Recruta nº4

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Recruta nº4

Mensagem  Andre Cavalheiro em Qui 12 Abr 2012, 21:14

Large estava no dormitório, enquanto esperava os recrutas. assim que ambos marcaçem presença, a recruta começaria. O adulto estava com umas otimas ideias para torturar os recrutas. Olhou para a lista, Salendiz Wolf, e Sophie Adams...

_________________
André Cavalheiro
Director da CHERUB!

Andre Cavalheiro
Admin

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 108
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Localização secreta

Ver perfil do usuário http://cherub-portugal.forumportugues.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

RE: Recruta nº4

Mensagem  Salendiz Wolf em Qui 12 Abr 2012, 21:35

Salendiz entra no dormitório com receio do que possa vir a acontecer, respira fundo e olha para o monitor Large dizendo:
-Olá...o meu nome é Salendiz - disse ela a medo. - Só faltam a Sophie e a Yuno...depois podemos começar...-disse ela de cabeça baixa


Última edição por Salendiz Wolf em Sex 13 Abr 2012, 12:02, editado 1 vez(es)

Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Convidad em Sex 13 Abr 2012, 00:11

Atrasada. Não acrredito que isto estava a acontecer... Era sempre tão responsavel, mas num dos dias mais importantes da minha vida, ia chegar atrasada. Bonito. Estava tudo a começar muito bem. Quando chegei ao dormitório já la estava a instrutora e uma rapariga

- Uff, não sou a última...Menos mal


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Sophie Adams em Sex 13 Abr 2012, 12:11

Sophie entrou apressada na sala que lhe tinham indicado. -Cheguei. Desculpem o atraso, ainda não conheço muito bem as instalações.. - disse, envergonhada e com um pouco de medo.

Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Andre Cavalheiro em Sex 13 Abr 2012, 14:11

A recruta estava pronta para começar, Large distribui os horários. As duas primeiras semanas, foram dificeis para os recrutas, muito exercício e esforço, e então, os instrutores decidiram fazer a primeira prova.
- Muito bens recrutas! Chegou a hora do vosso primeiro exercicio! Serão deixados no meio de uma gruta sem quaisquer mantimentos, e têm exactamente vinte e quatro horas para sairem vivos. Na gruta irão haver várias criaturas perigosas, e não terão quase luz nenhuma! Boa sorte recrutas!

_________________
André Cavalheiro
Director da CHERUB!

Andre Cavalheiro
Admin

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 108
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Localização secreta

Ver perfil do usuário http://cherub-portugal.forumportugues.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Sophie Adams em Sex 13 Abr 2012, 17:40

A recruta tinha começado e estava a ser muito dura. Todos os novos participantes estavam muito cansados, mas extremamente felizes. Treinaram dias a fio, para ficarem em forma para as suas missões. Até que o instrutor achou que estavam todos preparados para a primeira prova e resolveu enviá-los todos para uma gruta, sem mantimentos e com criaturas ferozes que teriam de enfrentar. Tinham 24 horas para regressar da missão com vida.
Todas as recrutas estavam nervosas e com um pouco de receio mas muito entusiasmadas por poder provar que todo o seu esforço nos treinos tinha servido para alguma coisa. Quando chegaram à gruta sentaram-se alegres a conversar, até que começaram a ouvir ruídos de algo... e o pânico instalou-se... o que seria aquilo ?

Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Salendiz Wolf em Sex 13 Abr 2012, 18:02

Levantaram-se de repente e tentaram perceber de onde vinha o ruido. Durante alguns segundos nada se ouviu, mas o ruido voltou a surgir, desta vez mais perto. O que quer que estivesse a fazer aquele barulho estava a aproximar-se. Salendiz tentando salvar a sua vida, deita-se no chão fingindo de morta e diz:
-O que estão a fazer!? Deitem-se! Se pensarem que estamos mortas não nos vão atacar-diz ela num tom agressivo-Vá lá! Querem viver ou ser comidas por um monstro!?
Ao dizer isto Sophie e Yuno deitam-se no chão. Todas tentam respirar calmamente e sustendo a respiração durante alguns segundos para que pareça que estam mortas. Salendiz sente um respiração acelarada, como se a estivessem a cheirar, perto do pescoço. Inevitavelmente entra em panico, mas mantem-se no chão, aquele monstro estava agora a lamber-lhe a bochecha, tinha uma lingua aspera e comprida. Salendiz levanta a mão, lentamente, apalpando o fucinho da criatura, que parecia uma espécie de cão. Levanta-se e:
-Não sei bem... mas acho que isto é um cão...-diz ela limpando a cara com o lenço que levava ao pescoço.
-Um cão!?-diz Sophie num tom hironico- Tanta coisa e era só um cão! haha pelo menos estamos vivas!
-haha era só um cão, por momentos pensei que ia morrer!-disse Yuno rindo-se
Depois do sucedido Yuno e Sophie levantam-se e sacodem as roupas sujas de pó. Pegam nos pertences e, com um novo amigo que pensam ser um cão, tentam descobrir uma saída daquela gruta. Salendiz diz ás companheiras para tentarem encontrar algo que sirva para comer, enquanto ela procura algo que lhes sirva de armas.

Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Sophie Adams em Sex 13 Abr 2012, 18:17

Estavam muito mais aliviadas agora que sabiam que tinham um amiguinho que as poderia ajudar a sair dali com vida e em segurança. Enquanto Salen procurava algo que lhes pudesse servir de armas de defesa contra possíveis perigos, Soph e Yuno procuravam mantimentos. Soph espreitou por baixo das pedras que lhe iam aparecendo pelo caminhos e apalpava todas as ranhuras da rocha, quase às escuras, à procura de alguma fresta de luz, que pudesse indicar o caminho para a saída, mas não estava a ser bem sucedida em nenhuma das tarefas. Salen andava a raspar pedras contra as paredes da gruta para as "afiar" e a reunir alguns paus. Yuno andava de um lado para o outro nervosa e preocupada e remexia tudo à sua volta. Estava tudo em silêncio até que de repente Soph encontra uma caixa de cartão velha que lhe desperta a curiosidade e resolve abri-la. No seu interior encontravam-se algumas garrafas velhas de vinho, água de aspeto duvidoso, pão bolorento e frutos secos. Soph desata então a gritar que nem uma louca. - Achei meninas! Comida! Venham cá, rápido! - Salen e Yuno largaram o que estavam a fazer e foram ter com ela, sorridentes.
-Ah isto deve estar estragado. Parece estar aqui há séculos. - disse Salen, desanimada.
-Oh, mais vale isto do que morrermos à fome. - disse Yuno, toda despachada.
-Eu vou comer os frutos secos. Acho que não se devem estragar tão rapidamente. E vou beber um pouco de água. Estou a morrer de sede.
-Oh, tens razão. Eu também vou petiscar qualquer coisa. - concordou Salen.
As meninas comeram, sossegadas e caladas, pois estavam completamente esfomeadas. Quando terminaram, arrumaram os restos na caixa e embrulharam-se nas mantas do campus que tinham levado consigo, encolhidas de frio e cansadas. Não tardou a que elas adormecessem e descansassem numa breve sesta.

Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Salendiz Wolf em Sex 13 Abr 2012, 18:48

Depois de Yuno e Sophie adormecerem, Salendiz levanta-se e continua a sua tarefa. Tinha uma pedra quase tão afiada como uma faca e quando estava quase a terminar, a pedra parte-se em duas partes semelhantes. Salendiz ficou bastante enervada, mas como a raiva não a ajuda a sair dali resolveu procurar outra solução. Lembrou-se das suas aulas de arco e flecha, em que era boa, e decidiu fazer flechas em vez de uma lança. Pegou em dois ramos finos que encontrou, rasgou o seu lenço e prendou as aos ramos, fazendo assim 2 flechas das quais ficou muito orgulhosa. Agora faltava-lhe um arco...
-Pronto... menos mal, já tenho duas flechas, mas ainda falta um arco...harg aonde é que vou encontrar um ramo flexivel nesta gruta escura!?- ao dizer isto tropeça num tronco, caindo de cabeça no chão. Sophie acorda com o estrondo e vai ao encontro de Salendiz:
-Salen! Saleeen! Acorda!-grita ela muito preocupada- O que aconteceu!? responde! Salen! Yuno acorda assustada com aquela gritaria e quando vê Salendiz estendida no chão e Sophie a segura-la. Como estava escuro pensou que os longos cabelos vermelhos de Salendiz eram sangue e começou a gritar pensando que ela estava morta:
-Haaaaaaaaaaaaa! O que lhe fizes-te Soph!?! Ela está morta!-grita ela desesperadamente
-Não fui eu tonta! e isto não é sangue é o cabelo dela! Agora ajuda-me a levanta-la, parece que não mas pesa!
-Mas o que aconteceu!?-pergunta Yuno ainda assustada
-Sei lá, caiu e bateu com a cabeça, mas já vi e não tem sangue nem hematomas. Ah pois é! vai buscar água!-disse Sophie sorridente
-Não é altura de beber água Sophie!-disse Yuno zangada
-Não é para beber tola! É para a molhar e ver se acorda!-disse Sophie rindo-se
-Ah está bem, volto já Yuno começa a correr e passados alguns segundos volta com a garrafa de água:
-já que não dá para beber, aqui vai!-disse Yuno despejando a garrafa na cara de Salendiz, que acorda de imediato. Passou a mão pela cabeça e perguntou o que se passava:
-Bateste com a cabeça, mas já passou-disse Sophie tentando acalma-la. Salendiz levanta-se e pede ajuda para agarrar no tronco, Sophie e Yuno acharam que estava maluquinha e perguntaram-lhe se estava bem, ao que ela respondeu:
-Já passou, agora ajudem-me a levantar isto para eu fazer um arco!-disse ela ainda zonza. As colegas ajudam-na e transportam o tronco até uma pedra grande, a pedido de Salendiz.
-Okey, larguem a pedra quando disser...1...2...
3
. Largaram o tronco ao mesmo tempo, fazendo com que este se partisse em váreos bocados. Salendiz pega num pedaço fino, flexivel e forte. Com a ajuda de uma pedra começou a tirar as farpas e a por aquele arco do seu agrado. Quando terminou mostrou-o ás colegas que a felicitaram.

Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Convidad em Sex 13 Abr 2012, 19:07

Nao faço ideia de á quanto tempo é que estariamos fechadas ali dentro, mas pareciam dias, talvez semanas. Tinhamos de sair dali de alguma maneira! Começei a apalpar tudo o quera rocha, á volta da caverna

- Yuno? O que estás a fazer? - disse Salendiz
- A tentar encontrar uma maneira de sairmos daqui!

Depois de ter dado voltas e voltas, acabei por desistir. Era inutil. Decid sentar-m, mas conforme ia a sentar-me, escorreguei. Para evitar cair, agarrei-me a uma pedri. Isso fez com que eu não caisse, e donde uma pedra tinha caido, conseguia ver um peqeuno frecho de luz

- Luz! Luz! Podemos tentar escavar a partir daqui - disse eu

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Sophie Adams em Sex 13 Abr 2012, 19:12

Finalmente Yuno tinha encontrado uma fresta de luz! Soph, Salen e Yuno desataram a esgravatar a parede toda, mas esta demorava muito a ceder.. estavam ali há horas e ainda so tinham conseguido cavar um buraquinho. Aquela rocha era super dura e rugosa.. aquilo ia demorar..

Salen, frustrada com aquilo, deu um pontapé com toda a sua força na parede, o que a fez ceder. Já se estavam todas abraçar e a rir, pensando que tinham chegado ao fim, mas afinal.. o que estava do outro lado não era a saída mas sim uma pequena salinha de um armazém cheia de barris de vinho e garrafas, e também, algumas mesas e cadeiras de madeira. Soph sentou-se logo numa, totalmente desapontada. Yuno pôs-se a lamentar-se e Salen ficou muito enervada, pondo-se a chorar de desespero. Soph levantou-se, puxou as duas amigas pelas mãos e disse-lhes alto e pausadamente:

-Hey, parem com isso meninas. Não podemos desistir tão facilmente. Isto não acaba aqui. Querem superar o desafio e ganhar mais experiência e pontos ou não? Eu quero, portanto vou descobrir alguma maneira de sair daqui. Quanto a vocês não sei mas eu não sou fraca e vou conseguir sair deste sitio imundo.

Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Convidad em Sex 13 Abr 2012, 19:41

- Sim, tens razão. Temos de sair daqui e é a pensar que iremos conseguir

Comecei a examinar a sala, enquanto dizia:

- Bem, temos de ver as circunstancias em que estamos certo? Já não estamos numa gruta, mas sim numa sala, cuidadosamente construída. O que quer dizer que quem a construiu, deve ter arranjado uma maneira de sair daqui certo? O que devemos está á procura é uma espécie de passagem ou compartimento secreto... É só uma questão de procurar-mos!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Salendiz Wolf em Sex 13 Abr 2012, 19:58

Depois de ouvir Yuno e Sophie, Salendiz limpa a cara e levanta-se (normalmente não se enerva, mas estava a ter uma semana dura e a claustrofobia não ajudava nada). Ao levantar-se segura-se num barril, que começa a apitar:
-Oh não! oh não! oh não!-diz Salendiz apavorada
-O que foi?-perguntam Sophie e Yuno em conjunto
-Sem querer segurei-me no barril e ele está a apitar!
-Oh não deve ser nada, deve ser para afugentar os estranhos!-disse Sophie com um tom de voz calmo
-Bem, então deviamos fugir...porque isto é uma bomba! Sophie fica paralizada, não se sabia quando é que o barril ia explodir, Yuno pega na mão de Sophie e puxa-a para longe do barril. Salendiz começa a apalpar o barril tentando descobrir um botão que o desligasse:
-Tem de haver...tem...ha um botão aqui, de certeza...tem de haver um botão...por favor aparece botão miserável!-grita ela assustada e quase a chorar. Lambs o cão (?) que encontraram entrou pela fenda e foi ao encontro de Salendiz, lambendo-a. Esta grita-lhe:
-Sai daqui não é altura para lambidelas Lambs!-disse ela empurrando o focinho do animal. Este não parecia querer largá-la, continuando a lambe-la.
-Sai daqui Lambs! Desaparece!-grita ela dando uma chapada nas costas do animal. Este rosna-lhe e morde a perna dela. Salendiz grita e levantasse cheia de dores, ao levantar-se desequilibra-se e cai em cima do barril, que literalmente se desfaz acabando com o apitar.

Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Convidad em Sex 13 Abr 2012, 21:07

Maldito animal! Já não basta a nossa situação, agora tambem tinhamos que lidar com aquela coisa que tinha acabado de morder Salendiz! Era óbvio...ele tinha que desaparecer. Agarrei numas quantas garrafas e começei a partir cada uma em cima dele. No final, Lambs estava completamente parado, cheio de cortes e esvaziando-se em sangue. Eu própria tinha algum do sangue dele, que tinha salpicado para cima de mim. Salendiz e Sophie olhavam para mim algo chocadas. Rasguei um pouco das minhas roupas, e estanquei a ferida que Sal tinha na perna

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

RE: Recruta nº4

Mensagem  Salendiz Wolf em Sex 13 Abr 2012, 21:22

Salendiz não chorava de dor, chorava agora de pânico. Lambs podia ter mordido a sua perna, mas se não fosse ele não conseguiriam parar a bomba.
-Yuno, ele não fez por mal...é um cão...os cães mordem coisas-disse Salendiz deprimida
-Mas a tua perna não é uma coisa, precisas dela para andar e além disso o cão já me estava a enervar-disse Yuno com um tom aparentemente calmo
Sophie ainda estava em choque, pela bomba e pelo facto de ter visto um animal a ser brutalmente assassinado.
-Eu gostava do Lambs-disse ela chorando
-Todos gostávamos! mas pronto o que interessa é que estamos vivas...-disse Salendiz tentanto parecer forte
-Vá! Toca a procurar a saida deste armazem! Mexam-se-refilou Yuno
Ainda meio atarantadas com a situação Salendiz e Sophie obedeceram a Yuno, elas tinham mesmo de sair dali. Salendiz remechia em todo o lado á procura de um botão em que pudesse carregar (como se o que carregou no barril não chegasse), Sophie procurava ranhuras nas paredes e no chão e Yuno remexia em tudo o que conseguia encontrar com esperanças de que alguma coisa abrisse uma passagem secreta. Mal elas sabiam que havia um alsapão no teto...

Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Sophie Adams em Sab 14 Abr 2012, 19:23

Soph amontoou algumas caixas de madeira velhas e subiu para cima delas para tentar alcançar o alçapão que estava no teto. Puxou a maçaneta com toda a sua força e conseguiu abri-la mas caiu de cara no chão. Levantou-se irritada e limpou a cara, furiosa. - Vamos subir? - perguntou às amigas, indecisa.
-Bem, acho que devíamos ir, não acho que haja outra forma de sair daqui. - disse Yuno, a mais curiosa das três.
-Sim, também acho que devíamos tentar... - concordou Salen, não muito convincente.
Dito isto todas elas subiram as caixas e entraram para a pequena abertura. Aquele sítio era escuro, parecia um sótão. Mas tinha algumas lanternas velhas, portanto Soph ligou-as e deu uma a cada uma das suas amigas. Começaram então a procurar alguma pista de como pudessem sair dali. Salen encontrou um mapa esquisito e Yuno uma lista telefónica. Soph encontrou uma planta do edifício. Olharam umas para as outras com cara de aprovação. Era um bom começo...

Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Convidad em Sab 14 Abr 2012, 21:40

- Ok, agora vendo bem as coisas...Pelo que mostra a planta, parece que estamos na rrecadação de uma mansão...Não se se estará abandonada ou não. E parece que se sairmos daqui teremos que atravessar um corredor...e depois virar noutro...e depois noutro... Isto é um autentico labirinto! Como é que vamos sair daqui?

Começei a olhar para as outras coisas que tinhamos encontrado: um mapa e uma lista telefónica

- Acho que isto tudo dever querer dizer alguma coisa - disse Sophie
- Alguma ideia do que ,meninas? E que eu a planta é obvio, mas o mapa não se percebe muito bem, e não consuigo perceber para que irá servir a lista telefónica... - disse eu

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

RE: Recruta nº4

Mensagem  Salendiz Wolf em Dom 15 Abr 2012, 11:58

Elas avançaram em direcção ao corredor que a planta indicava, ainda tinham algumas horas para sair dali, por isso estavam calmas e certas do caminho que tinham tomado. Viraram á esquerda, depois á direita, á direita novamente e depois á esquerda...Depois do longo corredor que percorreram, chegaram a uma sala com três escadas, indecisas de qual das escadas escolher decidiram separar-se. A Yuno pegou na planta e, rapidamente, fez dois espoços iguais para as amigas. Sophie rasgou o mapa e distribuiu os pedaços pelas amigas, tendo em conta as escadas que cada uma escolhera. Salendiz (ficou com a lista telefónica só para ela, porque é má e queria ligar para as pessoas em privado) rasgou a lista telefónica em três partes iguais, para que as três amigas ficassem com uma parte da lista. Feito isto as três separaram-se e subiram a respectiva escada. Qual delas iria ter a sorte de descobrir a saída? (vejam no próximo episódio)

Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Convidad em Dom 15 Abr 2012, 15:07

Eu acabei por ir pelas escadas da esquerda. No cimo, havia um enorme corredor com várias janelas, e uma porta ao fundo. Segui em frente até á porta e abri-a. Estava numa pequena sala. Ao long das paredes havia fotografias da Salendiz, Sophie e minhas. Variados papeis acerca de nós estavam esplahados pelo chão. Isto deveria ser uma sala, aonde nos estudaram, antes de entrar-mos na CHERUB. Em cima de uma mesa estavam tres envelopes. Estava curiosa para ver o que era aquilo. Abri o primeiro que era algo do género:

Sophie Adams

Idade: 14 anos

Altura: 1.65

Observações: Problemas na educação. Desinteresse pela mesma.

Estado Físico: Normal. Nada a apontar

Estado Mental: Normal. Nada a apontar


Relatórios sobre nós. Era isso. Ali estavam as imformações mais relevantes acerca de nós. Já que tinha começado a ver, abri o segundo envelope. Este relatório era sobre a Salendiz


Salendiz Wolf

Idade: 15 anos

Altura: 1.66 m

Observações: Problemas na educação. Algum problematismo

Paradeiro dos pais: Desconhecido. Desaparecimento no México. Presumidamente mortos

Estado Físico: Normal. Nada a apontar

Estado Mental: Normal. Nada a apontar

Já tinha visto os relatórios da Salen e da Sophie...O que queria dizer que o proximo iria ser o meu


Yuno Gasai

Idade: 14

Altura: 1,69

Observações: Informação desconhecida

Paradeiro dos Pais: Desconhecido

Estado Físico: Normal. Nada a apontar

Estado Mental: Altamente instável. Necessário precaução



Bem, pelos relatórios, estava tudo bem. Acho que era melhor levar os relatórios da Sophie e da Salendiz. Elas deveriam querer saber este tipo de coisas. Mas o melhor era queimar tudo o que estava no resto da sala. Elas não iam querer que informações sobre elas andassem assim por ai. Procurei pelas sala e por coincidencia, acabei por encontrar um isqueiro. Deitei fogo á sala e sai, com os relatórios de Salen e Soph


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

RE: Recruta nº4

Mensagem  Salendiz Wolf em Dom 15 Abr 2012, 15:42

Acabei por ir pelas escadas do meio, visto que as outras já tinham sido escolhidas. Abracei Sophie e Yuno, ninguém sabia o que ia acontecer por isso achei por bem despedir-me delas. Subi as escadas a chorar, podia ser a ultima vez que as ia ver... No cimo das escadas vi um corredor escuro que parecia ser não ter fim, peguei numa das flechas que tinha feito e coloquei-a no arco, sem fazer barulho, estava pronta para matar o que quer que se atravessasse no meu caminho. Felizmente estava tudo calmo, baixei o arco e comecei a andar mais depressa. Enquanto caminhava caiu um pedaço de tecto atrás de mim, com medo comecei a correr que nem uma louca para a frente tentando não ser atingida pela "chuva".O tecto deixou de cair, mas eu ainda corria, fazendo muito barulho, até que ouvi passos no andar em cima de mim, sempre que parava o que quer que estivesse a correr parava também. Fiquei com medo e preparei-me para disparar, á frente não havia tecto (já devia ter caido anteriormente) avancei um passo e a criatura também. Corri para a frente até chegar ao espaço sem tecto e recuei rapidamente, fazendo com que a criatura se desiquelibrasse ecaisse no chão. Tinha agora á minha frente uma clone robótica minha, tudo o que eu fissesse ela fazia também, fiz pontaria e disparei uma flecha contra ela e, sem saber porque, senti uma dor horrivel no meu peito, o local para onde tinha disparado na minha clone. Caí no chão, tinha dores horriveis parecia que estava a morrer, comecei a ficar com dificuldades em respirar e desmaiei. Não sei o que aconteceu depois, mas quando acordei tinha um vulto negro a fazer-me respiração boca-a-boca, gritei de horror e ele desapareceu nas sombras...tinha uma ligadura cheia de sangue no peito e ainda tinha dores horriveis, levantei-me calmamente e comecei a olhar á minha volta, a robô ainda estava estendida no chão com oleo á sua volta, aproximei-me e olhei para ela pensando:
-Quem...porque...como...quando e para que é que fez isto?!?-disse eu baixo (não conseguia praticamente falar, da minha boca só saia uma voz baixa e rouca, mais parecia tosse), andei durante meia hora e o corredor não acabava, tinha dores horriveis e dificuldade em andar, mas estáva determinada a sair dali. 10 minutos depois encontrei uma porta, lá estavam prototipos do robô que acabei por destruir e dois outros...presumi que eram da Sophie e da Yuno...peguei neles e pu-los dentro da mala que levava comigo, olhei em meu redor e só via maquinas semi-contruidas, umas com defeito e outras já destruidas, pensei que fossem clones de antigos recrutas da Cherub, mas não quis ficar lá para descobrir, saí daquela sala e voltei para trás, pensando que devia haver outra porta no corredor. Não queria voltar o caminho todo para trás...

Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Sophie Adams em Dom 15 Abr 2012, 17:05

Depois de ter dado um abraço a cada uma das minhas novas amigas, optei por ir pelo corredor da direita. Corri até ao fim onde fui dar a um hall de entrada com mais escadas para cima e para baixo. Decidi ir pelas de baixo. Estas foram dar a uma sala de estar ampla e com uma decoração rústica. Tinha um piano, dois sofás, uma televisão antiga, um gira-discos, e alguns quadros com retratos dos presumíveis donos daquela mansão. Soph ficou absorta nos seus pensamentos, imaginando se aquela casa ainda estaria habitada mas imaginou que não quando viu que esta estava completamente coberta de pó, mas voltou rapidamente à realidade quando ouviu um estrondo lá em cima. Correu então, assustada, para a porta branca ao fundo daquela divisão, sem ter a menor ideia de onde aquilo daria. Dava a uma cozinha pequena e acolhedora. Soph procurou, apressadamente por uma chave que pudesse trancar a porta da cozinha, para evitar visitas indesejadas. Estava um molho delas em cima de uma prateleira. Soph agarrou nele e desatou a experimentar todas as chaves na fechadura, para ver qual delas era a correta. Finalmente conseguiu encontrar a chave certa e trancou a porta de cozinha, num ápice. Depois, olhou em redor, a pensar onde é que iria a seguir. Reparou que havia mais uma porta na cozinha e abriu-a com outra das chaves do molho. Dava para um pequeno jardim, repleto de árvores e flores, mesinhas e bancos corridos e alguns baloiços feitos com pneus de automóvel. Soph sentou-se num dos bancos a observar cuidadosamente os pedaços de planta, lista telefónica e mapa que lhe tinham cabido. De repente, sentiu um toque no ombro, que quase a fez ter um ataque cardíaco. Já estava a preparar-se para dar um pontapé naquele sujeito, quando ouviu uma voz familiar: -Calma, Soph. Sou eu, a Salen. -disse a sua amiga. Soph, aliviada, abraçou a amiga e contou-lhe como fora o seu percurso até ali. Sal também lhe descrevera a sua "aventura". Nenhuma das duas sabia do paradeiro de Yuno, por isso decidiram ficar ali à espera de um possível aparecimento dela, que veio mesmo a acontecer, passado uns instantes. Yuno vinha serena e sorriu de imediato quando viu as suas amigas. Estas correram ao seu encontro e abraçaram-na. Ouviram o que ela tinha a dizer e depois puseram-se a engendrar outra forma de sair dali.

Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

RE: Recruta nº4

Mensagem  Salendiz Wolf em Dom 15 Abr 2012, 17:52

Estáva cansada já tinha voltado metade do caminho para trás, a frida que tinha no peito não ajudava em nada. Estava agora a descansar no preciso local em que se tinha magoado, estava sentada no chão ensopada de sangue, já não era só o seu cabelo que era vermelho, agora toda a sua roupa tinha essa cor, decidiu levantar-se e "fazer-se á estrada" já tinham passado algumas horas desde que tinha subido as escadas, por isso achou por bem despachar-se. De volta ao corredor com as três escadas, Salendiz opta por subir as escadas da direita, Sophie tinha geito para a medicina e pensou que ela a pudesse ajudar com a frida. Subiu as escadas e atravessou o corredor e chegou a um hall com duas escadas, umas para descer e outras para subir, como não queria subir mais escadas (a frida estava a doer mais do que nunca) optou pelas que desciam. As escadas foram dar a uma sala de estar, com muito pó o que fez com que Salendiz comessasse a espirrar compulsivamente. Avançou em direcção a uma porta branca na esperança de encontrar um local mais limpo. A porta encontrava-se trancada, Salendiz não sabia o que fazer, estava a espirrar (isso magoava-a na frida -.-) deu uns passos para trás e pisou uma coisa dura depaixo do tapete, apressadamente levantou o tapete com os pés e baixou-se para agarrar a chave. Colocou-a na fechadura e a porta abriu, entrou numa espécie de cozinha, pequena e confortável, viu outra porta e tentou abri-la, esta já tinha sido aberta por alguém, Salendiz abriu a porta e espreitou para ver se algúem se encontrava na divisão. Olhou e viu Sophie sentada num banco a olhar para os os objectos que deram umas ás outras, rapidamente (dentro dos possiveis, por causa da frida '-') foi ter com Sophie e tocou-lhe no ombro. Abraçaram-se (de longe por causa da frida :'c) e contaram o que se passou uma á outra. Depois disso sentaram-se e esperaram por Yuno que não tardou a aparecer.

Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Convidad em Dom 15 Abr 2012, 18:08

Com a sala a arder e as chamas a aproximarem-se cada vez mais, tive que dar uma corridinha. Desci as escadas e quando chegeui á sala onde nos tinha-mos separado vi que havia sangue que começavam nas escadas do meio, por onde Saendiz tinha ido, e que iam para as da direita. Segui o rasto de sangue. Chegando a um hall onde havia escadas par cima e para baixo, notei que o rasto de sengue continuava pelas escadas de baixo. Fui dar a uma sala, que continha uma porta branca, aberta, por onde o sangue continuava. Saindo duma cozinha, fui dar a um jardim, e vi Sally e Sophie sentadas num banco, a conversar. Sally estava completamente ensopada de sangue. Fui ter com elas e abraçamo-nos. Rasguei mas um bocado da minha roupa, para tentar tratar da ferida

- A sério ninguem se lembrou de fazer isto? - disse, sorrindo

Depois de estancar a ferida de Salendiz, começa-mos a conversar sobre o que nos tinha acontecido e eu lembrei-me dos relatórios

- Encontrei ums relatórios sobe vocês naquela sala. Achei que voces queriam ficar com eles.
- Obrigado Yuno. Mas pelo que contaste, não deveria estar la um sobre ti? - perguntou Sophie
- Ah sim, estava. Mas era tipo o vosso, não havia razão para o trazer

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Sophie Adams em Dom 15 Abr 2012, 18:30

Depois de lerem os seus relatórios, as amigas voltaram a pôr "mãos à obra". Olharam de novo para a planta da mansão e viram que esta indicava que havia uma pequena "casinha" ali perto. Como Salen estava cansada e magoada, Soph decidiu ir até lá ver do que se tratava. Correu uns 3km e deparou-se com a casinha. Era pequenina, vermelha, de madeira. Soph empurrou a porta, não estava trancada. Era uma espécie de celeiro. Tinha umas capas, umas canoas velhas, ferramentas ferrugentas e algumas caçadeiras. Soph enfiou três para um saco e também algumas recargas, Depois, puxou para fora uma canoa e colocou o saco lá dentro. Olhou em redor, à procura de um rio, ou coisa parecida e rapidamente o avistou. Correu até às suas amigas e contou-lhes o que acabara de ver. Elas concordaram em ir de canoa até ao outro lado do rio. Por isso, Yuno e Soph ampararam Salen até à casinha e instalaram-na na canoa. Arrumaram todas os restantes pertences que tinham e partiram para a outra margem... Quando lá chegaram viram uma pequena aldeia. Tinha edifícios eram velhos, aparentemente inabitados, algumas cabines telefónicas, um ou outro automóvel a cair de podre e um parque central. Salen, Soph e Yuno olharam umas para as outras, cansadas e ansiosas por que aquilo acabasse e Soph disse: -Oh, mais um labirinto. O que fazemos agora? Salen ficou calada. Yuno respondeu: -Sei lá. Vamos ver se há algo que se coma por aí e depois podíamos tentar ligar para algum destes números da lista telefónica pelas cabines, se funcionarem. As outras duas acenaram, em sinal de aprovação.

Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Andre Cavalheiro em Seg 16 Abr 2012, 18:40

6 semanas depois do exercicio, as recrutas, tinham as feridas saradas, e estavam ainda mais exaustas. Tinham sido as três castigadas com 3 dias a dormir ao relento, devido a uma resposta torta ao instrutor! Quando os dias acabaram, as recrutas deitaram-se para uma boa noite de sono sabendo que so faltava um mes para o fim da recruta, contudo, os instrutores tinham uma ideia diferente! Para além do exercício final, Large decidiu dar-lhes um exercicio intremedio.

- Muito bem recrutas toca a acordar. - Disse gritando ao entrar no dormitorio. - Já que se deram tão bem com animais da ultima vez, vão para a selva! Vamos lá, para o helicopetero! Só podem usar o que esta dentro destas mochilas.

_________________
André Cavalheiro
Director da CHERUB!

Andre Cavalheiro
Admin

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 108
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Localização secreta

Ver perfil do usuário http://cherub-portugal.forumportugues.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Convidad em Seg 16 Abr 2012, 19:15

Estivemos durante 6 semanas, no campus, depois de termos conseguido escapar da caverna e da mansão. Estas 6 semanas tinham sido o que esperava. Muito exercicio e muitos berros. Até tivemos de dormir 3 na rua, porque a Sal irritou-se, e não respondeu la muito bem aos instrutores. Porem, foi nos dado outro exercício. Segundo o que os instrotures tinham dito iriamos para uma selva, e provavelmente, tinhamos que sobreviver um x de tempo por la, apoenas com algumas coisas que tinhamos nas nossas malas. Deixaram-nos perto de um rio

- Agora deixam-nos no meio da selva! Isto deve estar cheio de animais perigosos e de bichos estranhos! - respirei fundo umas quantas vezes, para me acalmar - Tem calma Yuno...tem calma. Ok...primeira coisa é ver se conseguimos encontrar algum sitio onde possamos passar as noites

Andamos um bocado pela selva, sempre a ter cuidado por onde punhamos os pes, e afastar os insectos que andavam sempre colados a nós. Depois de umas quantas voltas acabamos por encontrar uma gruta...sim, mais uma gruta. Aproximamo-nos mas quando chegamos perto da entra, ouvimos barulhos la de dentro. Abri a minha mala, para ver o que tinha: uma faca e uma bussola. Ok.....acho que iria servir para alguma coisa

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Salendiz Wolf em Seg 16 Abr 2012, 22:07

Salendiz teve as 6 piores semanas da sua vida. Uma ferida que demorou imenso a sarar (sim, vou continuar a falar da frida até morrer muahahaha), exercícios do mais complicado que há, treinos muito difíceis e o pior foi que as três foram castigadas porque ela se irritou e deu uma resposta aos instrutores que, pelos vistos, não acharam piada alguma. Agora tinha sido enviada, com Yuno e Sophie, para o meio da selva apenas com uma mochila (sabe-se lá o que continha) e as roupas que estavam a usar naquele momento. Yuno viu uma gruta e disse que podiamos passar lá a noite (estou pouco farta de grutas eu...ai a minha vida...), Sophie e Salendiz seguiram-na até á entrada da mesma, até que sairam uns ruidos estranhos lá de dentro. Yuno abriu a mochila e procurou algo que conseguisse usar para se defender, encontrou uma faca, era peguena, mas nas mãos de Yuno ia ter bastante utilidade (aquilo nem cortava uma maçã, mas ok...). Salendiz e Sophie fizeram o mesmo, e pelos vistos todas as mochilas continham o mesmo. As 3 tinham agora, cada uma, uma faca na mão, esperando que o animal saísse da gruta para o atacarem, mas o animal que saiu era apenas um bambi inufenciso que saltitou pelos arbustos e desapareceu. Elas ficaram mais descansadas e guardaram as facas no "sitio por onde passa o cinto". Salendiz viu que na mochila também haviam lanternas e ligou a sua. As amigas fizeram o mesmo e as 3 entraram na gruta esperando ter uma noite calma.

Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Sophie Adams em Ter 17 Abr 2012, 10:07

Depois de toda a atribulação da gruta e da mansão, Soph, Salen e Yuno finalmente voltaram ao campus, mas foram punidas por causa de uma resposta torta de Salen ao instrutor. Tiveram então de dormir ao relento. No dia seguinte, em vez do exercício final foi-lhes dado um exercício intermédio, desta vez na selva, vejam só! Já não bastava termos tido de aturar um cão sabe-se lá de onde, agora tinham um monte de animais selvagens à sua espera! Foram deixadas na selva, no meio do nada, apenas com uma mochila com uma faca, uma bússola e uma lanterna. Sem outro sítio onde ficar, Yuno sugeriu que ficássemos na gruta. Entrámos e ouvimos novamente um barulho. Segurámos todas nas nossas facas de "brincar" , para nos defendermos do que aparecesse ali... Estávamos todas num silêncio de arrepiar, só se havia a nossa respiração ofegante e os passos da maldita "coisa". Mas afinal aquele barulho era apenas de um inofensivo bambi, o que as deixou mais descansadas. As raparigas não sabiam o que haviam e fazer por isso sentaram-se no chão e puseram-se a desenhar "planos de fuga" dali... mas rapidamente se fartaram e por isso Soph, Yuno e Salen decidiram ir buscar comida. Foi cada uma para seu lado e combinaram encontrar-se à porta da gruta. Soph trouxe alguns cocos, papaias, bananas; Salen trouxe peixe, javalis, lebres; Yuno trouxe água e peles de animais para nos aquecermos. Arrumámos a gruta, acendemos uma fogueira lá fora e assámos o peixe, que comemos acompanhado de água e algumas frutas. Quando estávamos satisfeitas, apagámos a fogueira e dormimos outra sesta, tapadas com as peles de animais. Quando acordámos fomos dar uma voltinha para conhecermos melhor o lugar. Descansámos à sombra das árvores e molhámos os pés na lagoazita que ali havia. Estava tudo calmo, quando de repente Soph se levanta a gritar e a água fica toda vermelha. Yuno e Salen levantam-se assustadas e puxam-na para fora da água. Tinha os pés todos aleijados. Perguntaram-lhe o que tinha acontecido e ela, entre gemidos de agonia e lágrimas de dor, respodeu, aflita: -Fui mordida...ah... por... um bicho qualquer. Salen foi espreitar à água para ver se descobria o que era e lançou um pau para o seu interior para a criatura reagir. De repente vê-se um enorme deslocamento de água e as umas costas rugosas e verdes...era um enorme crocodilo. Yuno começou a gritar cheia de pavor: -É um crocodilo, fujam, rápido...!

Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Convidad em Ter 17 Abr 2012, 20:47

Calma. O que precisava-mos naquele momento era calma. Nos íamos sair daquela situação. Corri para uma árvoe re arranquei um ramo, mais ou menos grosso. Cheguei ao pé de Salendiz e Sophie, que tinham as suas facas nas mãos, e tirei-lhes

- Yuno, o que é que estas a fazer?! - gritou Sally
- A proteger-vos!

Tinha uma faca em cada mão, juntamente com o ramo na mão direita, o que incomodava mas era possível. Com a boca segurava o cabo da 3ª faca. Fui em direcção ao crocodilo. Este tentou morder-me, mas eu consegui desviar-me e atirei-lhe o ramo para a boca, o que distraiu durante uns segundos. Este segundos foram o suficiente para que eu conseguisse para espetar as duas facas nos olhos dele. Agora cego, o crocodilo começou a morder em todas as direcções, e acabou por morder o meu braço, fazendo uma ferida um pouco funda. Sally e Soph gritaram nesse momento. Com o braço esquerdo, agarrei na faca que tinha na boca e disse as minhas amigas

- Eu vou tentar distrai-lo durante um bocado! Arranjem qualquer coisa para lhe rebentarem com os miolos!

Elas começaram a correr, a procura de qualquer coisa. Eu continuava a fazer barulho em diferentes sítios, para confundir o animal. A primeira a chegar foi Sophie, que trazia um pedregulho consideravelmente grande. Ela nem hesitou, e lançou-o em direcção á cabeça do crocodilo, que fez com que este morresse. Sentei-me no chão, agarrada ao meu braço

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

RE: Recruta nº4

Mensagem  Salendiz Wolf em Ter 17 Abr 2012, 21:22

Salendiz estava preocupadíssima, as suas duas amigas estavam feridas e, em parte, incapacitadas. Salendiz procura folhas que sejam grandes o suficiente para estancar as feridas das amigas, encontrou 8 folhas e como era boa em artes fez uns chinelos almofadados para Sophie e uma espécie de camisola para yuno. Sophie era muito boa com medicina e avisou Salendiz que, antes de as "vestir" com aquelas plantas, as feridas deviam ser desinfectadas e mandou-a procurar umas plantas que, quando espremidas, largavam um suco que tinha efeitos curativos. Depois de a encontrar, Salendiz espreme a planta com toda a força para os pés de Sophie e para o braço de Yuno. De seguida tira a fita que levava no cabelo e envolve-a no braço de Yuno, para estancar a ferida, e veste-lhe a camisola de folhas que fez, a Sophie calça-lhe os chinelos almofadados para que esta consiga caminhar sem magoar os pés. Depois das feridas tratadas, Salendiz pega na Sophie (ás cavalitas... a moça era capaz de pesar uns 90 km e estava a dar cabo das minhas costas) e leva-a para a gruta, sendo estas seguidas por Yuno que apesar da sua cara não mostrar o minimo de dor, as amigas sabiam que estava a morrer por dentro, que rapariga forte. Depois de a sentar em cima de algumas das peles que Yuno "encontrou" e de a tapar com outras das peles, Salendiz corre até uma árvore e arranca um pedaço enorme de casca da mesma, essa casca serviu de porta para a gruta, impedindo, assim, que algum animal lá entrasse (a não ser um rinoceronte...eles são fortes e conseguem rebentar com a porta...). Salendiz entra e tapa a entrada da gruta com a casca, de seguida tapou Yuno com as peles que esta encontrou, deitou-se entre as duas e tapou-se. Adormeceu depois de alguns minutos, tinha sido um dia cansativo para ela, já para não dizer para as amigas...

Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Sophie Adams em Qua 18 Abr 2012, 19:59

Depois da sesta, as raparigas puseram-se a preparar uma nova refeição. Guisaram as lebres numa nova fogueira, tiraram-lhes as peles e acompanharam com fruta, novamente, e água. Quando terminaram a refeição puseram-se a cantar e a desenhar na paredes com argila. Conversaram horas a fio sobre si, os seus gostos, as suas famílias (agora inexistentes), amigos, escolas por onde tinham passado, cenas agradáveis e não tão boas que tinham presenciado... Tornaram-se muito próximas, inseparáveis. Estavam muito animadas a conversar sobre cenas embaraçosas e estranhas que tinham vivido quando, de repente...ouviram rugidos... Começaram a correr para o fundo da gruta e a escavar, inutilmente para "abrir" um buraco de fuga. Mas, tudo o que conseguiram foi partir as unhas e magoar-se. Atrás delas o rugido tornava-se mais forte e audível e elas não tinham coragem de se virar para trás...mas de repente, Soph teve um "surto" de coragem repentino e virou-se... Foi definitivamente uma má ideia pois começou a gritar que nem uma louca, o que enfureceu o leão e as tornou ainda mais vulneráveis...um passo em falso e seria o fim delas...

Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

RE: Recruta nº4

Mensagem  Salendiz Wolf em Qua 18 Abr 2012, 21:25

As três tinham acordado, de manhã cedo, "arrumaram a casa" e pintaram nas paredes com argila enquanto cantavam. De repente ouviram-se rugidose arranhões do lado de fora da gruta, as três ficaram muito assustadas e correram para o fundo da gruta. Os rugidos aproximavam-se cada vez mais, nenhuma das três tinha coragem para virar a cara e ver que tipo de animal estava a observá-las (daaah obviously era um leão msm burra eu). Sophie ganhou coragem e virou-se, lentamente para não dar nas vistas, mas logo se arrependeu. Sophie começou a gritar e a chorar de panico, não sabia o que fazer, eu tiro a minha navalha da meia e pego numa pedra que encontrei no chão (a pedra era grande, não sou burra). O leão devia estar a uns 9 metros de nós, mas não lhe dei oportunidade de se aproximar mais, peguei na pedra com as tuas mãos e atireia contra ele com toda a minha força, ele cai no chão e não se levanta mais, aí Salendiz desmancha-se a chorar ("Vai contra os meus votos ferir quais quer ser vivo"), tinha acabado de ferir um animal gravemente, podia ter morrido e ainda estava em panico. Yuno e Sophie abraçam-na, mas ela larga-as e corre até ao leão. Salendiz fez tudo o que pode para o salvar da morte, arrastou-o até á lagoa e desinfectou-lhe a profunda ferida que tinha na testa, o animal ainda tinha os olhos abertos, como se estivesse a morrer mas não o quisesse e estivesse a lutar com toda a sua força para subreviver. Salendiz, durante três dias não dormiu e esteve sempre ao lado do leão a ver se ele melhorava. Felizmente, ao fim dos três dias, ele mexeu as patas, como se quisesse andar, Salendiz ficou contente, ele já não sangrava e mexia-se o que era um bom sinal. Nessa noite Salendiz dormiu mais descansada, mas ainda muito triste por ter feito aquilo ao leão.

Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Convidad em Qua 18 Abr 2012, 21:46

Já tinha perdido a conta dos dias. Já não fazia ideia há quanto tempo deveríamos estar naquela selva. E também não acontecia nada de emocionante, desde o acontecimento com o leão. A maioria dos dias passava-se connosco a acordar, arranjar alguma coisa para come e passar-mos o dia na lagoa. Muitas das vezes acabávamos deitadas no chão a olhar para as nuvens e passávamos horas a rirmo-nos, dizendo que uma se parecia com um cão, outra com um gato e por ai em diante

- Será que se esqueceram que estamos aqui? - perguntou Soph, a dada altura
- Espero que não. Já tenho saudades de uma boa cama! - disse Salendiz
- Aqui até não se está assim tão mal. Apanhamos banhos de sol todos os dias, não temos que dizer nada a ninguém...Devíamos aproveitar enquanto podemos. - disse eu

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Sophie Adams em Qui 19 Abr 2012, 12:05

- Aqui até não se está assim tão mal. Apanhamos banhos de sol todos os dias, não temos que dizer nada a ninguém...Devíamos aproveitar enquanto podemos. - disse Yuno
-Pois, eu concordo, mas o objetivo disto não é gostarmos de "viver" aqui e sim encontrar uma saída... - respondeu Soph
-E devíamos começar a tratar disso agora... -disse Salen, levantando-se pronta a pôr mãos à obra.
-E por onde começamos?- perguntou Yuno.
-Acho que devíamos procurar alguma "construção humana", algo que nos possibilitasse a saída deste sítio.
-Isso mesmo. Separamo-nos e procuramos algo. -completou Sally.
-Se tiverem algum problema, gritem e corram até aqui. -disse Soph.
-Okay, até já. -despediu-se Yuno.
-Boa sorte. -disse Salen, com um sorriso esperançoso.

Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Dabila Nami em Sex 20 Abr 2012, 23:35

Depois de 4 semanas na floresta, foi com alívio que os recrutas viram um helícóptero a parar por cima das suas cabeças e lançar-lhes uma escada de corda. Porém, mal entraram os recrutas foram logo sedados.

Yuno Gasai, Salendiz Wolf e Sophie Adams acordaram em uma cama muito confortável e encontraram uma carta em cima da comeda da cama, que dizia:

" Bom dia meninas!
Espero que gostem do vosso quarto, mas aviso já que e só por hoje. Vocês terão que ajudar um arqueólogo a passar por todas as armadilhas e perigos das Pirâmides, e pelo caminho para la também tem pois este arqueólogo foi ameaçado de que o iam matar antes dele chegar ou poder sair das Pirâmides. Espero que tenham muita sorte.
Não se esqueçam que vocês são mulheres e não podem mostra que sabem lutar a frente dele. Pois vocês são vão com ele como acompanhantes. O objectivo e irem e virem sem que ele morra nem vocês.
Boa sorte! Espero que gostem do Egipto. "

(só tem 3 dias para acabarem esta desafio)


Última edição por Dabila Nami em Sab 21 Abr 2012, 00:20, editado 2 vez(es)

_________________




Agente: 006

Dabila Nami
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 1434
Reputação : 2
Idade : 22
Localização : confidencial

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Convidad em Sab 21 Abr 2012, 00:09

- Esta vai ser muito mais tramada, meninas. Vai exigir um grande grande grau de representação da nossa parte. Acham que estão prontas? - perguntei eu
- Claro que estamos - responderam Salendiz e Soph em uníssono.
- Pois bem, ainda temos o dia de hoje para nos preparar-mos fiquem aqui que vou arranjar-vos o que precisamos!

Já que estávamos num hotel, podia-me servir da cozinha para tentar encontrar algum material que pudéssemos utilizar. Felizmente o hotel tinha serviço de quartos. Isso ia-me ajudar a entrar na cozinha. Pedi para trazerem comida ao nosso quarto e conforme tínhamos combinado, quando a empregada chegou, Sally e Sophie ficaram algum tempo a explicar-lhe que tinha sido um engano e porque é que aquilo tinha acontecido. Isso deu-me tempo para me esconder por de baixo da toalha que vinha em cima do carrinho. Como eu estava a espera, o carrinho levou-me directamente á cozinha. O que se seguiu foi difícil, mas não impossível. Tive que utilizar tudo o que estava naquela cozinha com esconderijo, mas felizmente, consegui tirar lá uma faca de talhante e mais 5 facas. Ao sair da cozinha em ouvi:

- " Hey, onde é que estão as facas!"

Voltando ao quarto dei uma faca a Salendiz e a outra para Sophie, guardando a faca de talhante e as outras 3 na minha mala, sem elas verem. No dia seguinte estávamos prontas. Arrumamos comida e agua nas malas e encontramo-nos com o arqueólogo.

- Ah, aqui estão as minha belas assistentes! Ainda bem que decidiram vir comigo! O vosso nome irá ficar na história, juntamente com o meu! Estão entusiasmadas? - disse ele
- Sim! Muito, professor! - dissemos as três, alegremente

No caminho ia-mos constantemente a olhar para tudo o que era sítio. Estávamos no deserto, portanto parto do principio que os assassinos não teriam muitas possibilidades por onde se esconder. Tudo decorreu normalmente, ao contrario do que eu estava a espera. Porem quando estamos mesmo quase a chegar as pirâmides, eu consegui reparar em alguém camuflado do lado direito da pirâmide. A ponta da sua arma reluzia, devido ao intenso sol, e o seu disfarce não era muito inteligente, já que a areia naquele sitio mexia, e não estava vento nenhum

- Professor! Professor! - disse eu
- O que é?
- Bem....preciso de...preciso de...
- Precisa do que? Fala rapariga!
- Preciso de ir fazer necessidades!
- Agora?! Não consegues aguentar mais um bocado?
- Não.... - disse eu, tentando parecer muito aflita
- Vai lá então! Mas despacha-te! Estamos a perder tempo valioso!

Para confundir o assassino, corri na direcção oposta da que ele estava. Quando tive a certeza que nem ele, nem mais ninguém me via, dei a volta. Aproximei-me dele com muita calma. Tapei-lhe a boca, e ia-lhe espetar com uma faca no cérebro quando ele disse:

- Tem calma! Fazemos parte da CHERUB! Não estamos realmente a tentar matar ninguém, isto é só um teste.

Dei-lhe um golpe na cabeça, e ele perdeu os sentidos. Depois voltei a reencontrar-me com Salendiz, Sophie e com o arqueólogo

- Oky, podemos ir. Já estou aliviada!

Aproximei-me delas e disse baixinho

- Se encontrarmos mais algum "assassino", eles fazem parte da CHERUB. Não é para livrar-nos deles.
- Como é que sabes disso, Yuno? - perguntou Sally
- Confia em mim.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

RE: Recruta nº4

Mensagem  Salendiz Wolf em Sab 21 Abr 2012, 14:18

Não me lembro bem do que aconteceu quando entrámos no helicóptero só sei que, de alguma maneira, adormeci e só acordei numa cama muito confortável num quarto de hotel. Havia uma carta no fundo da cama, esperei que as outras acordassem para a abrirmos. Na carta dizia:

" Bom dia meninas!
Espero que gostem do vosso quarto, mas aviso já que e só por hoje. Vocês terão que ajudar um arqueólogo a passar por todas as armadilhas e perigos das Pirâmides, e pelo caminho para la também tem pois este arqueólogo foi ameaçado de que o iam matar antes dele chegar ou poder sair das Pirâmides. Espero que tenham muita sorte.
Não se esqueçam que vocês são mulheres e não podem mostra que sabem lutar a frente dele. Pois vocês são vão com ele como acompanhantes. O objectivo e irem e virem sem que ele morra nem vocês.
Boa sorte! Espero que gostem do Egipto. "

Ficámos espantadas, não esperávamos ir para o Egipto...

Yuno pede a Salendiz e a Sophie que esperem no quarto enquanto ela procura algo que possam usar na nova missão. Yuno lembra-se de que nos hoteis há cozinhas, por isso pensa ir até lá, mas não podia entrar lá a não ser que fosse empregada, por isso chama o serviço de quartos. Salendiz e Sophie distraem a empregada do serviço de quarto, dando tempo á Yuno para se esconder dentro do carrinho. Sem saber, a empregada leva o carrinho de volta á cozinha, onde Yuno rouba uma algumas facas e as dá a Salendiz e Sophie. No dia seguinte apenas foi preciso guardar os mantimentos nas mochilas, depois foram ter com o arqueólogo que disse:

- Ah, aqui estão as minha belas assistentes! Ainda bem que decidiram vir comigo! O vosso nome irá ficar na história, juntamente com o meu! Estão entusiasmadas? - disse ele
- Sim! Muito, professor! - dissemos as três, alegremente

Durante todo o percurso, as três olhavam em todas as direcções para ver se havia algum potencial assassino escondido. Para o espanto das três a viagem foi muito calma, mas quando se aproximaram da pirâmide Yuno tinha de ir fazer necessidades e disse:

- Professor! Professor!-disse Yuno
- O que é?
- Bem....preciso de...preciso de...
- Precisa do que? Fala rapariga!
- Preciso de ir fazer necessidades!
- Agora?! Não consegues aguentar mais um bocado?
- Não.... - disse ela, tentando parecer muito aflita
- Vai lá então! Mas despacha-te! Estamos a perder tempo valioso!

Yuno começou a correr para a pirâmide, aflita, e desde aí mais ninguém a viu. Quando volta, vai ter com Salendiz e Sophie e diz:

- Oky, podemos ir. Já estou aliviada!

Aproximou-se mais de Salendiz e de Sophie e sussurrou:

- Se encontrarmos mais algum "assassino", eles fazem parte da CHERUB. Não é para livrar-nos deles.
- Como é que sabes disso, Yuno? - perguntou Salendiz
- Confia em mim..

Estando Yuno mais aliviada, tomámos novamente o rumo e entrámos na pirâmide, Salendiz olhava para todo o lado na esperança de encontrar alguém, tinha a faca dentro da manga da camisola e estava a rezar para que não fosse preciso usá-la. De repente, enquanto caminhava, Salendiz vê um escorpião e começa a gritar, Yuno sem qualquer tipo de problemas pega numa enorme faca de talho (o raio da moça trouxe uma e nem disse nada, hádje cá vir hadje) e corta a causa ao animal, depois pisa-o, sem o esmagar, e corta-lhe as pinças.

-Pronto! agora já não faz mal!-disse ela sorrindo alegremente
-Yey......-disse Salendiz muito apavorada.

Sophie começa a rir-se e distraída, não vê o "assassino" que estava no tecto. O arqueólogo ia muito á frente, ñem sequer nos ouvia. Yuno olha para o tecto e pega na enorme faca, Salendiz tenta tirar a faca que tem na manga, mas esta prende-se na camisola dela, ficando assim quase impossível de tirar. Salendiz estava a tentar tirar a faca da camisola, mas foi em vão, estava mesmo presa. Sophie decide seguir o arqueólogo para o poder defender em caso de emegrgência. O "assassino" salta para o chão e Yuno atira-lhe a faca do talho, mas este desvia-se e agarra Salendiz apontando-lhe uma faca ao pescoço. Yuno pega nas outras facas que trazia, pronta para as atirar a ele, mas Salendiz estava a ser usada como escudo humano. Yuno não sabia o que fazer, se se aproximasse Salendiz seria morta e se atirasse uma faca podia, sem querer, acertar em Salendiz...Yuno pousa as facas no chão, o "assassino" passa por ela, sem largar a Salendiz, e começa a caminhar em direção ao arqueólogo. Salendiz consegue por a faca completamente presa na camisola, ficando esta a fazer um angulo recto com o seu braço. Salendiz afasta o braço do seu corpo e perfura-a na perna do "assassino", que se agarra a ela gritando. Yuno aproxima-se e tapa-lhe a boca, depois bate com o cabo da faca na cabeça dele fazendo com que ele desmaie. Yuno e Salendiz seguem o caminho que o arqueólogo e Sophie tomaram, passaram por um homem deitado que estava deitado no chão com sangue á sua volta, correram uns minutos ate que finalmente alcançáram Sophie e o arqueólogo. Sophie tinha um corte no braço e mais uma vez Salendiz tirou o meu laço da cabeça e enrolou-o no braço de Sophie para estancar a ferida. O grupo continuou o caminho, passaram por imensas armadilhas, mas finalmente conseguiram ter um pouco de paz até que...


Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Convidad em Sab 21 Abr 2012, 17:43

Dentro da pirâmide, haviam todo o tipo de armadilhas. Desde laminas que balançavam de um lado para o outro,flechas que saiam de pequenos orifícios na parede etc... Demorando algum tempo, conseguimos escapar á maior parte delas, ilesas. Claro que vez em quando sofríamos um arranhão ou outro. Quando chegamos a uma sala com umas portas duplas enormes e ornamentadas com ouro e pedras preciosas. O arqueólogo sentou-se no chão e disse:

- Bem, raparigas, estamos quase lá. Por detrás daquelas portas devera estar o nosso objectivo! Mas como já passamos por muito, e não sabemos o que mais pode haver, vamos descansar um bocado.

Passado um bocado de ele ter dito isto, adormeceu. Nos estávamos as 3 a conversar, baixinho, quando de repente um homem sai a correr, detrás de uma das várias colunas que se encontravam onde nos estávamos. Somos apanhadas de surpresa e o homem espeta uma lamina no braço de Sophie. Eu meti-lhe a mão na boca, para evitar que ela acordasse o professor. Este homem não fazia parte da CHERUB de certeza! Deveria ser realmente um assassino contratado. Salendiz, reage depressa, e prega-lhe uma rasteira e da-lhe uma mocada na cabeça, pondo-lo inconsciente. Com o máximo das nossas habilidades, tentamos tratar da ferida de Sophie. Pelo menos, estancamos a ferida. Eu aproximo-me do assassino e agarro nele

- Yuno...o que estás a fazer?
- Mas, Sally. Ele magoou a Sophie! Tais pessoas não merecem estar vivias!

Pondo o meu braço a volta dos pescoço dele, rodo-o e ouve-se um estalo. Quando olhei para Salendiz, ela olhava intensivamente para mim, com uma expressão de choque e horror, e também com uma expressão de que se tinha lembrado de alguma coisa

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

RE: Recruta nº4

Mensagem  Salendiz Wolf em Sab 21 Abr 2012, 18:25

Havia imensas armadilhas naquela gruta, felizmente conseguiram chegar ás portas, onde estava o tesouro, sem estarem muito feridas. Salendiz levava na sua mochila uma planta com propriedade curativas, que tinha encontrado na selva, sempre que se feriam com mais gravidade dessa planta era retirada uma folha, que quando espremida deitava um suco que funcionava como betadine. Sophie era quem estava com mais suco devido a ter sofrido ferimentos mais graves. Todo o grupo se sentou á entrada das duas gigantescas portas, o arqueólogo disse que era ali atrás que se encontrava o tesouro pelo qual tinham feito aquele longo caminho, disse também que deviamos descançar um pouco antes de prosseguir. Depois de alguns minutos de estarem sentados o arqueólogo adormeceu, Salendiz Yuno e Sophie ficaram sentadas a conversar baixinho, quando um "assassino" sai de trás de um dos pilares da pirâmide, onde estava escondido, e perfurou o braço de Sophie com uma lamina. Yuno levantas-se e tapa a boca do homem dizendo:

-Este não é definitivamente da CHERUB!

Salendiz aproxima-se do homem e faz-lhe uma rasteira, de seguida bate-lhe com o cabo da faca na cabeça, fazendo com que este perca os sentidos. As duas largam o homem e correm para Sophie, tentando ajudá-la. Salendiz já tinha usado o seu laço para estancar outra das feridas de Sophie, por isso cortou metade da sua camisola, ficando assim com a barriga á mostra, e antes de a colocar no braço de Sophie, espremeu a famosa planta para o braço dela. De seguida enrola a camisola cortada no braço de Sophie estancando assim o sangue que estava a escorrer do seu braço. Yuno depois de, com sucesso, tratar da ferida de Sophie, aproxima-se do homem e enrola os braços em torno da cabeça dele. Salendiz assustada pergunta:

- Yui...o que estás a fazer?
- Mas, Sally. Ele magoou a Sophie! Tais pessoas não merecem estar vivias!

Yuno rodou-lhe o pescoço e ouve-se um estalo. Salendiz olhava intensivamente para Yuno, com uma expressão de choque e horror, e também com uma expressão de quem se tinha lembrado de alguma coisa.

(Por momentos voltei ao passado, lembro-me de algo semelhante que aconteceu á uns anos. Lembrei-me de Yuno, a rapariga de cabelo preto e olhos azuis, que foi estrangulada por uma rapariga de cabelo rosa...Como é que não percebi antes, a mesma maneira fria e assustadora de matar, o mesmo cabelo, o mesmo nome... Tudo fazia sentido agora, a Yuno era a rapariga de gabardina amarela que vi há uns anos junto ao rio, a rapariga que estrangulou a verdadeira Yuno Gasai, a rapariga que prendeu a verdadeira Yuno num poço. Eu estava completamente paralisada, não sabia o que dizer nem fazer. Estava em choque. Encontrei um dos meus pesadelos, um pesadelo que se tornou meu amigo.)

-Yu...Yuno...tu és a rapariga...aquela que matou a Yuno Gasai...A verdadeira Yuno Gasai! - disse eu gaguejando.



Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Convidad em Dom 22 Abr 2012, 11:38

-Yu...Yuno...tu és a rapariga...aquela que matou a Yuno Gasai...A verdadeira Yuno Gasai! - disse Sal gaguejando.
-Do que estás a falar, Sally? - disse eu, aproximando-me dela
-Afasta-te! Fica longe de mim! - disse ela enquanto recuava

Não fazia ideia do que se passava. Achava que tinha feito novas amigas, mas pelos vistos, não era isso que estava a acontecer. Começaram a sai lágrimas dos meus olhos e pus-me de joelhos

-Desculpa!....Se foi alguma coisa que...eu alguma vez te fiz!....Desculpa

Sophie foi ter comigo

- Va Yuno, tem calma. Recompõe-te - disse ela ao mesmo tempo que olhava para Salendiz com uma expressão que dizia "Mas o que raios é que tu estás a fazer?!".

Pouco depois, o arqueólogo acordou. Abrimos as portas. Por trás estava uma sala enorme, muito bem iluminada. No centro, esta uma espécie de altar, com um baú, feito de ouro maciço. Chegamos perto do baú..................

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Dabila Nami em Dom 22 Abr 2012, 15:22

No centro, esta uma espécie de altar, com um baú, feito de ouro maciço. Os recrutas juntamente com o arqueólogo abriram o baú e antes que os recrutas pudessem ver o que estava la dentro o arqueólogo disse:

- Meninas fizeram um ótimo trabalho mas eu agora tenho que ir embora! - As 3 recrutas ficaram a olhar para o arqueólogo com uma expressão que dizia "de que raios ele esta a falar??", ele continuou sem se importar - Espero que não se importem de ter que passar por amadrinhas bem piores ao tentarem sair daqui sozinhas.

De repente ouviram um helicóptero e viram umas escadas avia um buraco em cima da sala do altar, ele subi-o para as escadas antes que elas pudessem ter tempo de subir também o helicóptero começou a puxar-lo para cima, e ele disse:

- Felicidades pelas camisolas cinzentas! E se conseguirem sobreviver, eu prometo que vos pago um jantar para compensa-las! Adeus e boa sorte.

_________________




Agente: 006

Dabila Nami
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 1434
Reputação : 2
Idade : 22
Localização : confidencial

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Sophie Adams em Dom 22 Abr 2012, 15:52

Depois daqueles dias intermináveis que passámos na selva, finalmente apareceu um helicóptero para nos resgatar. Deixou-nos num hotel, mas não percebemos bem porquê até ao dia seguinte em que encontrámos uma carta que dizia:

" Bom dia meninas!
Espero que gostem do vosso quarto, mas aviso já que e só por hoje. Vocês terão que ajudar um arqueólogo a passar por todas as armadilhas e perigos das Pirâmides, e pelo caminho para la também tem pois este arqueólogo foi ameaçado de que o iam matar antes dele chegar ou poder sair das Pirâmides. Espero que tenham muita sorte.
Não se esqueçam que vocês são mulheres e não podem mostra que sabem lutar a frente dele. Pois vocês são vão com ele como acompanhantes. O objectivo e irem e virem sem que ele morra nem vocês.
Boa sorte! Espero que gostem do Egipto. "

Ficámos espantadas, não esperávamos ir para o Egipto...
Precisávamos de reunir munições para a nossa "excursão" e então, Yuno teve uma ideia mirabolante: chamar o serviço de quartos, e infiltrar-se no carrinho que vai até à cozinha do hotel e faz isso mesmo, enquanto Salen e Soph distraem a empregada.
Yuno regressa com uma faca para cada uma e alguma comida e água.
No dia seguinte apenas foi preciso guardar os mantimentos nas mochilas, depois foram ter com o arqueólogo que disse:

- Ah, aqui estão as minha belas assistentes! Ainda bem que decidiram vir comigo! O vosso nome irá ficar na história, juntamente com o meu! Estão entusiasmadas? - disse ele
- Sim! Muito, professor! - dissemos as três, alegremente

Durante todo o percurso, as três prestaram muita atenção, prontas a atacar a qualquer momento um potencial assassino que ali aparecesse. Porém, a viagem até foi bastante calma, embora não se tenha permanecido assim até ao fim. A certa altura Yuno...

- Professor! Professor!-disse ela
- O que é?
- Bem....preciso de...preciso de...
- Precisa do que? Fale rapariga!
- Preciso de ir fazer necessidades!
- Agora?! Não consegue aguentar mais um bocado?
- Não.... - disse ela, tentando parecer muito aflita
- Va lá então! Mas despache-se! Estamos a perder tempo valioso!

Yuno começou a correr para a pirâmide, aflita, e, depois de uma longa espera lá apareceu, indo ter com Salendiz e Sophie e dizendo:

- Oky, podemos ir. Já estou aliviada!

Aproximou-se mais de Salendiz e de Sophie e sussurrou:

- Se encontrarmos mais algum "assassino", eles fazem parte da CHERUB. Não é para nos livrar-mos deles.
- Como é que sabes disso, Yuno? - perguntou Salendiz
- Confia em mim..

De repente, enquanto Salendiz caminhava, vê um escorpião e começa a gritar. Yuno, sem qualquer tipo de problemas pega numa enorme faca de talho e corta a cauda ao animal, depois pisa-o, sem o esmagar, e corta-lhe as pinças.

-Pronto! agora já não faz mal!-disse ela sorrindo alegremente
-Yey......-disse Salendiz muito apavorada.

Eu comecei-me a rir, distraída, e não vi o "assassino" que estava no teto. O arqueólogo ia muito á frente, nem sequer nos ouvia. Yuno olhou para o teto e pegou na enorme faca, Salendiz tentou tirar a faca que tinha na manga, mas esta prendeu-se na camisola dela, ficando assim quase impossível de tirar.
Decido seguir o arqueólogo para o poder defender em caso de emergência.
O "assassino" salta para o chão e Yuno atira-lhe a faca do talho, mas este desvia-se e agarra Salendiz apontando-lhe uma faca ao pescoço. Yuno pega nas outras facas que trazia, pronta para as atirar a ele, mas Salendiz estava a ser usada como escudo humano. Yuno não sabia o que fazer, se se aproximasse Salendiz seria morta e se atirasse uma faca podia, sem querer, acertar nela...Yuno pousa as facas no chão, o "assassino" passa por ela, sem largar a Salendiz, e começa a caminhar em direção ao arqueólogo. Salendiz consegue por a faca completamente presa na camisola, ficando esta a fazer um angulo recto com o seu braço. Salendiz afasta o braço do seu corpo e perfura-a na perna do "assassino", que se agarra a ela gritando. Yuno aproxima-se e tapa-lhe a boca, depois bate com o cabo da faca na cabeça dele fazendo com que ele desmaie. Yuno e Salendiz seguem o caminho que o arqueólogo e Sophie tomaram, passaram por um homem deitado que estava deitado no chão com sangue á sua volta, que Soph tinha morto, com uma facada, depois de este tentar atacá-la a ela e ao arqueólogo. Sally e Yuno correram uns minutos até que finalmente alcançaram Sophie e o arqueólogo. Sophie tinha um corte no braço e mais uma vez Salendiz tirou o seu laço da cabeça e enrolou-o no braço de Sophie para estancar a ferida. O grupo continuou o caminho, passaram por imensas armadilhas, como lâminas que balançavam de um lado para o outro, flechas que saíam de pequenos orifícios na parede etc... mas as raparigas conseguiram escapar ilesas à maior parte delas, apenas com um arranhãozinho ou outro.
Chegaram, depois de algum tempo, a uma sala com umas portas duplas ornamentadas com ouro e pedras preciosas. O arqueólogo sentou-se no chão e disse:

- Bem, raparigas, estamos quase lá. Por detrás daquelas portas devera estar o nosso objectivo! Mas como já passamos por muito, e não sabemos o que mais pode haver, vamos descansar um bocado.

Passado um bocado de ele ter dito isto, adormeceu. Nos estávamos as 3 a conversar, baixinho, quando de repente um homem sai a correr, detrás de uma das várias colunas que se encontravam onde nos estávamos. Somos apanhadas de surpresa e o homem espeta uma lâmina no meu braço. Yuno meteu-lhe a mão na boca, para evitar que ela acordasse o professor. Este homem não fazia parte da CHERUB de certeza! Deveria ser realmente um assassino contratado. Salendiz, reage depressa, e prega-lhe uma rasteira e dando-lhe uma trolitada na cabeça, pondo-o inconsciente. Com o máximo das suas habilidades, Sal e Yuno tentam tratar da ferida de Sophie. Pelo menos, estancam a ferida. Yuno aproxima-se do assassino e agarra nele.

- Yuno...o que estás a fazer? -diz Sal.
- Mas, Sally. Ele magoou a Sophie! Tais pessoas não merecem estar vivias!- responde Yuno.

Pondo o seu braço à volta do pescoço dele, Yuno roda-o e ouve-se um estalo. Salendiz, olhava intensivamente para Yuno, com uma expressão de choque e horror, e também com uma expressão de que se tinha lembrado de alguma coisa
Havia imensas armadilhas naquela sala também, porém, felizmente conseguiram chegar às portas, onde estava o tesouro, sem estarem muito feridas. Salendiz levava na sua mochila uma planta com propriedade curativas, que tinha encontrado na selva, sempre que se feriam com mais gravidade dessa planta era retirada uma folha, que quando espremida deitava um suco que funcionava como betadine. Sophie era quem estava com mais suco devido a ter sofrido ferimentos mais graves. Todo o grupo se sentou à entrada das duas gigantescas portas, o arqueólogo disse que era ali atrás que se encontrava o tesouro pelo qual tinham feito aquele longo caminho, disse também que deviamos descansar um pouco antes de prosseguir. Depois de alguns minutos de estarem sentados o arqueólogo adormeceu. Então, Salendiz, Yuno e Sophie ficaram sentadas a conversar baixinho, quando um "assassino" sai de trás de um dos pilares da pirâmide, onde estava escondido, e perfurou o braço de Sophie com uma lamina. Yuno levantas-se e tapa a boca do homem dizendo:

Durante algum tempo, Salen ficou muito calada e com uma expressão aterrorizada e passado um pouco disse:

-Yu...Yuno...tu és a rapariga...aquela que matou a Yuno Gasai...A verdadeira Yuno Gasai! - disse ela gaguejando.
-Do que estás a falar, Sally? - disse eu, aproximando-me dela
-Afasta-te! Fica longe de mim! - disse ela enquanto recuava

Não fazia ideia do que se passava. Começaram a sair lágrimas dos olhos de Yusai e ela pôs-se de joelhos, dizendo:

-Desculpa!....Se foi alguma coisa que...eu alguma vez te fiz!....Desculpa.

Fui ter com ela e tentei apaziguá-la:

- Vá Yuno, tem calma. Recompõe-te - disse eu ao mesmo tempo que olhava para Salendiz com uma expressão que dizia "Mas o que raios é que tu estás a fazer?!".

Pouco depois, o arqueólogo acordou. Abrimos as portas. Por trás estava uma sala enorme, muito bem iluminada. No centro, estava uma espécie de altar, com um baú, feito de ouro maciço. Chegámos perto do baú...

Por cima estava uma carta que dizia: "Parabéns! Estão prestes a alcançar o vosso objetivo. Devem agora procurar a chave deste baú, que se encontra nesta divisão. É uma chave pequenina e tem gravado o símbolo de duas cobras entrelaçadas. Quando a encontrarem, devem abrir o baú e ver o que contém. O tesouro que nele se encontra deve ser preservado e trazido convosco até ao local indicado na próxima pista (que está dentro do baú)."

Sophie olhou em redor. A sala estava repleta de bolas de cristal, cerca de umas mil, e cada uma delas tinha uma chave no seu interior. Como é que aquilo era possível? Como é que elas encontrariam a chave certa a tempo?

Yuno disse:

-Bem, aqui diz que a chave é pequena e tem duas cobras entrelaçadas... Vamos procurá-la, então.

Dito isto começaram todos a olhar para as bolas de cristal, atenciosamente e, de repente:

-Ahah. Aqui está ela. -disse eu.

Vi a chave na prateleira que estava lá mais no topo. Era pequenina e tinha duas cobras entrelaçadas, conforme a descrição. Estava muito alta, por isso tivemos de subia às cavalitas uns dos outros, para tirar de lá a bola. Depois de algum tempo, lá conseguimos. Partimos a bola para retirar a chave e o professor lá abriu o baú e antes que nós as três pudéssemos ver o que estava lá dentro o arqueólogo disse:

- Meninas fizeram um ótimo trabalho mas eu agora tenho que ir embora! - Ficámos a olhar para ele com uma expressão que dizia "de que raios ele está a falar??", mas ele continuou, sem se importar - Espero que não se importem de ter de passar por armadilhas bem piores ao tentarem sair daqui sozinhas.

De repente ouvimos um helicóptero e caíram dele umas escadas. Ele subiu para as escadas antes que pudéssemos ter tempo de subir também e o helicóptero começou a puxá-lo para cima. Ele disse:

- Felicidades pelas camisolas cinzentas! E se conseguirem sobreviver, eu prometo que vos pago um jantar para compensá-las! Adeus e boa sorte.

As 3 raparigas ficaram a olhar umas para as outras estupefactas. Até que Sophie disse:

-Bem, já sabemos o que é. São as nossas camisolas cinzentas. Devemos estar quase a superar a prova. Só temos de sair daqui e esperar que alguém nos venha buscar. -dito isto, começou a vestir a sua camisola por cima da roupa que tinha e deu as outras duas às suas amigas. Elas também as vestiram e ficaram alguns minutos em silêncio até que eu disse:


-Vamos lá! Temos de nos despachar!
-Sim!-disseram Yuno e Salendiz em uníssono.

Começámos as três a correr e a desviarmo-nos das perigosissimas armadilhas. Salendiz reparou que Yuno estava muito triste e resolveu pedir-lhe desculpa, eu ainda não tinha percebido bem o que tinha acontecido... Yuno aceita e fica muito feliz, as três tinham agora um brilho de felicidade no olhar e um grande sorriso estampado na cara e as 3 camisolas cinzentas, nada poderia estar a correr melhor. Depois de ultrapassarem todas as armadilhas, o que não foi propriamente fácil, as raparigas saíram da Pirâmide. Estavam agora no meio do deserto, sem saber para onde ir. Aguardaram, então, sentadas no chão, esperando por alguém que as viesse buscar.


Última edição por Sophie Adams em Ter 24 Abr 2012, 09:34, editado 1 vez(es)

Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Salendiz Wolf em Dom 22 Abr 2012, 22:45

As três não conseguiram ver o conteúdo do báu. O arqueólogo fugiu sem mais nem menos, por umas escadas presas a um helicoptero, deixando, assim, as tres raparigas no meuo da piramide. Elas ficaram, momentaneamente, paralizadas de espanto, até que Sophie diz:

-Vamos lá! Temos de nos despachar!
-Sim!-disseram Yuno e Salendiz ao mesmo tempo, Sal olha para Yuno com um ar de tristeza e agonia.

As três começaram a correr e a desviar-se das perigosissimas armadilhas, Salendiz reparou que Yuno estava muito triste, se calhar tinha-se enganado e não era ela a tal que matou a Yuno, ou se calhar foi tudo um sonho. Mas parecia ter sido tão real, Salendiz resolveu pedir desculpa, se calhar tinha-se precipitado...Yuno aceita e fica muito feliz, as três tinham agora um grande sorriso na cara e 3 camisolas cinzentas, nada poderia estar a correr melhor. As três conseguiram sair da pirâmide, muito arranhadas e castanhas (castanhas porque usaram imensas vezes a erva curativa). Estavam agora no meio do deserto, sem saber para onde ir. Aguardavam, agora, sentadas no chão, esperando por alguém que as viesse buscar.

Salendiz Wolf
T-Shirt Branca
T-Shirt Branca

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 111
Reputação : 7
Idade : 19
Localização : Micronesia

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/0  (0/0)
Experiência de Missão:
0/0  (0/0)
Capacidade Física:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Sophie Adams em Ter 24 Abr 2012, 11:11

Estavam ali há imenso tempo, a levar com sol na cabeça, cheias de fome, sede e calor. Sophie levantou-se do seu lugar e foi buscar um cacto, que partiu ao meio. Retirou a água que este tinha no seu interior e despejou-a para dentro das três garrafas que as meninas tinham trazido do hotel, que se encontravam nesse momento, vazias.
Beberam todas a água, quase de um trago só e puseram-se a conversar, para fazer o tempo passar mais rápido.


Última edição por Sophie Adams em Ter 24 Abr 2012, 19:16, editado 1 vez(es)

Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Virginia Hall em Ter 24 Abr 2012, 15:06

Recruta terminada. Dirijam-se ao gabinete do Diretor da CHERUB para saberem os vossos resultados e receberam a recompensa.

_________________

Virginia Hall
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 328
Reputação : 3
Idade : 21
Localização : Localização Secreta

Experiência de Agente
Estudos e Estratégia:
0/2500  (0/2500)
Experiência de Missão:
0/2500  (0/2500)
Capacidade Física:
0/2500  (0/2500)

Ver perfil do usuário http://afilhadeathena.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Sophie Adams em Ter 24 Abr 2012, 19:18

De repente, chegou outro helicóptero, onde estavam Large e Vougan Morte, que nos levou de volta ao campus. Quando chegámos, Vougan Morte ordenou-nos que nos dirigíssemos à sala do diretor. Foi o que fizemos. Fomos até lá e batemos à porta...

Sophie Adams
T-Shirt Cinzenta
T-Shirt Cinzenta

Pontos Agente CHERUB : 1
Mensagens : 200
Reputação : 2
Idade : 19
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recruta nº4

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 08:12


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum