saber que nos devíamos despachar.
Reparei nas mochilas que nos tinham deixado. Eram todas iguais, um kit de escalada, refeições para 3 dias e um kit de primeiros socorros.
Olhei para cima e reparei no quão longe estava do cimo. Segundo as instruções que nos tinham deixado tínhamos que subir 10000 metros quase na vertical e pelas refeições em apenas 3 dias. Eu não tinha a certeza se este exercício era 100% seguro, apenas tinha a certeza que não me iria desleixar na segurança.
Vi a Lidia Strauss a acordar. Bom dia - disse-me ela. Preparada para uma longa escalada – respondi eu.
Se queremos as t-shirts cinzentas temos que de fazer o que os instrutores querem, temos que nos esfolar enquanto eles bebem um copo no bar mais próximo e tomam uns banhos de sol. Soltei um breve e contido riso.
Se calhar era melhor acordar os outros – sugeri. Vá, faz o teu melhor, fá-los saltar e com um pouco de sorte fazem os primeiros metros nuns segundos.
Acooordem – gritei eu. Ouvi um forte eco e reparei que estavam a acordar.

Miguel Saldanha
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 9
Reputação : 2
Idade : 17

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 30

Mensagem  Gonçalo Figueiredo em Ter 15 Mar 2016, 08:14

Recruta, a palavra eu que eu mais pensava no ultimo mês e meio. Havia outros querbis que me tinham dito que iam ser os piores 100 dias da minha vida, que eu não ia passar porque tinha sido o ultimo a chegar ao campus entre outra coisas. Eu tinha lido no manual de recruta que esta era realmente dura, mas eu estava confiante e acima de tudo tinha uma coisa na minha cabeça: A RECRUTA É DURA MAS OS QUERBIS SÃO AINDA MAIS DUROS

Comecei a acordar, tinha uma pequena dor de cabeça e ainda com os olhos semi-cerrados aprecebime de 2 duas coisas: 1º- tinha a visão turva e 2º- o chão era muito desconfortável. acordei realmente quando alguém gritou:

-Acooordem -gritou alguém que julguei ser um rapaz por causa da voz.

Levantei-me a muito custo e reparei que a única que estava ainda deitada era uma rapariga que acabei por descobrir que se chamava Lídia Strauss. como ele não se mexia muito lembrei-me de perguntar:

-Já lhe viram os sinais vitais? Pode estar a fazer reacção alérgica ao analgésico que nos deram! - disse eu

Gonçalo Figueiredo
T-Shirt Azul
T-Shirt Azul

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 90
Reputação : 0
Idade : 15

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Recruta nº30

Mensagem  Lídia Strauss em Ter 15 Mar 2016, 11:50

Recruta... uma palavra que não tinha medo.
Acordei com fortes náuseas, a minha cabeça a andar à roda, a sensação que tinha desmaiado depois de falar com o Miguel e alguém a gritar:
-Já lhe viram os sinais vitais? Pode estar a fazer reação alérgica ao analgésico que nos deram!
Percebi logo que era a voz do Gonçalo, mas também lá estava o Miguel e a minha irmã.
Disse-lhe, numa voz fraca:
-Calma! Estou acordada! Mas acho que os analgésicos não me fizeram muito bem...
Ao que ele me respondeu:
-Lídia, achas que consegues fazer a recruta nestas condições?
-Claro. Lá por ter ficado com alergia, não significa nada.
Levantei-me rapidamente e vi o que continha: kit para escalar e de primeiros socorros, tenda e comida para três dias.
A minha irmã saltou da saliência e disse:
-Isto é só o começo...
-Vamos mas é começar a escalar, se é que não queremos repetir a recruta- disse eu.


P.S-Postem rapidamente Wink

Lídia Strauss
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 30
Reputação : 1
Idade : 15
Localização : Gronelândia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Recruta nº30

Mensagem  Mary Jefferson em Ter 15 Mar 2016, 14:53

-Isto é só o começo...-disse eu
-Vamos mas é começar a escalar, se é que não queremos repetir a recruta- disse a Lídia.
Começamos a escalar e durante uns minutos, correu tudo bem, mas de repente:
-AAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!-gritou alguém
-O que foi? O que aconteceu? Está tudo bem?
-Foi uma brincadeira, Marta-disse a minha irmãtroll_face
(que engraçadinha!)
-Achas que conseguimos encontrar alguma coisa aqui, dentro deste maldito vulcão que nos sirva de abrigo?- perguntou o Miguel
-Claro que conseguimos! Não te lembras do treino de preparação para a recruta?-respondeu-lhe o Gonçalo- temos que encontrar outra saliência.
Então depois de escalar mais um pouco, encontramos uma caverna no meio de um vulcão.
-JACKPOT!!!- disse a Lídia- até está seca. Espera aí! Está ali alguma coisa!
-É um papel com algo escrito!- gritamos os quatro.
Desdobrei o papel que dizia:
Muito bem querubins, a parte mais difícil está passada.
Mas ainda falta um dia para saírem do vulcão.
Cuidado e boa sorte!



Mary Jefferson
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 14
Reputação : 3
Idade : 15
Localização : Secreta

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 30

Mensagem  Miguel Saldanha em Ter 15 Mar 2016, 22:24

-É um papel com algo escrito! - gritamos os quatro.
Desdobrei o papel que dizia:
Muito bem querubins, a parte mais difícil está passada.
Mas ainda falta um dia para saírem do vulcão.
Cuidado e boa sorte!
-------------------------------------------------------------------------------------
-Aposto que ele está a gozar quando diz que “a parte mais difícil está passada” quem é o instrutor que nos vai facilitar a vida? Especialmente perto do fim? -disse eu
-Só se não estiver a gostar das férias. Mas duvido, no Havai o que não falta é atividades e praias para preencher as férias. - respondeu o Gonçalo
-Temos é que nos despachar a montar as tendas que tenho os músculos todos doridos.
Começamos a montar as tendas e a ocupar o espaço mais interior até que quando estava a pregar a tenda encontrei debaixo de uma pedra mais um bilhete.
Abri lentamente o papel:
Ainda tinham uma réstia de esperança quando eu disse que a parte mais difícil estava passada. Gostaram da brincadeira e da escalada fácil? pffft_guy
Lembrei-me agora que tinham que trazer para cima e fazer chegar até nós uma chave que vai abrir o cofre com as vossas camisolas cinzentas.
Sabem o que é melhor, está escondida no local onde começaram e dou-vos uma pista está debaixo de terra. Quero ver com o que é que vocês vão escavar! A vossa sorte é que não está muito enterrada.

- Pessoal temos más notícias!! – gritei eu fuuu

Miguel Saldanha
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 9
Reputação : 2
Idade : 17

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 30

Mensagem  Gonçalo Figueiredo em Qua 16 Mar 2016, 07:44

-Só se não estiver a gostar das férias. Mas duvido, no Havai o que não falta é actividades e praias para preencher as férias. - respondi

-Temos é que nos despachar a montar as tendas que tenho os músculos todos doridos - disse o Miguel baixando-se para alongar as pernas

Eu já tinha montado a minha tenda e estava agora a tentar fazer qualquer coisa para nos aquecermos quando o Miguel gritou:

- Pessoal temos más notícias!!

- Vá diz lá o que é que os instrutores nos prepararam agora!

- Vê tu com os teus próprios olhos - disse ele com cara de quem quer matar alguém

O Miguel deu- me o papel para a mão e eu li

- Ainda tinham uma réstia de esperança quando eu disse que a parte mais difícil estava passada. Gostaram da brincadeira e da escalada fácil? pffft_guy

Lembrei-me agora que tinham que trazer para cima e fazer chegar até nós uma chave que vai abrir o cofre com as vossas camisolas cinzentas.
Sabem o que é melhor, está escondida no local onde começaram e dou-vos uma pista está debaixo de terra. Quero ver com o que é que vocês vão escavar! A vossa sorte é que não está muito enterrada.

- ÁÁÁ POR AMOR DE DEUS ESTE PALHAÇO SÓ PODE ESTAR A GOZAR COMIGO!! - gritei

Este papel abalou a moral dos 4 recrutas e até as duas irmãs quase que andaram á luta!

-Pessoal vamos nos acalmar, pensar e tomar decisões. Primeiro será que vale a pena descermos todos lá a baixo? - perguntei eu.

- Na minha opinião íamos só 2 lá a baixo enquanto os outros 2 ficam aqui a preparar a coisas, mas isto sou eu a dizer se não concordarem digam. Só uma coisa, se decidirmos que só 2 vão la abaixo eu sou um dele. - disse eu

Gonçalo Figueiredo
T-Shirt Azul
T-Shirt Azul

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 90
Reputação : 0
Idade : 15

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Recruta nº30

Mensagem  Lídia Strauss em Qua 16 Mar 2016, 10:03

- Na minha opinião íamos só 2 lá a baixo enquanto os outros 2 ficam aqui a preparar a coisas, mas isto sou eu a dizer se não concordarem digam. Só uma coisa, se decidirmos que só 2 vão lá abaixo eu sou um deles. - disse o Gonçalo
-Eu vou contigo!-respondi
-Ok. A tua irmã e o Miguel ficam aqui a montar as tendas
Demorámos um tempo considerável para chegar até a meio, mas algo deve ter corrido mal e caí a guinchar:
-AAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!
-Lídia, Lídia, estás bem?!!- perguntou, assustado, o Gonçalo.
-Estou, mas o meu pulso dói-me muito, porque te preocupas tanto comigo? Embarassed  - perguntei eu, num misto de atração e desconfiança
-Esquece lá! Está ali um papel!
Depois de o ler, passou-me, dizia assim:
Ah...querubins achavam que vos íamos dar uma pá para escavar?
Usem as vossas mãos e a vossa inteligência
Boa sorte,
Os instrutores

-AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH! NÃAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAÃO- gritei eu furiosa
-Calma Marta, vamos conseguir!
-Porque me chamaste Marta?
-Por nada...

Lídia Strauss
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 30
Reputação : 1
Idade : 15
Localização : Gronelândia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Recruta nº30

Mensagem  Mary Jefferson em Qua 16 Mar 2016, 14:22

- Na minha opinião íamos só dois lá a baixo enquanto os restantes ficam aqui a preparar a coisas, mas isto, sou eu a dizer, se não concordarem, digam.
Só uma coisa, se decidirmos que só 2 vão lá abaixo, eu sou um deles. - disse o Gonçalo
-Eu vou contigo!-respondeu a irmã atiradiça cof cof...
-Ok. A tua irmã e o Miguel ficam aqui a montar as tendas
E foram os dois lá a baixo...
-Então Miguel, como entraste na CHERUB?-disse eu, tentando animar o ambiente.
-Até aos doze anos vivi com os meus pais, mas, a minha mãe fartava-se de fazer exigências ao meu pai e não queria contribuir para a casa que os dois estavam a construir. O meu pai, que se fartava de trabalhar e ia armazenando grandes poupanças com os terrenos que tinha, morreu após a corrente de uma máquina de descascar madeira ter partido a corrente e um elo lhe atingir mesmo o coração. Fiquei muito infeliz, e considerava a minha mãe a responsável por ele não ter tido uma vida em que tivesse gozado do que possuía. Num dia cheio de raiva, peguei em gelo que estava no congelador e, enquanto a minha mãe dormia, coloquei-o todo pela garganta abaixo, o que lhe proporcionou uma morte por asfixia. Como o gelo derreteu, ninguém deu conta do  assasinato. Fui para uma casa de acolhimento, aí com raiva de tudo e de todos, começei a fechar-me no quarto e a hackear varias contas bancárias. E claro que a policia descobriu que tinha sido eu. Fui para um colégio interno, onde fui recrutado pelo James Adams, fiz os testes de recrutamento e aqui estou, na recruta. E tu, como foste recrutada?- perguntou ele
-A minha história é bem simples- disse eu, acabando de montar as duas últimas tendas- o meu pai morreu num acidente de trabalho, na Polónia, e a minha mãe de ataque cardíaco. Como já não tinha avós, fui para uma casa de acolhimento... um dia acordei na CHERUB. Fiz os testes de recrutamento, onde quase desmaiei quando me revelaram que tinha um QI de 190 affraid
-Cada história é diferente...- disse o Miguel, enigmático como sempre- olha, já estão prontas!
-Vamos esperar que voltem- afirmei eu, tirando várias coisas da mochila- Ainda falta um dia para saírmos do vulcão


Última edição por Marta Costa em Qui 17 Mar 2016, 09:40, editado 1 vez(es)

Mary Jefferson
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 14
Reputação : 3
Idade : 15
Localização : Secreta

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 30

Mensagem  Gonçalo Figueiredo em Qua 16 Mar 2016, 16:12

-Lídia, Lídia, estás bem?!!- perguntei assustado
-Estou, mas o meu pulso dói-me muito, porque te preocupas tanto comigo? - perguntou ela
-Esquece lá! Está ali um papel!
Depois de o ler, passou-me, dizia assim:
Ah...querubins achavam que vos íamos dar uma pá para escavar?
Usem as vossas mãos e a vossa inteligência
Boa sorte,
Os instrutores
-AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH! NÃAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAÃO- gritou a Lídia
-Calma Marta, vamos conseguir!
-Porque me chamaste Marta?
-Por nada...é só que tu e a tua irmã são muito parecidas. desculpa. e não não vou esquecer o teu pulso. Enquanto tu pensas onde é que a chave pode estar eu vou-te ligar isso - disse eu.

Quando disse isto ela pareceu corar mas não dava bem para perceber por causa da ligeira escuridão. Mas não me importei e liguei-lhe o pulso. Como já era tarde decidi enviar uma mensagem em código morse com a lanterna para os outro lá em cima a dizer para amanha comtinuarem sem nos que a gente subia atrás deles no dia seguinte.

Após mandar a mensagem la para cima a que eles responderam utilizando a lanterna também, fizemos uma pequena fogueira a um canto e deitamo-nos um ao pé do outro para evitar a perda de calor durante a noite.



No dia seguinte por volta das 5 da manhã

Eu fui o Primeiro a acordar de nos os dois calcei as botas e fui acordar a Lídia. no inicio pencei em gritar mas depois decidi que não era muito delicado principalmente porque ela estava lesionada. Fui ter com ela, abaneia devagar e disse:

-Hora de acordar miss lesão 2016.

Ela acordou e calçou as botas

-Bom dia tambem para ti- disse eu.

- Bom dia só se for para ti, tou com umas dores no pulso- Disse ela desanimada.

- Toma disse eu estender- lhe uma seringa com morfina- queres que te de ou das tu??

-Dá me tu - disse ela com cara de quem vai morrer de dor.

Injectei-lhe a morfina na veia do braço para não lhe deixar os musculos mais doridos do que já estavam.

- Antes de adormecer estive a pensar onde poderia estar a chave uma vez que eles não nos dão pá e isto é tudo pedra e lembrei-me que nas quinas que a parede faz com o chão cresce la musgo e pequenas ervas, pode estar enterrado por baixo disso. O que achas?

-´É possível - concordou ela - vamos la procurar.

Ao fim de 30 minutos á procura a Lídia grito:

- ENCONTREI, ESTÁ AQUI!!! - exclamou ela

Eu corri para ela e não conseguia acreditar no que estava a ver, dei-lhe um abraço e peguei na chave e perguntei:

-Posso por a chave ao pescoço com as minhas chapas de identificação ou queres ser tu a guarda la?

-Guardo-a eu pode ser?

Sim, claro - respondi eu.

Ela pós a chave ao pescoço, eu ajeitei-lhe a ligadura no pulso e começamos a escalar quando já eram umas 06:30. Quando já tínhamos escalado uns 2 km e já eram umas 11 horas paramos para descansar e beber água.

- Como está o teu pulso? - perguntei.

-Não me doí, mas acho que é só enquanto o analgésico durar. Porque perguntas?

-Sem nos eles devem ter mantido o ritmo de ontem, por isso se os queremos apanhar temos que nos despachar. Isto é temos de aumentar o ritmo. achas que pode ser?

-Sim, até me começar a doer o pulso novamente.

E assim foi durante 10 horas com paragens de 10, 15 minutos para descansar e beber água. quando ja eram 21 e pouco começamos a ver uma luz e percebemos que eram eles.

Tamos a chegar- chegar disse eu á Lídia com entusiasmo - não podemos desistir agora!!

E não vamos - disse ela

Quando chegamos ao patamar onde eles estavam gritamos os dois em couro:

-E que tal uma ajudinha? Em?

Eles vieram ter connosco, abraçaram-nos e perguntaram:

-Então conseguiram a chave?

-Claro - Disse eu - E ainda chegamos aqui com a Lídia lesionada, esta menina aqui é uma durona

Ela corou e disse:

- Não é preciso exagerares ó Gonçalo Embarassed - disse ela.

E fomos para dentro, para o pé da fogueira que eles tinham feito.

Gonçalo Figueiredo
T-Shirt Azul
T-Shirt Azul

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 90
Reputação : 0
Idade : 15

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 30

Mensagem  Miguel Saldanha em Qua 16 Mar 2016, 19:15

- Malta, temos que nos despachar. Eu sei que estamos todos cansados, mas estou farto deste buraco, são umas 9 horas despachem-se a comer para dormir um bocado e amanhã que jáé o 3º dia arrancamos bem cedinho, por volta das 5 da manhã. Assim quando lá chegarmos podemos nós esperar pelos instrutores e não eles por nós.
-Também concordo - afirmou a Marta
"Por mim tudo" bem reponderam os outros.
Despachámos-nos bem depressa e adormecemos perto das 10 horas.
No outro dia de manhã acordei, as irmãs já estavam acordadas, reparei na mão da Strauss, estava super inchada.
-Bom dia, como esta a tua mão?
-Acho que consegues ver.
-Assim não consegues escalar, vais precisar de ajuda e muita?

Miguel Saldanha
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 9
Reputação : 2
Idade : 17

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Recruta nº30

Mensagem  Lídia Strauss em Qui 17 Mar 2016, 18:49

-Acho que vou precisar de bastante ajuda para escalar- disse eu- o meu pulso parece um balão roxo inchado!
-Maninha- disse a Marta- tu achas que consegues continuar?
-CLARO!!!!, mas vou precisar bué da vossa ajuda!
-Então vamos, rápido.- disseram os rapazes
E começamos a escalar... começava a amanheçer e o Sol iluminava o vulcão, que ficava com um ar bonito!
Escalámos durante duas horas e encontrámos uma caverna (só para descansar) :
-Acho que parti um braço- disse a Marta
-Põe umas ligaduras- respondi-lhe
-É verdade que tu e a tua irmã têm o QI mais elevado de todo o campus?- perguntou o Miguel e o Gonçalo
-Temos???!!!-dissemos- eu soube que tiva um QI elevado, mas de toda a CHERUB??? affraid
-O mais inteligente tinha um QI de 171, mas 190 e 210, nunca tinha visto! Shocked  Shocked
-Vamos mas é continuar a escalar, se não nunca mais saímos daqui. Ajudam-me a carregar as minhas coisas e as da Marta?
-Ai ai...-disse o Miguel- o que será que os instrutores estão fazer agora?
-Provavelmente a beber ou na praia Sleep -disse eu

Lídia Strauss
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 30
Reputação : 1
Idade : 15
Localização : Gronelândia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Recruta nº30

Mensagem  Mary Jefferson em Qui 17 Mar 2016, 19:30

-Vamos mas é continuar a escalar, se não nunca mais saímos daqui. Ajudam-me a carregar as minhas coisas e as da Marta?- disse a minha irmã
-Ai ai...-disse o Miguel- o que será que os instrutores estão fazer agora?
-Provavelmente a beber ou na praia -disse a Lídia

-Estão todos prontos?
-Sim...- disseram a Lídia, o Miguel e o Gonçalo, em coro.
-Se quisermos ganhar as T-shirts cinzentas, temos que nos esfolar, partir ossos, apanhar queimaduras e escaldões, tudo! Mas quando fizermos missões, tudo valerá apena.- afirmei eu
-Mais pareces um instrutor a falar.- disse o Gonçalo
-Sim, eu sei. Mas agora vamos lá subir este vulcão.
E saímos da caverna. A minha irmã começou a queixar-se de dores e disse ao Gonçalo bruscamente:
-Achas boa ideia dar MORFINA a uma miúda de 12 anos? A morfina é um fármaco narcótico de alto poder analgésico usado para aliviar dores SEVERAS!!!
-Calma Marta! Nem estou assim com tantas dores!-disse a Lídia.
-AHHHHHHHHH! Toma lá isto!- disse eu, dando um murro ao Gonçalo.
-MAAAAAAAAAARTA! OLHA SÓ O QUE LHE FIZESTE!- a Lídia estava possesa de fúria.
O Gonçalo estava a sangrar do nariz.
-Obrigadinha Marta! Grande parceira de recruta que me saíste!
-Eu trato disto- disse a minha irmã
Depois da Lídia ter tratado do nariz ensaguentado do Gonçalo, chegámos ao topo do vulcão, onde encontrámos uma mensagem:
Parabéns querubins.
Tirem umas horas de folga e logo iremos buscar-vos para a próxima fase.
Boa sorte,
Os instrutores

Depois de encontramos um sítio para descansar fomos á nossa vida, o Miguel e eu adormecemos (já era noite). Mas o Gonçalo e a minha maninha foram lá para fora fazer não sei o quê!

Mary Jefferson
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 14
Reputação : 3
Idade : 15
Localização : Secreta

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 30

Mensagem  Gonçalo Figueiredo em Sex 18 Mar 2016, 14:47

-Obrigadinha Marta! Grande parceira de recruta que me saíste! - disse eu irritado- só estava a tentar ajudar
-Eu trato disto- disse a Lídia a tentar evitar que algum de nos se magua-se  asserio
Depois da Lídia me ter tratado do nariz ensanguentado do , chegámos ao topo do vulcão, onde encontrámos uma mensagem:
Parabéns querubins.
Tirem umas horas de folga e logo iremos buscar-vos para a próxima fase.
Boa sorte,
Os instrutores
Depois de encontramos um sítio para descansar fomos á nossa vida, o Miguel e a Marta foram descansar (já era noite). Mas eu e a Lídia fomos dar uma volta lá para fora. Tínhamos passado por muito juntos nestes últimos dias e eu sentia um arrepio na espinha de cada vez que estava sozinho com ela
Decidi leva-la a um miradouro onde se vi-se o oceano cristalino. Quando chegamos ao miradouro ficamos calados a olhar para o infinito durante uns 5 minutos ate que eu disse:

- obrigado por me tratares do nariz. Es uma grande amiga - disse eu a corar. Embarassed  apesar dela não ter visto por causa da escuridão.

- Não foi nada, fizes-te o mesmo pelo meu pulso - disse ela com a voz a ficar com a estranha.

- Tá tudo bem? Tás com a voz estranha!

- Sim ta... É só que estou a ficar com frio...

- Ohhhh, anda cá.

E puxei-a par ao pé de mim. Comecei-me a sentir embaraçado mas  não ia deixar passar outra oportunidade para dizer o que sentia por ela, por isso respirei fundo três vezes e ainda com ela encostada a mim disse:

-Lídia...eu...

-Tu.. sim desenbuxa.

- Eu quero que tu faças parte da minha vida.. Lídia eu... Amo-te

Ela ficou chocada affraid  e eu comecei a arrepender-me.

Só tinham passado 30 segundo desde que eu lhe tinha dito aquilo mas mais pareceram 30 minutos, quando ela diz:

-Eu.....

Gonçalo Figueiredo
T-Shirt Azul
T-Shirt Azul

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 90
Reputação : 0
Idade : 15

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 30

Mensagem  Vince Morte em Sex 18 Mar 2016, 15:08

Os recrutas não tiveram muito tempo para descanso, já que 15 minutos depois apareceu um helicóptero que os levou a todos de volta á base da CHERUB. Marta e Lídia foram diretas para a enfermaria, para tratar dos ossos partidos, mas nem isso as livrou do verdadeiro inferno que foram os 3 meses seguintes. Corridas, flexões, abdominais.... Os treinos físicos lavavam-nos á exaustão, e quando eles já estavam exaustos, aí entravam os jogos psicológicos..... e os instrutores Vince e Blaine eram experts nessa categoria.
Ao contrário dos que os recrutas pensavam, a sua estadia no vulcão foi sempre bastante vigiada. Para Marta, isso significava que o seu murro não passaria impune.

OFF: Têm as próximas 24 horas para descrever o que aconteceu durante os 3 meses seguintes. Sejam criativos. Esperam-se posts longos, mas basta um post por pessoa, desde que cubra o periodo pedido. Sejam coerentes com as vossas condições físicas.

Vince Morte
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 39
Reputação : 3
Localização : Algures numa cama perto de si

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 30

Mensagem  Miguel Saldanha em Sex 18 Mar 2016, 22:51

Tínhamos acabado a primeira parte da recruta, para mim nem tinha sido nada de especial, foi cansativo, mas consegui o mais importante não sofrer uma lesão, sabia que isso me traria muitas vantagens e que tinha que a manter, aliás tudo o que eu faço é sempre na máxima segurança.
Depois de sermos colhidos pelo helicóptero entramos no campus diretamente para o complexo de recruta.
Aí entramos na cabina de treino onde iriamos ficar cerca de 3 meses.
Iriamos dormir nas tradicionais camas duras já usadas por imensos outros recrutas e com imenso cheiro a suor. As refeições, quando as havia, não eram nada de jeito, ou arroz frito com uma lasca de frango ou uma tira de frango com arroz torrado. Tomar banho mal se fala, ou água morna ou água fria.
A recruta consistia em aulas e treinos. Todos nós tínhamos aulas de inglês, árabe, matemática, física, sobrevivência (comida extra), explosivos, Organização, Tática e Logística, Tiro, Comando e Estratégia Militar. Era a parte mais interessante além de ser a única parte do dia em que podíamos descansar também aprendíamos muitas coisas interessantes que nos podiam ser úteis na missão de final de recruta
Nos primeiros dias aguentei bem o treino dos instrutores. Mentalizava-me que o treino me iria tornar mais forte e musculado também, e assim os treinos pareciam mais curtos e menos intensivos.
Era extremamente necessário não nos envolvermos em lutas pois além de sermos bastante repreendidos pelos instrutores que não paravam de nos tentar por uns contra os outros, só unidos é que iriamos passar a recruta.
No resto do mês tornou-se mais complicado, com as irmãs lesionadas eu e o Gonçalo tínhamos que as ajudar, o problema começou quando nós já estávamos estafados há vários dias. Com o exagerado cansaço físico diminui a concentração o que nos levou a ter vários cortes e grandes arranhões o que piorava bastante o nosso rendimento.
No segundo mês saímos pela primeira vez do complexo de recrutamento, fomos á área de paintball, obrigaram-nos a jogar cada um com uma mochila carregada de pedras, fomos separados em duas equipas eu e a Marta contra o Gonçalo e a Strauss, tínhamos que resgatar a bandeira do adversário e traze-la até á nossa base, sempre que fossemos mortos tínhamos que voltar á nossa base. É obvio que quem perdesse sofria um castigo. No inicio até foi engraçado andar á procura dos outros e fazíamos imenso exercício, o problema começou quando ninguém ganhava e estávamos a ficar supercansados, para piorar os instrutores disseram que se ninguém ganhasse dentro de 30 minutos acabaríamos todos por cumprir o castigo, o que se sucedeu, 30 flexões mais 100 abdominais o que depois de 3 horas a correr com mais 10kg mais parecia um martírio. O resto do mês quase mais do mesmo só que as raparigas já estavam recuperadas e eu tive uma grande constipação o que não era muito favorável ao treino intensivo, mas que se passou com alguma relativa facilidade.
No terceiro mês não sei porque razão os instrutores começaram a ficar mais brandos, mais água quente, exercício menos intenso, menos jogos psicológicos. Ou estavam a ficar tão fartos de repetir a mesma coisa todos os dias ou se calhar já nos estávamos a habituar. Não se como consegui cair enquanto corri e bati com o braço numa pedra bem afiada o que me valeu 3 pontos. Apesar da recruta ser cansativa já me estava a habituar e o ambiente entre os recrutas estava muito bom.
No final do mês sabia que iria começar a missão final e todos estavam ansiosos por saber como seria.

Miguel Saldanha
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 9
Reputação : 2
Idade : 17

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 30

Mensagem  Gonçalo Figueiredo em Sab 19 Mar 2016, 15:02

Apos termos saído do vulcão e termos feito o que nos apeteceu fomos colhidos por um helicopetro que nos levou ao aeroporto imternacional do Havai onde esta um avião da RAF que nos levari devolta ao Reino Unido.
  Apos  6 horas de viagem e uma paragem para reabastecer o avião em N.Y. Chegamos a uma pequena pista a cerca de 1 Km do campus onde estava um dos 5 autocarros da recruta pora nos levar para o recinto. Mal saimos do avião os instrutores começaram a imporrar-nos para dentro do autocarro. Quando ja estavamos todos sentados eles começaram a dar ordens:

-Mal cheguem as nossa princesinhas vão á emfermaria tratar as lesões- disse um

-E os nosso princepes vão ser uns cavalheiros e lervar o equipamento delas para dentro e ja agora, fazem-lhes as camas. - Disse o outro num tom sarcástico
   

  Depois delas terem tratado das lesões e nos termos realizado as " terefas domesticas" fomos para o percurso de treino e foi assim duramte o primeiro mês: acordavam-nos, mandavam-nos fares o percurso de treino e asseguir se os instrutores tivecem bem dispostos tomavamos o pequeno-almoço senão iamos diretamente ter aulas de luta e defesa pessoal, la para as 4 comiamos uma sopa mais fria do que sei la eu o que, asseguir voltavamos a ter aulas de luta e defesa pessoal e depois voltavamos para o percurso de treino mais 2 ou 3 horas e lá para as 8:45 iamos tomar um banho quente ou frio o que eram o mais comum e em seguida jantavamos a unica refeição quente do dia, em seguida iamos para a cama e as luzes eram apagadas as 9:30 e se tivecemos sorte dormiamos cerca de 6 hora seguidas ate sermos acordados novamente isto se os instrutores não se lembrassem de fazer exercicios noturnos marados.
   No segundo mês as coisa mudaram um bocado, continuavamos a acordar á mesma hora, mas passamos a fazer o percurso de treino menus vezes antes do pequeno-almoço que continuava a depender da desposição dos instrutores, mas depois do pequeno almoço (quando havia) em vez de voltarmos ao percurso de treino ou termos aulas de luta passamaos a ter aulas de tecnicas de subrevivencia ( mais uma refição quente), manusiamento de armas e explusivos, taticas de guerrilha e contra guerrilha urbana, tiro e ainda tinhamos de aprender uma lingua de alfabeto não latino dependendo do dia da semana tinhamos diferentes aulas. Isto era o nosso horario ate as 15 horas, hora a que almoçávamos a maravilhosa sopa fria, depois disto tinhamos percurso de treino ou aulas de luta dependendo tambem do dia da semana, depois tomavamos um banho que ja era quente com mais ferquencia, jantavamos e iamos para a cama á mesma hora.
     Estranhamente no terceiro mês as coisas acalmaram, eramos acordados so as 7:30, íamos para a cama as 9:30 e quase todos os banhos era quentes. O resto das coisa mantiveram-se "normais". Eu e os outros três rapidamente percebemos que o exercicio final ia ser um imferno, mas nos ja nos tinhamos mentalisado de uma coisa: A Recruta é Dura Mas os Querbins São Mais Duros.

Gonçalo Figueiredo
T-Shirt Azul
T-Shirt Azul

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 90
Reputação : 0
Idade : 15

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Recruta nº30

Mensagem  Lídia Strauss em Sab 19 Mar 2016, 17:34

Após termos saído do vulcão e termos feito o que nos apeteceu fomos para um helicóptero, que nos levaria ao aeroporto JFK. Quando saímos, vimos uns autocarros que nos levariam ao campus. Sentia-me meio estranha por causa do que me tinha acontecido nas últimas horas, aquela cena com o Gonçalo, o murro que a minha irmã lhe tinha dado e outras cenas...
No meio de ordens dadas pelos instrutores e ignoradas pelos recrutas, acabei por dormir um pouco, encostada ao ombro da Marta. Sabia que provavelmente ela seria castigada por quase ter partido o nariz ao Gonçalo.
No 1º mês, eu e a minha irmã ficámos na enfermaria. O meu pulso estava a melhorar, mas precisava de ser operada. Com a minha irmã era o mesmo.  Era sempre o mesmo: acordar às 5:30 am, correr durantes montes de horas pelo percurso de treino, as aulas, que eram a única parte do dia onde podíamos descansar, mais voltas no percusrso de treino, duches gelados, tempo para TPC´s e dormir. Eu ficava para aí uma hora a ler livros como: As piores expriências médicas feitas no Holocausto, Os bebés de Auchwitz, As maiores sociedades secretas do Mundo,  Cicada 3301, O programa da Mars One mas tbm livros normais.
No segundo mês decidi chamar-lhe de "Mês da Tortura". Obrigavam-nos a levantar às quatro da manhã, correr três horas no percurso de treino, uma hora livre (ufa!), o pequeno almoço era sempre torradas meio queimadas e sumo Compal de pacote. Foi nesse mês que os instrutores nos castigavam por tudo e por nada. Fiquei uma noite ao relento com a Marta, outra com os outros todos. O pior dia foi quando nos acordaram às 2 da manhã, com uma mangueira, para correr 100 voltas. Quando acabámos, estamos mais mortos que vivos!
Também fomos á área de paintball, obrigaram-nos a jogar cada um com uma mochila carregada de pedras, que pesava 10 kg. Fomos separados em duas equipas, o Miguel e a minha maninha loucona contra o Gonçalo e eu.
Tínhamos que resgatar a bandeira do adversário e trazê-la até á nossa base, sempre que fossemos mortos tínhamos que voltar á base. É óbvio que quem perdesse sofriria um castigo. No início até foi engraçado andar á procura dos outros e fazíamos imenso exercício, o problema começou quando ninguém ganhava e estávamos a ficar supercansados, para piorar os instrutores disseram que se ninguém ganhasse dentro de 30 minutos, acabaríamos todos por cumprir o castigo, o que se sucedeu.

No 3º mês foi o melhor, pois os instrutores já estavam mais brandos.
Estávamos todos cheios de curiosidade de saber o que seria a Missão Final mas sabíamos que não seria nada de bom.

Lídia Strauss
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 30
Reputação : 1
Idade : 15
Localização : Gronelândia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Recruta nº30

Mensagem  Mary Jefferson em Sab 19 Mar 2016, 18:05

Depois de longas horas entre helicópteros, aviões e autocarros, lá chegaram ao edifício de treino, os rapazes...
Eu e a Lídia fomos mandadas para a enfermaria. O meu pé e o meu braço estavam muito maus e precisei de ser operada e de ficar três dias no hospital.
O resto do mês foram normais: acordar às cinco e meia da manhã, correr durantes bastantes horas pelo percurso de treino, as aulas, (inglês, árabe, matemática, física, sobrevivência,etc...) a única parte do dia onde podíamos descansar, mais voltas no percusrso de treino, duches gelados, tempo para TPC´s e dormir.
Nos primeiros dias aguentei-me bem, e pensava sempre que a recruta me ia tornar mais forte e além do mais, já poderia fazer missões. Mas um dia o instrutor
Blaine Anderson chamou-me e disse para ficar lá fora em ROUPA INTERIOR, a noite toda! Era o castigo por quase ter partido o nariz do Gonçalo. Mas até me aguentei bem!
A comida da recruta era sempre a mesma: arroz frito demais, frango queimado, torradas queimadas, sumo, cereais baratos, e a "maravilhosa" sopa fria, como lhe chamava o Gonçalo.
Nas aulas de línguas tínhamos que apredender Árabe, uma língua de alfabeto não latino. Às 3 da tarde, almoçávamos a maravilhosa sopa fria, depois disto tinhamos corrida pelo percurso de treino ou aulas de combate, dependendo também do dia da semana, depois tomavamos um banho de água quente (finalmente!), jantávamos arroz e frango e deitávamo-nos às oito e tal...
No terceiro mês, os instrutores começaram a ficar mais brandos. Apesar da cansativa recruta, o ambiente entre os recrutas estava porreiro.
Todos estavam com medo do Exercício Final.

Mary Jefferson
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 14
Reputação : 3
Idade : 15
Localização : Secreta

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 30

Mensagem  Vince Morte em Dom 20 Mar 2016, 01:11

O medo que os recrutas tinha do exercicio final provou-se bem merecido, já que ao 96º dia de recruta, cada um acordou no seu caixão. Não apenas um vulgar caixão forrado a seda, fofo e confortável, mas um caixão de tábuas, com alguns pregos bem salientes, e quase sem espaço para se mexerem. Por cima de cada caixão estava um metro de terra dura e recheada de minhocas. Com todos os medos testados, os recrutas teriam pouco tempo para escapar de uma situação onde um ataque de pânico seria fatal antes de ficarem sem ar para respirar.

Vince Morte
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 39
Reputação : 3
Localização : Algures numa cama perto de si

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Recruta nº30

Mensagem  Lídia Strauss em Dom 20 Mar 2016, 21:30

Acordei com uma impressão que algo estava mal. Mal me tentei levantar bati com a cabeça.
Percebi que era a Missão Final e que estava num CAIXÃO!!! Shocked  Já tinha percebido tudo. (afinal para que serve um QI de 210?)
Começei por dar umas joalhadas na parte de cima, mas não abriu. Percebi logo que devia haver uma coisa a tapar.
Ouvi vozes de alguém a gritar:
-LÍDIA LÍDIA, ESTÁS A OUVIR?!!!
Percebi logo que era o meu "amigo" Gonçalo. Ajudou-me e disse:
-Então fofa. Tudo bem?
-Sim, agora só falta desenterrar o Miguel e a Marta.
O Gonçalo já estava a ajudar o Miguel. Agora só faltava a minha irmã.
Durante prá aí uns 10 minutos era só a tentar sair dali e nos outros seguintes era só a cuspir terra e a tirar minhocas da t-shirt.


P.S- NÃO ME JULGEM! NÃO ESTOU COM MUITA IMAGINACÃO PARA POSTS LONGOS. Sleep
P.S.S- Ordem das pessoas a postar:
-Eu
-Gonçalo Figueiredo
-Miguel Saldanha
-Marta Costa


Última edição por Lídia Strauss em Seg 21 Mar 2016, 15:24, editado 1 vez(es)

Lídia Strauss
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 30
Reputação : 1
Idade : 15
Localização : Gronelândia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 30

Mensagem  Gonçalo Figueiredo em Dom 20 Mar 2016, 23:43

Acordei num sitio escuro e apertado e pelo cheiro a terra rapidamente me apercebi que era debaixo dela que eu estava dentro da PORCARIA DE UM CAIXÃO, respirei fundo e pensei:

-Se o objectivo é sairmos de debaixo da terra não podemos estar muito fundo.

Por isso comecei a empurrar a tampa do caixão e em menos de 5 minutos tinha a tampa aberta um monte de minhocas em cima de mim, pós-me a pé e sai do buraco, reparei que havia 4 mochila com equipamento de combate o que significava que não estava sozinho, mais importante ainda tinha ali uma pá. Agarrei nela, dirigi-me para o primeiro sitio com terra remexida e comecei a cavar. Ao fim de 2 minutos a cavar encontrei uma tábua de madeira e comecei a ouvir pancadas, até que levei com a tampa de um caixão em cheio nas trombas levantei-me, olhei para dentro do buraco e que lá estava? a minha "amiga" Lídia. ajudei-a a sair do caixão, a sacudir-se e dei-lhe um abraço, em seguida apontei-lhe outra pá e outro monte de terra remexida. Não foi preciso dizer mais nada ela desenterrou a irmã e eu desenterrei o Miguel. a seguir a sacudirmos a roupa metemos as mochilas as costa começamos a andar pelo único trilho que havia ate que encontramos um bilhete que dizia:

-Bom dia florzinhas de estufa! Dormiram bem nas vossas "caminhas"?? Hora aqui vai a primeira pista: Para as t-shirts encontrarem os vossos medos têm de soprar e em frente andar!

Gonçalo Figueiredo
T-Shirt Azul
T-Shirt Azul

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 90
Reputação : 0
Idade : 15

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 30

Mensagem  Miguel Saldanha em Seg 21 Mar 2016, 12:58

Tinha acabado o 95º dia de recruta e nós sabíamos que a missão final iria chegar, só não sabíamos se era ao 96º dia ou ao 97ºdia e os instrutores não se pronunciaram acerca disso.
Jantámos, desta vez não foi frango, mas sim uma bifana seca com arroz, tomámos banho e espalhámo-nos em cima da cama. Adormecemos…
Acordei, abri os olhos, mas não via nada apenas escuridão, “será que ainda é noite?”.
Onde eu estava não parecia ser a cama da recruta, esta era ainda mais desconfortável (o que era praticamente impossível). “Será que eu não estou a conseguir distinguir o sono da vigília?”
Tentei dar-me uma chapada, mas a minha mão bateu em qualquer coisa que estava por cima de mim. “Wtf, o que é isto”. Tacteei o que estava por cima de mim (era rugoso e tinha linhas bem definidas), “esta textura parece ser de um tabique”, mas o que está a fazer aqui isto. Tacteei o que estava á minha volta e tentei mexer as pernas. Estava dentro de qualquer coisa de madeira e ainda por cima sentia alguns pregos o que me poderia causar ferimentos.
“Mas o que é que deu na cabeça dos instrutores, poderia ter-me aleijado seriamente nestas cavilhas enquanto estava a dormir.” Não gosto de estar fechado e aquilo parecia-me assustador.
“Pensa Miguel, tens que sair daqui de alguma forma”. Tinha a certeza que os instrutores não nos queriam ver mortos pois arruinaria as suas carreiras. “Mas onde é que eu estou dentro disto?” Tentei ver as frestas, estava tudo escuro. “Acho que estou tapado, mas com o quê”
A seguir pus lá os dedos. “Humidade, mas que porra é esta? Terra nas minhas mãos, os instrutores só podem estar a brincar comigo!”

“Reflete, examina Saldanha” “Ora quanto é que isto mede?”, “Como quase não me consigo mexer aqui, deve ter 1,70x0,45x0,30m”, dei um pontapé naquilo, só a parte de cima e a do lado de cima é que subiu. “Pelo menos não tenho que despregar isto”, “Isto dá para fazer uma câmara de ar enquanto subo”. Com as mãos empurrei o lado de cima para fora, assim o lado de baixo caiu, levantei a parte que estava próxima da minha cabeça. Aquilo era bem pesado, tinha que fazer um corte incisivo pela terra para não suportar com o peso todo da terra que estava em cima. Consegui levantar o tronco, tinha a cintura toda cheia de terra, mas na parte onde tinha a cabeça não tinha nada. Como tinha uma tábua debaixo de mim não me enterrava. “Agora tens que te levantar” Não era fácil levantar-me com tanto peso em cima de mim, mas á medida que subia havia menos peso por cima, não consegui tirar os pés. “Seja o que deus quiser” levantei os braços e fiquei com terra até á cabeça, mas já via luz. “Ainda bem que só tem esta altura senão já estaria sem ar”
Alguém me quer dar uma ajuda, disse eu a custo quando vi o Figueiredo, a Strauss.
Desenrasca-te sozinho não te tivesses metido aí, respondeu a Strauss. “Só pode estar a brincar comigo certo” pensei.
Atirei a tábua para o lado, tirei a terra de perto da cara.
É obvio que enquanto estava a dormir virei sonâmbulo e me enterrei aqui, resmunguei á Strauss
Coloquei os braços de lado e levantei o tronco como se fosse paralítico. A seguir tirei as pernas a rastejar. O Gonçalo ajudou-me a levantar.
Estar aqui cheio de terra favorece-me não, disse eu bem disposto.

Miguel Saldanha
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 9
Reputação : 2
Idade : 17

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Recruta nº30

Mensagem  Mary Jefferson em Seg 21 Mar 2016, 15:50

Acordei, abri os olhos, e percebi que estava dentro da porra de um caixão!
Dei uns pontapés e nada! Começei a entrar em pânico:
-O QUE É QUE OS PALHAÇOS DOS INSTRUTORES QUEREM?!!!!!
Começei a ouvir vozes:
-Agora só falta a tua irmã
-Pera aí, ainda estou a tentar tirar esta maldita terra!
Gritei:
-Ajudem-me! Estou a ficar sem ar!
-Marta! Que bom!
Depois de 20 minutos a tentarem-me tirar dali, lá conseguiram.
-Obrigada e Gonçalo...
-Sim????!!!- disse ele, meio chateado.
-Desculpa lá aquilo do nariz, é que eu às vezes sou meio agressiva
-É na boa.
Depois de sacudir terra e minhocas, a Lídia passou-me um bilhete e disse:
-Acho melhore leres isto.
O bilhete dizia o seguinte:
Bom dia florzinhas de estufa! Dormiram bem nas vossas "caminhas"?? Hora aqui vai a primeira pista: Para as t-shirts encontrarem os vossos medos têm de soprar e em frente andar!
-Isto não vai ser nada de bom- disse o Miguel.

P.S Ordem das pessoas a postar:
-Miguel Saldanha
-Lídia Strauss
-Gonçalo Figueiredo
-Marta Costa

Obrigada,
Marta Costa troll_face

Mary Jefferson
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 14
Reputação : 3
Idade : 15
Localização : Secreta

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 30

Mensagem  Miguel Saldanha em Seg 21 Mar 2016, 18:19

Isto não vai ser nada bom. Alguém faz a minima de que isto quer dizer?, disse eu.
A Strauss respondeu, nao faço a mínima e até acho que os instrutores estão a gozar connosco.
Temos que analizar isto ao pormenor e estabelecer metáforas, concluí eu.
Alguém sabe como soprar os medos? Eu nem sequer tenho medo de nada, nem da própria morte. Apenas tenho algum receio de não acabar a recruta
"os vossos medos tem de soprar" e "em frente andar"
Pensei em alta voz, Encontrei duas hipóteses, ou vemos para onde está o vento e andamos em frente...
Quase que não está vento, disse a Marta.
Foi o que eu pensei, ... ou vamos á rosa dos ventos e andamos em frente, ou seja Norte.
Como é que tu sabes onde fica o norte?, perguntou o gonçalo.
Fácil, vais a uma árvore no sitio do tronco onde tiver mais musgo é o norte, respondi eu.
O que é que vocês acham desta segunda hipótese?, perguntei.

Miguel Saldanha
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 9
Reputação : 2
Idade : 17

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 30

Mensagem  Virginia Hall em Ter 22 Mar 2016, 16:51

FIM DA 30ª RECRUTA. DIRIJAM-SE AO GABINETE DO DIRETOR PARA SABEREM OS VOSSOS RESULTADOS.

_________________

Virginia Hall
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 328
Reputação : 3
Idade : 21
Localização : Localização Secreta

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/2500  (0/2500)
Experiência de Missão:
0/2500  (0/2500)
Capacidade Física:
0/2500  (0/2500)

Ver perfil do usuário http://afilhadeathena.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº 30

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 11:40


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum